Tríplice Fronteira: GOVERNO PARAGUAIO DECRETA ABERTURA “PARCIAL E TEMPORÁRIA” DE FRONTEIRA

Abdo Benitez assinou decreto presidencial para a reabertura de fronteira. O decreto entra em vigor a partir de 26 deste mês de setembro e abrange apenas voos entre a capital paraguaia e Montevidéu.

O presidente paraguaio, Mário Abdo Benitez (foto ao lado), assinou nesta terça-feira (08), o Decreto 4.026 que prevê “a abertura parcial e temporária” de alguns postos de imigração.

A informação confundiu os cidadãos brasileiros e paraguaios quanto a possibilidade da reabertura das pontes fronteiriças, dentre elas a Ponte da Amizade, que liga Foz do Iguaçu (Brasil) a Ciudad del Este (Paraguai), o que não está contemplado na medida.

O decreto presidencial é apenas uma adequação para a autorização de voos entre capital guarani, Assunção, e a uruguaia Montevidéu.

O ministro de Assuntos Internacionais da Presidência da República, Federico González, foi quem esclareceu a imprensa que o decreto oficial é apenas para o início dos voos entre as capitais paraguaia e uruguaias, não se tratando, portanto, de uma reabertura de todas as fronteiras, incluindo as do Paraguai com o Brasil.

Frederico Gonzalez anunciou ainda, que na manhã desta quarta-feira (09), haverá uma conferência de imprensa com as autoridades da Direção Nacional de Aeronáutica (DINAC) para darem mais pormenores sobre a efetiva implementação do decreto presidencial.

(Da redação com Agências)

Seja o Primeiro a comentar on "Tríplice Fronteira: GOVERNO PARAGUAIO DECRETA ABERTURA “PARCIAL E TEMPORÁRIA” DE FRONTEIRA"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*