QUALIDADE DAS ÁGUAS, NO PARANÁ, SE MANTÊM NO LITORAL E MELHORA NO INTERIO

O terceiro boletim de balneabilidade da temporada, divulgado nesta sexta-feira (05) pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), demonstra que a boa qualidade das águas das praias do Estado tem se mantido.

Já o monitoramento feito na Costa Oeste e Norte do Paraná mostra que o único dos 17 pontos avaliados que não era recomendado para banho, agora se tornou próprio.

Segundo a análise, o Rio Paranapanema, em Primeiro de Maio, antes apontado como impróprio para banho, agora é considerado próprio. Isso ocorre porque a floração natural de algas que tornava o local não recomendado para banho se dissipou e não oferece mais riscos.

“Como um fenômeno natural, a floração de algas ocorre pela presença de nutrientes na água, possivelmente devido ao lançamento de esgoto, em conjunto com as condições de temperatura. Tendo em vista os episódios de chuvas ocorreu diluição de nutrientes, o que fez com que interrompesse a floração de algas, o que possibilita o contato primário com a água no local”, explica a diretora de Monitoramento Ambiental e Controle da Poluição, Ivonete Chaves.

(Com Agência de notícias do Paraná)

Seja o Primeiro a comentar on "QUALIDADE DAS ÁGUAS, NO PARANÁ, SE MANTÊM NO LITORAL E MELHORA NO INTERIO"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*