PARANÁ E EUA QUEREM AMPLIAR PARCERIAS EM SEGURANÇA NA TRÍPLICE FRONTEIRA

A ideia é trazer para o Paraná tecnologias americanas que contribuam com o fortalecimento das redes de inteligência das polícias Civil e Militar

O governador Carlos Massa Ratinho Junior se reuniu nesta quinta-feira (22), no Palácio Iguaçu, com o cônsul-geral dos Estados Unidos em São Paulo, Adam Shub, para debater possíveis parcerias que atendam as áreas de educação e segurança pública. A ideia é trazer para o Paraná tecnologias americanas que contribuam com o ensino de idiomas dos alunos das escolas estaduais e com o fortalecimento das redes de inteligência das polícias Civil e Militar.

Ratinho Junior explicou que além do programa Ganhando o Mundo, que oferecerá bolsas de intercâmbio a estudantes paranaenses, o Governo também prepara um programa para ofertar cursos de inglês a todos os alunos da rede estadual. “A prioridade do Governo é fazer o Ganhando o Mundo acontecer. Mas também buscamos por plataformas para o ensino de idiomas, e a expertise do consulado americano pode nos ajudar com esses projetos”, afirmou o governador.

Para o diplomata americano, um dos focos de cooperação é na área de segurança pública, principalmente na vigilância da fronteira paranaense com o Paraguai. “A troca de experiências é bem importante. Estive na semana passada em Foz do Iguaçu, passei pela fronteira entre Paraguai e Brasil. Temos que cooperar no monitoramento dessa área, com uso de tecnologia, boas táticas e compartilhamento de informações”, explicou Shub.

Concessões

O programa de concessões do Estado, que abre a possibilidade de parcerias público-privadas (PPP) em setores como infraestrutura, segurança e saúde, também foi destacado na reunião. “Fizemos o Paraná Day em Nova York, onde pudemos apresentar com sucesso as oportunidades de investimento no Estado a empresários americanos, como o pacote de concessões que o Governo prepara para a área de rodovias, que será o maior do Brasil”, disse o governador.

Ele também citou a concessão de quatro aeroportos paranaenses, que além de serem atrativos para a iniciativa privada também podem fortalecer o turismo no Estado. “Já temos redes internacionais investindo no Paraná, como o grupo Hard Rock, e queremos atrair mais turistas para conhecer nossas belezas”, disse Ratinho Junior.

“Paraná e Estados Unidos têm muita coisa em comum. Um grande interesse em fortalecer a segurança, a cooperação cultural para os paranaenses que querem estudar no País e, claro, a parte comercial”, ressaltou o cônsul. “O Estado é bem atrativo para investidores globais, sobretudo dos Estados Unidos, em setores como infraestrutura e agronegócio. Temos boas perspectivas para o futuro”, completou.

(Com Portal da Cidade)

Seja o Primeiro a comentar on "PARANÁ E EUA QUEREM AMPLIAR PARCERIAS EM SEGURANÇA NA TRÍPLICE FRONTEIRA"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*