Tríplice Fronteira: APÓS PROTESTO, CIUDAD DEL ESTE ESCAPA DE QUARENTENA ZERO E PODERÁ REABRIR COMÉRCIO

A “quarentena zero” havia sido decidida devido ao aumento de casos de coronavírus na região, onde fica Ciudad del Este, fronteira com Foz do Iguaçu

Depois de um protesto pelas ruas de Ciudad del Este, no Paraguai, na quarta-feira (29), o governo do País decidiu amenizar as restrições previstas na “quarentena zero”. A decisão foi tomada nesta quinta-feira (30), no mesmo dia em que a medida entraria em vigor. Com isso, o comércio da cidade, que está ligada a Foz do Iguaçu através da ponte da Amizade, poderá reabrir. Com o decreto, teria que fechar totalmente por 15 dias.

A “quarentena zero” havia sido decidida devido ao aumento de casos de coronavírus no departamento (equivalente aos estados) de Alto Paraná, onde fica Ciudad del Este. A cidade, a segunda maior do Paraguai, teve um crescimento expressivo de casos.

A decisão do governo é que o comércio não será paralisado, mas será feito sob rigorosos protocolos sanitários. O horário de funcionamento é das 5 às 17 horas em dias de semana e das 5 às 16 horas aos sábados.

Depois desse horário, há um toque de recolher. Só pessoas com necessidades urgentes podem sair de casa. Além disso, as empresas terão que respeitar distanciamento social e oferecer cuidados de higiene. Por outro lado, bares, restaurantes e academias ficarão fechados por 15 dias.

Miguel Prieto, prefeito de Ciudad del Este, foi um dos defensores da reabertura. Curiosamente, ele já chegou a ser infectado pelo coronavírus.

Durante o protesto de quarta-feira, comerciantes e outros trabalhadores saíram às ruas, na rotatória da loja Monalisa, e chegaram a atear fogo em pneus e depredar caminhões — inclusive brasileiros. A quinta-feira foi dia de limpeza.

(Com Bem Paraná)

Seja o Primeiro a comentar on "Tríplice Fronteira: APÓS PROTESTO, CIUDAD DEL ESTE ESCAPA DE QUARENTENA ZERO E PODERÁ REABRIR COMÉRCIO"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*