VEREADOR DR. BRITO VAI À “GUERRA” VICE-PREFEITO COMUNISTA E SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DE FOZ

Vereador Dr Brito (Patriota), com Dm Dirceu Vigino, Bispo Diocesano, após a marcha pela família no dia 25Vereador Dr Brito, junto com bispo Dom Dirceu Vegini, na manifestação sábado (25), em favor do projeto que proíbe a ideologia de gênero nas escolas de Foz

O vice-prefeito de Foz do Iguaçu, Nilton Bobato (PCdoB), e o secretário Municipal de Educação, Fernando Ferreira Souza Lima, entraram na alça de mira do vereador Dr. Brito, em razão de ataques ao vereador pelas redes sociais.

O parlamentar pedirá, na sessão desta manhã (28) da Câmara de Vereadores, a convocação dos dois para que esclareçam, na sessão do dia 1º de dezembro próximo, o conteúdo das matérias que divulgaram nas redes sociais sob os títulos: “SOBRE MENTIRAS, ÓDIO, OPORTUNISMO E PRECONCEITO “, de autoria do vice-prefeito Bobato (foto ao lado), e “SOBRE AS FALÁCIAS DA IDEOLOGIA DE GÊNERO NAS ESCOLAS”, de autoria de Fernando Ferreira.

O vereador Dr Brito argumenta, no pedido de convocação, que o seu projeto de Lei para impedir o ensino da ideologia de gênero para as crianças das escolas municipais de Foz do Iguaçu foi classificado, no artigo de Ferreira, “como oportunismo escancarado de viés político ideológico, que tenta polemizar o assunto que por si só já é sensível, sob o FALSO PRETEXTO de defender a família quando, na verdade, pretende-se repercutir o senso comum, para revertê-lo em capital político e, consequentemente, votos”.

Já no outro artigo, o vice-prefeito critica a audiência pública convocada por Dr Brito para debater o assunto. Sem citar nomes, Bobato afirma: “vereador pré-candidato, que na sua ânsia de conquistar alguns votos, dissemina um discurso eleitoreiro, oportunista, carregado de ódio e preconceito… a audiência pública marcada para o dia 1º de dezembro está sendo convocada para gerar discórdia, rancor e trocar o modo por voto”.

A audiência pública, marcada para 1º de dezembro, foi aprovada pela unanimidade dos vereadores. E, no sábado (25), um grupo de manifestantes percorreu as ruas do centro de Foz em apoio à proposta de Brito.

“O que esse comunista (Bobato), omite, é que a Audiência Pública que eles tentam desqualificar, foi aprovada por unanimidade no nosso Legislativo, ou seja, não o ato não é só da vontade deste edil. Mais. Além deste vereador, outros 11 edis assinaram como coautores do projeto contra a Ideologia nas escolas, assim, os ataques do Bobato e do secretário de Educação, também se dirigem aos outros vereadores da Casa do Povo de Foz do Iguaçu e aos mais de 80% da população brasileira que é contra o ensino de Ideologia de Gênero para crianças nas escolas. Nossa proposta visa impedir que isso um dia possa ser implantado em nossa cidade. Não podíamos esperar outra coisa deste comunista que, quando vereador, defendeu a Ideologia de Gênero.”, afirma o médico e vereador Dr Brito.

 

(Com Reportagem de Vinicius Ferreira – Blog Não Viu)

Visualizar (abre em nova janela)

Seja o Primeiro a comentar on "VEREADOR DR. BRITO VAI À “GUERRA” VICE-PREFEITO COMUNISTA E SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DE FOZ"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*