Alerta Vermelho: PANDEMIA EM FOZ DO IGUAÇU FAZ PREFEITURA DECRETAR TOQUE DE RECOLHER

Com 5555 infecções e 70 óbitos pela Covid-19, a partir desta segunda-feira (07), região central e bairros em “Alerta Vermelho” terão toque de recolher.

A Prefeitura de Foz do Iguaçu publicou na noite deste sábado, 05, três novos decretos para enfrentamento à pandemia. A partir desta segunda, 07, a região central bairros Maracanã, Porto Meira e Campos do Iguaçu estão em “Alerta Vermelho”. Isso significa que nestas áreas estão estabelecidas medidas mais rígidas de controle e prevenção ao novo Coronavírus por um período de até sete dias.

Os moradores deverão seguir o toque de recolher as 21hs, e o comércio e estabelecimentos gastronômicos, de serviços e atividades religiosas coletivas deverão fechar no máximo às 20h.

Das 21h às 5h, está apenas permitida a circulação de pessoas para: adquirir medicamentos, produtos médico-hospitalares e produtos veterinários; para comparecimento, próprio ou de outra pessoa, na condição de acompanhante, a consultas ou realização de exames médico-hospitalares, nos casos de problemas de saúde inadiáveis; para realização de trabalho, se exercer função nas áreas de saúde, segurança e assistência social; para retorno às suas residências, os trabalhadores que exerçam atividades fora do perímetro, cuja jornada extrapole o horário determinado.

Após às 20h, só estão autorizados a funcionar serviços essenciais 24 horas, sendo eles: farmácias e manipulação de fórmulas; clínicas veterinárias; segurança pública e privada, incluídas vigilância; serviços de assistência social e atendimento a população em estado de vulnerabilidade; serviços funerários; serviço de fiscalização pelos órgãos municipais, estaduais e federais; provedores de acesso às redes de comunicações, telecomunicação e internet; clínicas médicas e serviços de saúde; serviços de tele-entrega ou delivery, somente para medicamentos; meios de hospedagem.

Números da pandemia em Foz:

Foz do Iguaçu registrou neste domingo (06) o 70º óbito de paciente vítima da Covid-19. O paciente, de 87 anos, estava internado no Hospital Municipal Padre Germano Lauck. A Vigilância Epidemiológica do município confirmou também que neste domingo (06), 60 novos casos de COVID-19, totalizando 5.555 casos da doença no município.

Dos novos casos, 37 são mulheres e 23 homens com idades entre 1 mês e 83 anos. Dos 60 novos casos, 2 encontram-se internados e 58 em isolamento domiciliar.  Dos casos confirmados ativos, 163 estão em isolamento domiciliar com sinais e sintomas leves e 76 pessoas estão internadas. Do total de infectados pelo coronavírus, 5.246 pessoas já estão recuperadas.

Atividades no centro e os bairros da cidade:

Maracanã e Centro – Fica estabelecido que a partir desta segunda-feira (07), por um período de até sete dias, comércio, estabelecimentos gastronômicos, de serviços e atividades religiosas coletivas deverão fechar no máximo às 20h, no perímetro compreendido entre as seguintes vias:

I – Avenida Brasil com Avenida República Argentina;
II – Avenida República Argentina com Rua Alagoas;
III – Rua Alagoas com Rua Edmundo de Barros;
IV – Rua Edmundo de Barros com Avenida Brasil;

Campos do Iguaçu – No Campos do Iguaçu os estabelecimentos gastronômicos, de serviços e atividades religiosas coletivas deverão encerrar obrigatoriamente às 20h, no perímetro compreendido nas seguintes ruas: Rua Amazonas com Rua Araguaia; Rua Araguaia com Rua Paris; Rua Paris com Rua Montevidéu; Rua Montevidéu com Rua Xingu; Rua Xingu com Rua Airton Moreira; Rua Airton Moreira com Rua Paulo Schertner; Rua Paulo Schertner com Rua Javari; Rua Javari com Rua Amazonas.

Porto Meira – A mesma medida se estende ao Porto Meira com restrição de funcionamento das atividades não essenciais a partir das 20h nas seguintes vias: Avenida General Meira com Avenida Safira; Avenida Safira com Rua das Pitangueiras; Rua das Pitangueiras com Rua Herbet Barthel; Rua Herbert Barthel com Rua Carnaúba; Rua Carnaúba com Avenida General Meira.

Bloqueios – A fiscalização estará a cargo da Guarda Municipal, Defesa Civil, Vigilância em Saúde e Diretoria de Fiscalização do Município.

O descumprimento das medidas estabelecidas nos decretos será caracterizado como infração, com possibilidade de multas de até R$ 8 mil para empresas e pessoas físicas.

(Da Redação com AMN)

Seja o Primeiro a comentar on "Alerta Vermelho: PANDEMIA EM FOZ DO IGUAÇU FAZ PREFEITURA DECRETAR TOQUE DE RECOLHER"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*