Hot Topics

Fronteira: FOZ REGISTRA 55 ABORTOS POR ANO EM MENINAS DE 10 A 14 ANOS. NO PARANÁ SÃO 104 CASOS

Dados são do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC), e mostram ainda que, no Paraná, registra-se por dia uma média de três partos com mães com idade entre 10 e 14 anos.

O caso de uma menina de 10 anos que engravidou após ser estuprada pelo próprio tio em São Mateus, no Espírito Santo, chamou a atenção dos iguaçuenses, e de todos no país, para um dos mais polêmicos debates da atualidade: o aborto autorizado legalmente.

Situações desse tipo, entretanto, estão longe de serem raras no Brasil, no Paraná e até a “Terra das Cataratas” também tem seus casos (onde são 55 abortos contabilizados). No país, por exemplo, a média é de seis abortos por dia em meninas de 10 a 14 anos, sendo que apenas em 2020 foram ao menos 642 internações. Já no Paraná, a média verificada entre 2008 e 2019 foi de 104 abortos por ano, sendo que neste ano já há 25 registros de internações.

A cada dia, três meninas dão à luz no Paraná

Outros dados oficiais, extraídos do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC), mostram ainda que, no Paraná, registra-se por dia uma média de três partos com mães com idade entre 10 e 14 anos. Entre 2008 e 2018, último ano com dados disponíveis, foram registrados um total de 12.869 partos no estado com mães que são ainda meninas.

Por outro lado, a boa notícia é que os números têm apresentado significativa queda no estado. Em 2008, por exemplo, 1.336 mães com até 14 anos deram à luz. Em 2018, já foram 751, menor número da série histórica e que aponta para uma redução de 43,8% em 11 anos.

Os dados do Sistema de Informações Hospitalares do SUS, do Ministério da Saúde, mostram ainda que, em número absoluto, apenas oito unidades da federação apresentam mais registros de abortos em meninas na faixa etária analisada. São eles: São Paulo (4.155), Bahia (3.499), Rio de Janeiro (2.373), Pará (2.173), Minas Gerais (2.019), Pernambuco (1.958), Ceará (1.809) e Maranhão (1.659).

Entre os municípios paranaenses, além de Foz do Iguaçu com 55 casos, Curitiba apresenta o maior número de abortos entre meninas no período analisado, com 252. Na sequência aparecem as cidades de Cascavel (63), Ponta Grossa (60), Colombo (50), Guarapuava (38), Maringá (36), Paranaguá, São José dos Pinhais e Umuarama (31 cada).

No Brasil o abordo é permitido em três situações: quando a gravidez é decorrente de estupro; quando a gravidez representa risco de vida à mulher; e nos casos de anencefalia fetal (não formação do cérebro do feto).

(Da Redação com Folha Extra)

Seja o Primeiro a comentar on "Fronteira: FOZ REGISTRA 55 ABORTOS POR ANO EM MENINAS DE 10 A 14 ANOS. NO PARANÁ SÃO 104 CASOS"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*