RATINHO RECEBERÁ ORÇAMENTO DE R$ 2,4 BILHÕES MENOR QUE O DE CIDA

Projeto de lei orçamentária para 2019 prevê receita de R$ 54,2 bilhões contra R$ 56,6 bilhões neste ano. Texto precisa ser aprovado pelos deputados estaduais

O governador eleito Ratinho Junior (PSD) vai assumir o Palácio Iguaçu com menos dinheiro em caixa. O orçamento recém-enviado à Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) pela atual governadora, Cida Borghetti (PP), prevê uma queda de pouco mais de R$ 2,4 bilhões no orçamento do estado para 2019. De acordo com o projeto de lei 493/2018, a estimativa é de que a receita total seja de R$ 54,2 bilhões – contra R$ 56,6 bilhões neste ano.

Após ter vencido a eleição em primeiro turno, Ratinho Junior viajou com a família e ainda não retornou a Curitiba. Por meio de sua assessoria, o governador eleito disse que ainda vai tomar conhecimento das contas e da proposta de orçamento do Paraná, antes de se manifestar. Oficialmente, o processo de transição do governo Cida para Ratinho vai começar nesta quarta-feira (17), às 10 horas, num encontro a portas fechadas entre os dois no Palácio Iguaçu.

Pelos números projetados pelo atual governo, as três principais demandas da população receberão mais recursos na comparação 2018-2019. A pasta da saúde terá o maior aumento (15,64%) e ficará com R$ 5,52 bilhões. Já na segurança pública, serão alocados R$ 4,125 bilhões (8,43% a mais). Na educação, a aplicação será de R$ 8,153 bilhões (crescimento de 6,6%) – o dado não leva em conta o orçamento de ciência, tecnologia e ensino superior.

A estimativa do projeto de lei orçamentária é que o Paraná termine 2019 com aumento de 2% do seu Produto Interno Bruto (PIB), mas com queda de arrecadação de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o que impactará na previsão de recursos para o ano que vem.

Já o orçamento das empresas públicas para investimentos terá um pequeno aporte – saltando de R$ 3,085 bilhões previstos neste ano, para R$ 3,128 bilhões em 2019. Apesar de ter o maior orçamento (R$ 1,5 bilhão), a Companhia Paranaense de Energia (Copel) deve ter menos recursos em relação a 2018, quando a previsão era de quase R$ 2 bilhões. Na Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), o orçamento deve ser maior: de R$ 840,6 milhões previstos para R$ 911,8 milhões.

O projeto orçamentário para 2019 ainda está tramitando na Comissão de Orçamento da Assembleia, e os deputados têm até o dia 6 de novembro para apresentar emendas ao texto. Depois disso, provavelmente em dezembro, a proposta será votada em plenário.

(Com Gazeta do Povo)

Seja o Primeiro a comentar on "RATINHO RECEBERÁ ORÇAMENTO DE R$ 2,4 BILHÕES MENOR QUE O DE CIDA"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*