SEGURANÇA DO VELÓDROMO É PRESO SOB SUSPEITA DE ESTUPRO DENTRO DA INSTALAÇÃO

Um segurança do Velódromo do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, foi preso em flagrante na madrugada deste domingo (31) suspeito de ter cometido estupro contra uma bombeira civil da arena.

Segundo a Polícia Civil do Rio, o segurança da empresa Gocil, terceirizada que presta serviço no local, teria estuprado a vítima enquanto ela dormia.

Em nota, a Gocil afirmou que vai colaborar com a justiça e que irá “aguardar a apuração dos fatos para tomar medidas definitivas e alinhadas com o que for justo e correto”.

Homens da Força Nacional prenderam o suspeito, que foi levado para a 16ª DP, na Barra da Tijuca, e autuado por estupro de vulnerável.

Procurada, a empresa Gocil informou que irá apurar os acontecimentos. A Folha ainda não conseguiu contato com o advogado do preso.

A Rio-2016, que organiza a Olimpíada, repudiou o ocorrido.

A organização afirmou possuir um código de conduta estrito, que é extensivo a todas as terceirizadas, orientadas a repassar os valores aos seus funcionários.

A organização informou que irá colaborar com as autoridades e espera que a legislação seja cumprida.

Com Folha

Seja o Primeiro a comentar on "SEGURANÇA DO VELÓDROMO É PRESO SOB SUSPEITA DE ESTUPRO DENTRO DA INSTALAÇÃO"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*