QUASE 90% DOS JAPONESES APROVAM ABDICAÇÃO DO IMPERADOR, DIZ PESQUISA

Pesquisa divulgada nesta sexta-feira (12) aponta que 89% dos japoneses são favoráveis a uma mudança legal no país que permita ao imperador Akihito abdicar. Apenas 4% se opõem.

O levantamento realizou mil entrevistas entre terça (9) e quinta (11) e foi encomendado pelo jornal Nikkei e pela emissora TV Tokyo.

No início desta semana, Akihito, que tem 82 anos, fez um raro pronunciamento à nação e manifestou preocupação com sua capacidade de continuar exercendo a função.

Akihito não pronunciou a palavra “abdicação” em seu discurso, já que a Constituição o obriga a exercer o cargo até sua morte e usar este termo seria considerado um ato político, algo que está proibido desde a rendição japonesa na Segunda Guerra Mundial (1939-45). Ele assumiu o trono após a morte do pai, Hirohito, em 1989.

São o governo e o Parlamento que devem tomar a iniciativa para modificar a legislação atual da Casa Imperial, ou, eventualmente, criar uma lei específica de abdicação.

Com Uol

Seja o Primeiro a comentar on "QUASE 90% DOS JAPONESES APROVAM ABDICAÇÃO DO IMPERADOR, DIZ PESQUISA"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*