Hot Topics

Pandemia: PONTE DA AMIZADE REABRIRÁ COM PRAZO E HORÁRIOS EXPERIMENTAIS, E COM CONTROLE SANITÁRIO, DECRETA O GOVERNO PARAGUAIO

Com limitações e restrições, trânsito de pessoas pela ponte que liga o Brasil ao Paraguai, por Foz do Iguaçu e Ciudad del Este, deverá ser liberado até dia 29 deste mês. Decisão do governo paraguaio é destaque da imprensa do país vizinho.

O governo paraguaio, informou o diretora da Direção Geral de Migração, Maria Ángeles Arriola (foto ao lado), informou nesta terça-feira (23), que o presidente Mário Abdo Benitez assinou decreto para a reabertura da Ponte da Amizade ao trânsito de pessoas, o que será de forma experimental (pelo prazo de três semanas), parcial e com rígido controle sanitário por parte do país vizinho. A mesma decisão servirá também para as demais fronteiras paraguaias com o Brasil pelos estados (departamentos) de Alto Paraná, Canindeyú y Amambay.

Arriola, destacou que os turistas que transitarem pela Ponte da Amizade poderão viajar para as cidades paraguaias de Hernandarias, e Presidente Franco, além outras cidades da região da “Tríplice Fronteira”, mas apenas dessa área fronteiriça, sem poderem deslocar-se a outros departamentos (estados) do país vizinho.

A data será definida pelo Presidente da República, Mario Abdo Benítez e pelo Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, mas existe a previsão de que ocorra entre o dia 26 e 29 deste mês de setembro, mas não há ainda uma data exata.

Até o início desta manhã de terça-feira (23), segundo consultas feitas por O IGUASSU, nenhum documento oficial do governo brasileiro, relacionado ao novo decreto presidencial do governo paraguaio, havia chegado aos servidores brasileiros responsáveis pela migração na Ponte da Amizade. Para que a decisão paraguaia seja efetivamente implementada, tem-se como certo que a medida tenha ato recíproco das autoridades do governo Bolsonaro.

Experimento

Nas semanas experimentais de reabertura da fronteira, a entrada e saída de nacionais e estrangeiros residentes e não residentes no Paraguai, será com controle sanitário prévio. A circulação na fronteira terá restrições de tempo e limitações de movimento fora do perímetro comercial.

A implementação do protocolo de abertura parcial e temporária das fronteiras será colocada em prática, assim que os presidentes do Paraguai e do Brasil acordarem os termos para sua efetivação.

A prorrogação e permanência da nova decisão presidencial decretada, para além das três semanas experimentais, dependerá dos resultados da avaliação sanitária e epidemiológica a ser realizada ao final do período experimental estipulado.

Decreto

Por meio do Decreto nº 4.026 o Presidente da República deu sinal verde nesta terça-feira para a reabertura da Ponte da Amizade, fechada desde março deste ano, e de outros pontos de fronteira com o Brasil, que começará na modalidade de teste por pelo menos três semanas para avaliar o estrito cumprimento das medidas sanitário.

O decreto decreto assinado pelo presidente “Marito” Abdo Benitez, deverá possibilitar trânsito livre da Ponte da Amizade e demais pontos de fronteira, até 30 quilômetros, que o Paraguai tem com o Brasil será dado das 5h às 14h para a passagem tranquila de ambos os lados e até as 18h para o retorno.

Oposição

Para a Associação Médica de Ciudad del Leste (AMCDE), a reabertura da fronteira aumentará o risco de contaminação da população pela Covid-19. “Isto será um descontrole total”, afirma a Dra.  Idalia Medina (foto ao lado), dirigente da AMCDE.

“Isso estava sendo discutido há vários meses, o protocolo de saúde, obviamente não estava recomendando que fosse habilitado, não haverá um controle. Na realidade, isso vai ser um descontrole total e não queríamos chegar lá como médicos ”, ressalta Medina.

“Vendo que as pessoas se sentem vitoriosas com a abertura da ponte, acho que não tinham o que comemorar. Esperamos que em mais três semanas não tenhamos um surto terrível aqui na região, é o que temos aqui em Ciudad del Este ”, disse a Dra. Idalia Medina.

A abertura parcial e gradual do portal internacional da Ponte da Amizade preocupa também os profissionais da área da Saúde de Ciudad del Leste, em razão da falta recursos humanos suficientes ou a infraestrutura necessária para atender todas as demandas sanitárias e aduaneiras para efetiva eficácia do decreto presidencial anunciado nesta terça-feira. 

A travessia de fronteira, normalmente, movimenta mais de 22 mil veículos por diariamente. Controlar este fluxo, conforme previsto pelo decreto firmado pelo presidente Abdo Benitez, é tido pelos profissionais de saúde, como um desafio quase impossível.

Comemoração e Preocupação com a Segurança do Turista

O prefeito (intendente) de Ciudad del Este, Miguel Prieto (foto ao lado), comemorou a decisão do governo de permitir a abertura da Ponte da Amizade e garantiu que será um recomeço para a cidade, que foi duramente atingida pelo coronavírus.

Prieto enfatizou que todos os negócios devem ter medidas sanitárias e que o uso de máscaras faciais deve ser obrigatório para evitar um novo aumento de infecções por Covid-19 na área.

O anúncio da reabertura da Ponte da Amizade foi festejado por comerciantes do Alto Paraná que há meses reclamam dos impactos econômicos da ausência de turistas. A área é uma das mais afetadas economicamente pelo fechamento de fronteiras ordenado pelo governo paraguaio devido à pandemia de Covid-19.

Segurança – Por outro lado, o prefeito de Ciudad del Este alertou que devem trabalhar de forma coordenada para poder dar segurança aos turistas diante de uma possível onda de atos criminosos.

“Vamos fazer a nossa parte para tornar o centro um local seguro para os turistas. Vamos vender uma imagem de maior segurança aos turistas”, conclama Miguel Pietro. Na mesma linha, o Ministro do Interior, Euclides Acevedo, instruiu as autoridades policiais do Alto Paraná a redobrarem os esforços para dar maior segurança à área.

“Aqui a estratégia é combinar todos eles. Acredito que entre todos nós podemos nos comprometer a inundar talento e determinação na vitória comercial e solidária no Alto Paraná ”, disse Acevedo.

(Da Redação com Agências)

 

Seja o Primeiro a comentar on "Pandemia: PONTE DA AMIZADE REABRIRÁ COM PRAZO E HORÁRIOS EXPERIMENTAIS, E COM CONTROLE SANITÁRIO, DECRETA O GOVERNO PARAGUAIO"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*