Hot Topics

Fronteira: PRESIDENTES DO BRASIL E DO PARAGUAI DEVEM DEFINIR DATA DE REABERTURA DA PONTE DA AMIZADE NESTA SEMANA, DIZ ABDO BENITEZ

Nada de concreto. Falta de definição e “informalidade” governamental nas tratativas para reabertura da Ponte da Amizade, em meio a muita expectativa na “Tríplice Fronteira”, é o que há.

Em meio a muita especulação e comunicados “oficiais” de maneira informal, o presidente paraguaio, Mário Abdo Benitez, mais uma vez se pronunciou sobre a reabertura das fronteiras do país vizinho com o Brasil, dentre elas a que liga, pela Ponte da Amizade, Foz do Iguaçu a Ciudad del Este. Abdo Benitez, sem dar maiores detalhes, disse que teria conversado com o presidente Jair Bolsonaro e que a data para a reabertura das fronteiras seria definida nesta semana.

A informação de Abdo Benitez foi dada nesta segunda-feira (28), durante um evento de inauguração de obras no departamento de Guaíra, um dos estados do território da “Nação Guarani”. O Chefe de Estado paraguaio, quanto questionado pela imprensa presente, respondeu: “Estamos conversando com o presidente Bolsonaro e nesta semana teremos a data de abertura das passagens de fronteira com o Brasil, como é o caso de Ciudad del Este, Salto del Guairá e Pedro Juan Caballero”.

Críticas na “Tríplice Fronteira”

Na opinião pública e o meio político fronteiriço, vem crescendo a descontentamento pela forma “nebulosa” e informal com que os presidentes Bolsonaro e Abdo Benitez estão tratando a questão da “reabertura” da Ponte da Amizade. Os mandatários estão se pronunciando, basicamente, em Redes Sociais e em eventos público, sem que nada de concreto esteja formalizado ou sendo tratado de maneira oficial, pelo menos, até o momento.

Ainda não há um critério binacional unificado com o Brasil, o que foi criticado pelo diretor-geral da comuna (prefeitura) de Ciudad del Este (CDE), Daniel Pereira Mujica (foto lateral), que disse a imprensa paraguaia: “Quando os representantes do gabinete do presidente Mario Abdo Benítez nos enviaram a notícia (na terça-feira) de que a Ponte da Amizade estava sendo inaugurada, pensamos que havia uma conversa anterior entre os presidentes Abdo e Bolsonaro, e que tudo já estava pronto para abrir ”, disse Pereira.

Ele garantiu que no Município de CDE é surpreendente que a definição dos protocolos e a forma de reabertura do portal internacional ainda estejam pendentes. Afirmou também que o Ministério da Saúde deve desenvolver um protocolo com medidas concretas de prevenção e controle para que se evite aumento da propagação do coronavírus.

Pereira acrescentou que “sabemos que com o Brasil deve haver documentos, critérios bilaterais unificados. Não se trata de meros discursos ”.

Segundo Said Taigen, membro da Câmara de Comércio e Serviço de Ciudad del Este, a única coisa que sabem sobre o protocolo aprovado é o que aprenderam com a mídia.

Taigen acrescentiu que a maioria dos sindicatos e autarquias locais concordaram com a abertura total da Ponte da Amizade, pelo que não sabem a que se refere o protocolo com abertura gradual aprovado pelo governo. “O que nos impressiona é que insistem na abertura gradual porque não sabemos como interpretam isso.”, completou.

Desinformação e jogo de empurra entre autoridades paraguaias

mas ninguém poderia responder sobre isso. O vice-ministro das Relações Econômicas e Integração do Ministério das Relações Exteriores, Didier Olmedo, desvinculou-se da questão e jogou a bola para o campo das Migrações e Saúde Pública, indicando que os responsáveis ​​por essas instituições deveriam responder a esse respeito.

A imprensa paraguaia também tentou, sem sucesso entrar em contato com Maria Ángeles Arriola (foto lateral), diretora de Migrações, mas ela não responde à mensagem deixada em seu WhatsApp.

Por sua vez, o Embaixador Federico González, ministro assessor da Presidência da República, informou à consulta do jornal Última Hora, dizendo que é o Chanceler Antonio Rivas Palacios quem deve responder sobre o ponto consultado.

É importante contextualizar que o presidente Mario Abdo Benítez havia anunciado em meados da semana passada que havia ordenado a abertura total da passagem de fronteira em Ciudad del Este através da Ponte da Amizade, mas na última quinta-feira, mas até agora, nada.

O anúncio de Abdo Benítez na semana passada, fazia a ressalva de que o trânsito livre poderia ser habilitado entre as cidades gêmeas da fronteira, o que implica que a reabertura da ponte entre Foz de Iguaçu e Ciudad del Este era iminente e é, em tese…

(Da Redação do O IGUASSU com Agências)

Seja o Primeiro a comentar on "Fronteira: PRESIDENTES DO BRASIL E DO PARAGUAI DEVEM DEFINIR DATA DE REABERTURA DA PONTE DA AMIZADE NESTA SEMANA, DIZ ABDO BENITEZ"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*