PARANÁ TERÁ 3ª MAIOR EXPECTATIVA DE VIDA DOS PÁIS ATÉ 2060, PROJETA IBGE

Performance feminina é o que alavanca número. Mulheres nascidas no estado só viverão menos, na média, do que as nascidas em Santa Catarin

No Paraná se vive bastante. E a expectativa é de que se viva mais. É o que apontam os dados da revisão 2018 da Projeção de População do IBGE, um estudo que estima padrões de crescimento populacional no Brasil nos próximos anos. De acordo com o levantamento, os nascidos no estado viverão até, em média, os 83,86 anos em 2060 – isso coloca o Paraná como o terceiro estado com maior longevidade, atrás de Santa Catarina (84,49 anos) e Rio Grande do Sul (83,91 anos).

Como comparação, a média nacional será de 81,04 anos e o pior desempenho será em Rondônia, com 77,07 anos.

E quando o recorte é somente entre as mulheres, a performance é ainda melhor. Em 2060, as paranaenses viverão até 87,04 anos, segunda melhor média, pouco abaixo dos 87,59 anos que viverão as catarinenses – líderes do ranking. Com os homens, a expectativa média de vida será de 80,69 anos. O estado ficará atrás de SC (81,54 anos) e RS (80,94).

Os números apontam uma melhora nos padrões paranaenses. Hoje, o estado tem uma expectativa média de vida de 77,66 anos. É um número situado entre os mais altos do país, mas ainda atrás de estados como Espírito Santo (78,79), São Paulo (78,62), Minas Gerais (77,73) e do Distrito Federal (78,62), além dos vizinhos do Sul, Santa Catarina (melhor nesse quesito também hoje, com 79,66 anos de média) e Rio Grande do Sul (78,29).

A melhora no perfil paranaense também dará folga à região Sul como a que tem maior longevidade. Hoje, os três estados tem uma expectativa média de vida de 78,35 anos, um número pouco maior do que a da região Sudeste (78,03). Em 2060, o resultado esperado para o Sul será de 87,13 anos de expectativa de vida para seus habitantes, um valor substancialmente maior do que o da região Sudeste (85,36).

População reduzirá a partir de 2047
Em todo o país, a população total projetada deve começar a reduzir a partir de 2047. Hoje, o Brasil tem 208,5 milhões. Esse número alcançará o patamar máximo de 233,2 milhões em 2047. A partir daí reduzirá a 228,3 milhões.

O Paraná seguirá um padrão muito parecido desta média nacional. Por aqui, a população que hoje está em 11,3 milhões de habitantes chegará ao limite de 12,5 milhões em 2046 até recuar para 12,3 milhões em 2060. Isso acompanhado em uma queda na taxa de fecundidade, que é uma das responsáveis por este recuo, como indicam os números do IBGE.

(Com Gazeta do Povo)

Seja o Primeiro a comentar on "PARANÁ TERÁ 3ª MAIOR EXPECTATIVA DE VIDA DOS PÁIS ATÉ 2060, PROJETA IBGE"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*