“Por meio de Jesus, portanto, ofereçamos continuamente a Deus um sacrifício de louvor, que é fruto de lábios que confessam o seu nome”

(Hebreus 13:15)

Para sabermos o que é um sacrifício de louvor, primeiro precisamos saber o que é sacrifício. Sacrifício é quando damos o que realmente nos custa, pode ser um valor, esforço físico ou mental. Outro exemplo de sacrifico é quando renunciamos algo que realmente mexe conosco. Pode ser um alimento ou um hábito ruim.

Já a palavra louvor remete ao cântico, ao glorificar, expor em palavras. Louvar é mais que cantar em alta voz, louvar é um exercício de fé. É estimular a nossa mente e coração a liberar palavras de fé. Dependendo do contexto que passamos, louvar pode ser realmente um grande esforço… um sacrifício.

Sacrifício de louvor é um esforço espiritual, não é apenas louvar a Deus quando as coisas estão favoráveis, mas louvá-lo em meio as tribulações, sacrifício de louvor nos custa.

Paulo e Silas depois de espancados, louvaram a Deus enquanto estavam na prisão (Atos 16:20-32). O sacrifício de louvor dos dois moveram o coração de Deus e houve um grande milagre naquele lugar. Louve a Deus a tempo e fora de tempo, se esforce em pronunciar palavras que engrandeçam o nome do Senhor, Ele reconhecerá o seu esforço e algo muito especial poderá acontecer.

Louvando a Deus em tempo e fora de tempo 

  • – Louvar o nome do Senhor requer um esforço pessoal. Tome a iniciativa.
  • – Louvar a Deus é uma forma de mantermos a nossa fé acessa. Não deixe essa chama apagar!
  • – O combustível da nossa fé é a Palavra de Deus. Recarregue as suas forças lendo a Bíblia.
  • – Não dependa das circunstâncias para louvar a Deus. Faça diferente, louve antes das circunstâncias.
OREMOS:

Senhor Jesus, meu coração louva a Ti! Quero reconhecer a Tua grandeza e o Teu cuidado. Que a minha boca seja Teu instrumento de louvor.  Quero proclamar o Teu nome e sorrir com o teu favor sobre mim. Amém!