Mundo: JUSTIÇA ITALIANA MANTÉM REGIME DE ISOLAMENTO DE EX-GUERRILHEIRO CÉSARE BATTISTI

Battisti queria sua transferência para uma prisão onde possa receber mais facilmente suas visitas.

A Justiça italiana validou definitivamente nesta quarta-feira (9) o regime de isolamento penitenciário de Cesare Battisti, rejeitado pelo ex-guerrilheiro da extrema-esquerda por meio de greve de fome iniciada no dia anterior. Ele foi condenado à prisão perpétua na Itália.

Cesare Battisti, de 65 anos, foi condenado por quatro homicídios cometidos na década de 1970 e encontra-se isolado, sem contatos ou atividades, desde meados de janeiro de 2019, no presídio de segurança máxima de Oristano, na Sardenha.

Por considerar que esse regime de segurança máxima não é justo, uma vez que os acontecimentos pelos quais foi condenado datam de várias décadas, Cesare Battisti iniciou uma batalha judicial para obter um relaxamento das suas condições prisionais.

Porém, o Tribunal de Cassação italiano, a mais alta jurisdição criminal do país, confirmou a decisão do Tribunal de Apelação de Milão, anunciada em 2019, e rejeitou o pedido do ex-ativista, segundo agências de notícias.

A decisão foi tomada um dia depois de Battisti anunciar em carta a seu advogado que havia iniciado uma greve de fome e recusava receber tratamento médico.

O sistema prisional italiano divide os presos em categorias e alguns só podem entrar em contato com presos da mesma categoria.

Battisti é o único de sua categoria (classificação AS2 para terroristas) em sua prisão, explicou seu advogado, Davide Steccanella.

“Ele só fala com os guardas e raramente com a família, porque a Sardenha é muito longe, é preciso pegar um avião”, acrescentou.

Ex-militante da extrema-esquerda, refugiado na França por 15 anos e depois no Brasil, Cesare Battisti foi capturado em janeiro do ano passado na Bolívia, depois de 40 anos foragido, e extraditado para a Itália.

(Da Redação com ISTOÉ)

Seja o Primeiro a comentar on "Mundo: JUSTIÇA ITALIANA MANTÉM REGIME DE ISOLAMENTO DE EX-GUERRILHEIRO CÉSARE BATTISTI"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*