PARANÁ AMPLIA ACESSO À CULTURA COM PROJETO DO TJ-PR

Diz a Constituição da República que é “competência comum da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios (…) proporcionar os meios de acesso à cultura”

E o Paraná deu ontem um importante passo nesse sentido. É que o Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) fechou um acordo de cooperação para ampliar e incentivar o acesso à cultura por crianças, jovens e adultos em situação de vulnerabilidade e que são atendidos pro projetos tocados pelo Judiciário.

A ação faz parte do projeto Rolê Cultural, desenvolvido pela 2ª Vice-Presidência do TJ-PR e que pretende incentivar a inserção de crianças, de adolescentes e de demais grupos em situação de vulnerabilidade social na cultura, como forma de emancipação, pacificação e melhora da sua qualidade de vida. Para tanto, o projeto cria parcerias públicas e privadas que incentivam o acesso de pessoas carentes a visitas guiadas a museus e pontos turísticos da cidade, a sessões históricas e clássicas de cinema, a peças de teatro, a concertos de música, entre outros.

Idealizador do Rolê Cultural, o segundo vice-presidente do TJ-PR, desembargador José Laurindo de Souza Netto, participou na manhã desta quarta-feira (4) da cerimônia realizada no Museu Paranaense que firmou a parceria. Na ocasião, explicou que, apesar de atender mais públicos, o foco principal do projeto são os jovens que participam de iniciativas do Tribunal, como o Jovem Promissor, que trabalha com crianças de abrigos de Curitiba, e o Geração Atitude, com estudantes de escolas públicas.

“A segunda vice-presidência atua na solução de conflitos da sociedade, e nós entendemos que a arte e a cultura são instrumentos de emancipação, que ajudam na solução de conflitos, trazem a reflexão e fomentam a autonomia das pessoas”, disse o desembargador José Laurindo.

Outra novidade que pode pintar em breve também é que o TJ-PR estuda firmar uma parceria com a Fundação Cultural de Curitiba para também levar os jovens aos espaços culturais da cidade.

“É um projeto importante para fomentar a educação para a memória, para o patrimônio e para entender o que nós somos. Os nossos meninos e meninas precisam ser preparados para contemplação do passado, para terem direito a um grande futuro”, afirmou o prefeito Rafael Greca.

(Com Bem Paraná)

Seja o Primeiro a comentar on "PARANÁ AMPLIA ACESSO À CULTURA COM PROJETO DO TJ-PR"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*