Foz Cataratas cala o Rio Grande e se apresenta ao Brasil

Gigante. Assim foi o Foz Cataratas Futsal na tarde deste domingo (29) em Carlos Barbosa ao derrotar o time da casa por 7 x 4, garantindo a sua vaga na semifinal da Liga Nacional de Futsal.

O time assim registra o nome de seus integrantes na história. A cidade de Foz do Iguaçu chega a esta condição pela segunda vez em sua história. O Foz Futsal viveu isso no passado. Hoje o Foz Cataratas é o centro das atenções pelo que fez ao longo do ano na Liga Nacional e agora na semifinal enfrentará o Joinville, que também neste domingo se classificou ao vencer ao Atlântico. O primeiro confronto será em Foz do Iguaçu e o de volta em Santa Catarina.

Na partida a lamentar a falta de critério da arbitragem, no tocante à comemoração de gols. No final da primeira etapa, João Salla ao converter o tiro livre direto subiu na rede e comemorou com a torcida do Carlos Barbosa, sem receber a punição do cartão amarelo.

Já quando restavam 18.33 para o final do jogo, em situação idêntica, Canabarro fazia 5 x 1 para o Foz Cataratas e foi até a rede onde comemorou com o torcedor do Foz Cataratas. O árbitro Oscar Calheiros Cruz Filho aplicou cartão amarelo pela comemoração. Como o atleta já tinha sido punido anteriormente com o cartão amarelo, acabou sendo expulso.

Nem isso fez com que a classificação histórica fosse desfeita. O Foz Cataratas em partida onde se defendeu bem, mas em nenhum momento deixou de propor o jogo, venceu com autoridade e agora vai em busca da condição de ser finalista da Liga em seu primeiro ano de participação.

Para o Foz Cataratas marcaram no jogo, Canabarro (2), Leanderson, Feitosa, Elenilson, Léo Costa (2). Já para o Carlos Barbosa, que marcou três gols em bola parada e só um com jogada criada, marcaram João Salla (2), Kevin e Di Maria.

Na partida uma exibição de gala por parte de Léo Costa pelo Foz Cataratas, com destaque também para Gian Wolverine e Elenilson, além do golaço de Feitosa que viu o goleiro Léo Oliveira um pouco adiantado e chutou praticamente da sua área por cobertura, a bola foi no travessão, nas costas do goleiro e para a rede.

Fisicamente o time mostrou superação em final de temporada e taticamente foi superior em praticamente toda a partida, onde jogou propondo o jogo, a tal ponto que o último gol, restando 8 segundos mostra simbolicamente isso, pois Léo Costa roubou a bola próximo a área adversária e colocou na rede em belo chute.

A festa não pode ser pequena, simplesmente porque o fato é grande. O nome dos integrantes do Foz Cataratas passam a estar na galeria dos grandes do futsal em Foz do Iguaçu. No momento é comemorar e curtir a excelente conquista. Depois, bem depois, é recomeçar a mobilização para ir ao degrau mais alto que é a final, o que seria inédito na cidade.

Com Rádio Cultura

Seja o Primeiro a comentar on "Foz Cataratas cala o Rio Grande e se apresenta ao Brasil"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*