APÓS SER PRESA NA PECÚLIO E AFASTADA PELA JUSTIÇA, VEREADORA ANICE DEPÕE NO CONSELHO DE ÉTICA DA CÂMARA HOJE

Sejam bem-vindos ao Nossa Voz, a coluna mais bem informada sobre os bastidores da política de Foz do Iguaçu.

Contatos: nossavoz.foz@gmail.com 

APÓS SER PRESA NA PECÚLIO E AFASTADA PELA JUSTIÇA, VEREADORA ANICE DEPÕE NO CONSELHO DE ÉTICA DA CÂMARA HOJE

Presidentes da ACIFI, OAB, Observatório Social e do Movimento Laico da igreja Católica Também deverão ser ouvidos nesta segunda pelo Conselho de Ética

O Conselho de ética da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, começa nesta segunda-feira (3), a partir das 14h, as oitivas dos parlamentares presos na Operação Pecúlio, afastados do mandato pela Justiça e que foram representados no Legislativo por Quebra de Decoro Parlamentar. O primeiro depoimento será o da vereadora Anice Gazzaoui (PTN). Amanhã, terça-feira, será a vez do vereador Darci Siqueira (PTN).

O relator do Conselho de Ética, vereador Celino Fertrin, destaca que o Conselho notificou os vereadores representados naquele Conselho e que foi pedida autorização ao Judiciário para que tais edis pudessem comparecer às oitivas.

Também serão ouvidas na tarde hoje, as testemunhas do Representante contra os vereadores denunciados no Conselho de Ética da Câmara, José Reis. Foram arrolados como testemunhas por ele, José Reis, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Valter Domingos; o presidente da ACIFI, Leandro Costa; o presidente do Observatório Social, Juliano Bicicgo; o presidente do Movimento Laico da Igreja Católica, Gilberto dos Santos e a advogada do mesmo movimento, Elizângela Lazaretti.

A presidente do Conselho, vereadora Nanci Rafagnin Andreolla, explicou que os edis denunciados terão amplo direito de defesa e que, além deles, deporão suas testemunhas de defesa, como ocorrerá hoje no caso da vereadora Anice Gazaoui.

O procedimento adotado na oitiva será o seguinte: no início será aberto à imprensa para fazer tomada de imagens e em seguida os depoimentos serão fechados.  A Comissão de Ética entende que os depoimentos, até que todos sejam feitos na Comissão, deverão ser mantidos em sigilo, para que o que for colhido nas declarações de uma determinada testemunha, não possa influenciar nos depoimentos de outro depoente.

Programação das Oitivas:

03/04/2017 – 13h – Testemunhas do denunciante

03/04/2017 – 14h- Anice e testemunhas

04/04/2017 – 14h – Darci DRM e testemunhas

05/04/2017 – 8h – Edílio Dall´Agnol e testemunhas

05/04/2017 – 16h – Luiz Queiroga e testemunhas

10/04/2017 – 8h30min – Rudinei de Moura e testemunhas

Composição do Conselho de Ética :

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar é presidido pela vereadora Nanci R. Andreolla (PDT); a vice-presidência é de Marcio Rosa (PSD); Celino Fertrin (PDT) – relator desse projeto; João Miranda (PSD) e Protetor Jorge (PTB) completam como titulares o Conselho.

CHICO BRASILEIRO CONFIRMA AMPLO FAVORITISMO E É ELEITO PREFEITO DE FOZ DO IGUAÇU

O candidato do Chico Brasileiro (PSD) foi eleito prefeito de Foz do Iguaçu neste domingo (2). De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Chico Brasileiro somou 69.469 votos (56,35% dos válidos) e Phelipe Mansur (Rede), o segundo colocado, 38.039 votos (30,85%). O resultado final foi divulgado às 18h06.

O novo prefeito deve assumir o comando do executivo local até o dia 20, conforme o calendário estipulado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O vice é o ex-vereador Nilton Bobato.

Os dois se reúnem com a prefeita interina, hoje segunda-feira (3) a partir das 9h30. “Vamos colher as primeiras informações para já poder iniciar a transição. Precisamos conhecer a realidade das contas do município de perto e elaborar um plano emergencial para ser aplicado já a partir da posse. Não temos muito tempo a perder. Foz do Iguaçu já sofreu demais e agora precisamos unir forças e começar a trabalhar”, comentou o prefeito eleito.

Brasileiro disputou as eleições em outubro de 2016 e obteve 54.488 votos. Na ocasião, o primeiro colocado, com 58.163 votos, foi o ex-prefeito Paulo Mac Donald Ghisi, que não pôde assumir porque estava com a candidatura impugnada. A decisão foi confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que convocou novas eleições municipais.

Como os votos de Mac Donald não foram contabilizados e o resultado do pleito foi invalidado, desde o dia 1º de janeiro a prefeitura vem sendo comandada interinamente pela presidente da Câmara Municipal, a vereadora Inês Weizmann (PSD).

Antes, o Executivo local estava a cargo da vice-prefeita, Ivone Barofaldi (PSDB). Ela assumiu o cargo após o afastamento do então prefeito Reni Pereira (PSB), preso pela Polícia Federal durante a 4ª fase da Operação Pecúlio. Ele é réu em ações penais que apuram um esquema de corrupção comandado pelo ex-prefeito.Depois de acompanhar a apuração com a família em casa, o prefeito eleito, apoiadores de campanha e eleitores iniciaram a comemoração da vitória em uma casa de shows da cidade antes de seguirem para o Centro da cidade.

Propostas

A chapa “Foz Levada a Sério” é composta por sete partidos: PSD, PCdoB, PP, PRTB, PEN, SD, PRB, PRP, PNM e DEM. Durante a campanha, o candidato afirmou em programas eleitorais e entrevistas que pretende priorizar a saúde pública. Entre as medidas está a agilização de exames, consultas e cirurgias e a ampliação da cobertura das equipes da Saúde da Família. Chico pretende também recuperar a malha viária da cidade e implantar um novo sistema de transporte público.

Sobre Chico Brasileiro

Francisco Lacerda Brasileiro, o Chico Brasileiro, foi eleito deputado estadual em 2014 com 50.930 votos. Foi vereador por dois mandatos (2000 e 2004), vice-prefeito de Foz do Iguaçu (2008) e secretário municipal de Saúde.

Nascido em Piancó, na Paraíba, mora em Foz do Iguaçu desde 1990. É formado em odontologia e afirma ter sido idealizador do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, o único público da cidade.

Veja o resultado completo das eleições

Chico Brasileiro (PSD): 69.469 (56,35%)
Phelipe Mansur (Rede): 38.039 (30,85%)
Tenente Coronel Jahnke (PTN): 8.801 (7,14%)
Osli Machado (PPS): 3.770 (3,06%)
Marcelino de Freitas (PT): 2.106 (1,71%)
Irinei Ribeiro (PV): 1.105 (0,90%)
Votos em branco: 7.029 (5,02%)
Votos nulos: 9.683 (6,92%)
Abstenções: 26.224 (15,78%)
Comparecimentos: 140.002 (84,22%)

Com O IGUASSU

__________________

NOSSA VOZ NA CIDADE

É HOJE: domingo (05-03), a partir dás 10h, você confere Conversa de Gente Grande no programa NOSSA VOZ NA CIDADE, com Irineu Ribeiro (candidato a prefeito de Foz pela Coligação Reconstruir Foz), Marcelino de Freitas (candidato a prefeito de Foz pelo PT) e o secretário municipal de Comunicação, Whashington Sena, que explicará o encerramento do convênio entre o PROVOPAR e a prefeitura. Participe pelos números de WhatSapp: (45) 99802-4342 ou 99108-4480. Ouça o programa pela internet, pelo link: http://tudoradio.com/player/estado_iphone/1/991

NOSSA VOZ NA CIDADE

Neste domingo (26), a partir dás 10h, você confere Conversa de Gente Grande no programa NOSSA VOZ NA CIDADE, com Joel de Lima (secretário Municipal de Saúde), Sadi Buzanelo (presidente do Conselho Municipal de Saúde) e Ademir Ferreira (diretor da 9ª Regional de Saúde do Paraná), Entrevistaremos também o Coronel Jahnk, candidato a prefeito pela Coligação “Resgata Foz” (PTC, PROS, PSC, PSB e PTN) na Cidade FM – 100.1. Participe pelo WhatSapp: (45) 99108-4480.

__________________

__________________

COMISSÃO PROCESSANTE PARA CASSAÇÃO DE VEREADORES DA PECÚLIO NA PAUTA DE HOJE NA CÂMARA MUNICIPAL

Necessitando apenas de maioria absoluta (8 votos) para ser aprovada, faz parte da pauta de hoje na Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, a Representação do Cidadão José de Oliveira Reis Neto, que pede Comissão Processante por Quebra de Decoro Parlamentar, contra os vereadores Anice Gazzaoui (PTN); Darci DRM (PTN); Edilio Dal Agnol (PSC); Luiz Queiroga (DEM) e Rudinei de Moura (PEN), presos pela Operação Pecúlio e atualmente afastados do exercício de seus respectivos mandatos.

O quórum de 8 votos necessários para a decisão pela cassação ou não de vereadores na Câmara Municipal, é definido pelo Inciso XX do Art. 12 da Lei Orgânica do Município, que assim define como atribuição do Legislativo local: “Art. 12 … XX – decidir sobre a perda de mandato de Vereador por maioria absoluta, nas hipóteses previstas nesta Lei Orgânica; (Redação dada pela Emenda à Lei Orgânica nº 42/2014)”.

A representação contra os vereadores que estão afastados do exercício do mandato, foi feita por José Reis, atendendo pedido do vereador Dr. José Luiz de Brito, edil considerado. por parecer jurídico do Legislativo Iguaçuense, como estanho impedido de representar contra os vereadores presos pela “Pecúlio” e que, por isso, não teve acolhida na Casa de Leis, pedido anterior de Comissão Processante contra os vereadores impedidos de exercer o mandato, pedido aquele, semelhante ao agora em trâmite na Câmara por propositura de Reis.

“Tão logo soubemos do parecer contrário do jurídico da Câmara Municipal na segunda-feira (13) contra nossa representação, pedimos a nossa assessoria técnica de gabinete, para que fosse elaborado uma nova representação com base no Parágrafo Primeiro do Art. 8º do Código de Ética da Casa de Leis, o mesmo que usamos em nossa representação não acolhida, e pedimos colaboração do José Reis – Cazuza, responsável pela comunicação social de nosso mandato, para que ele apresentasse a nova representação, na condição de cidadão não ocupante de cargo eletivo. Ele, que concordou com nossa iniciativa e com o teor da representação elaborada por nosso gabinete, protocolizou a mesma na nossa Câmara Legislativa na manhã do dia 14.”, explica o vereador Dr. Brito.

Da Redação / Foto: Arquivo O IGUASSU.

_________________

“Poizé”. EX-PREFEITO PAULO MAC DONALD NA CÂMARA MUNICIPAL, FALANDO DE CARGOS COMISSIONADOS

Depois de ter em seus 8 anos ininterruptos de mandato como prefeito com algo em torno de 400 cargos nomeados sem concurso público e o fato de não ter agido contra a nomeação desse tipo de cargo comissionado na Câmara Municipal, eis que o ex-prefeito de Foz, Paulo Mac Donald, resolveu que tem condições morais de veementemente criticar essas nomeações feitas hoje. Com esse discurso de “faça o que eu falo, não faça o que fiz”, Mac Donald deve ir perambular na Câmara Municipal nesta quarta-feira (15). Claro que as críticas são somente em relação as nomeações de agora, pois no tempo dele, tudo bem, né Méc???

A La Mac Donald. TODOS POR FOZ, DESDE QUE SEJA EU OU QUEM EU MANDAR

Numa tentativa de se manter como o “grande mestre” no cenário da disputa para prefeito de Foz do Iguaçu, o ex-prefeito Paulo Mac Donald, andou tentando demover Chico Brasileiro (PSD) e Phelipe Mansur (Rede, pelo menos até a eleição para prefeito…) de suas pré-candidaturas a chefia do Executivo da Terra das Cataratas. Mac Donald queria a renúncia deles em prol de um “consenso” pela cidade, consenso esse em torno, claro, de nomes indicados por ele, mais especificamente, Joane Vilela (PDT e ex-secretária de Educação de Mac Donald) ou Ruberlei Santiago (PP, ex-secretário de Obras de Mac Donald) e, não podia dar outra, o intento do ex-prefeito “faiô”…

PDT DE FOZ FARÁ CONVENÇÃO PARA CANDIDATURA PRÓPRIA OU NÃO

Vereadora Nanci poderá ser escolhida como candidata do PDT a prefeito de Foz

A convenção do PDT iguaçuense, ainda presidido pelo ex-prefeito Paulo Mac Donald, realizará convenção na próxima sexta-feira (17), com um grande dilema a resolver: ter candidatura própria a prefeito de Foz, como quer o comando nacional do partido (que determina que haja candidato próprio em cidades onde houver viabilidade para tanto) ou não. Uma ala do PDT/Foz quer candidatura própria e esse nome é da vereadora Nanci Rafagnin Andreolla. Outro grupo, comandado por Paulo Mac Donald, prefere ser coadjuvante no processo e indicar o lugar de vice numa chapa com Phelipe Mansur (Rede). Segundo minhas fontes, a vereadora Nanci tem maioria dos votos no diretório do PDT e, portanto…

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

Paulo Mac Donald, com as articulações para viabilizar Joane Vilela para vice na chapa de Mansur (ou de quem quer que seja) estaria “vendendo” o que não pode entregar?

A Noiva da Vez. GOVERNADOR BETO RICHA É O APOIO MAIS DESEJADO EM FOZ

Beto Richa, o “mais querido”, para candidatos a prefeito de Foz

Se engana quem pensa que o apoio mais desejado pelos candidatos na disputa para prefeito de Foz, a realizar-se no próximo dia 2 de abril, é um forte nome para vice e/ou partido. Na verdade, todo mundo quer é o apoio do governador Beto Richa (PSDB). Todos os grupos políticos sabem que o governo do Paraná é a solução para o “calcanhar de Aquiles” da gestão do município: os custos de manutenção do Hospital Municipal Germano Lauck e, claro, o bom tempo de TV do PSDB também conta…

Anotem: O apoio de Richa será para Phelipe Mansur ou Nanci Rafagnin Andreolla, com maior chance para o primeiro nome citado, haja vista um “acerto” no qual Mansur deverá deixar o Rede após a eleição de abril, e se filiar ao PSDB, quer seja como prefeito eleito, quer seja como candidato a deputado, em caso de nova derrota na disputa para o Executivo local. Tudo indica que Chico Brasileiro (PSD), não contará com o apoio do governador na disputa para prefeito de Foz.

Última Hora. POR ORDENS VIDAS DE CURITIBA, PSDB, DEM E PPS E JUNTOS EM FOZ ?

No final da noite desta terça-feira, 14, recebemos uma ligação de uma fonte palaciana de Curitiba, dando conta que teria havido ontem uma reunião comandada pelo “cacique tucano” Valdir Rossoni (deputado federal eleito pelo PSDB, atualmente no comando da Casa Civil do governo Beto Richa), o encontro no qual ficou definido que o PSDB, DEM e PPS estarão juntos nas eleições de abril em Foz do Iguaçu. Resta saber com quem, mas tudo indica que há uma preferência pelo nome de Phelipe Mansur.

Ser ou Ser. SIDNEI PRESTES (PRB), SIM OU SIM, DEVERÁ DISPUTAR PREFEITURA DE FOZ

Se “missão dada, é missão cumprida”, o presidente do PRB/Foz, o advogado Sidnei Prestes, deverá ser ungido pelo partido como candidato a prefeito nas eleições de 02 de abril, afinal, o comando nacional do PRB, definiu que é estratégico para o partido ter candidatura própria a prefeito em Foz do Iguaçu e, “como quem pode, manda e quem tem juízo, obedece”, Prestes deve vir firme e forte (e respaldado pela estrutura do partido, que não é fraca) …

Camaradas. TRADICIONAL PARCERIA PARTIDÁRIA, PCDOB E PT DEVEM SE UNIR POR DISPUTA PELA PREFEITURA DE FOZ

O comunista Nilton Bobato, deverá ser candidato a prefeito de Foz

Outra candidatura que tem grande chance de vingar” em Foz, é a do comunista Nilton Bobato (PCdoB), que já contaria com o apoio do PT (partido que, individualmente, possui o maior tempo de TV na propaganda eleitoral). PT e PCdoB são tradicionalíssimos parceiros políticos e em Foz, pelo visto, não será diferente. Bobato é o nome para a “cabeça de chapa” e o PT deverá indicar o vice para o comunista, nome esse que, provavelmente, será o do ex-policial federal, Marcelino Vieira de Freitas.

E O CORONEL JAHNK ?

Nome muito bem visto por todos os grupos políticos iguaçuenses e pela sociedade local em geral, o vereador em exercício de mandato, Marcos Antonio Jahnk (PTN), é nome que não se pode desprezar no presente cenário eleitoral. Jahnk vem recebendo muitos apoios nos últimos dias para a disputa de 02 de abril e poderá ser nome na disputa pela Chefia do Executivo Municipal e, se ele quiser (e o grupo que o apoia deixar…), até um forte nome como vice de uma das principais candidaturas que deverão se confirmar, após as convenções partidárias nessa semana.

Não Deu. GILMAR PIOLLA NÃO PODERÁ DISPUTAR ELEIÇÃO EM FOZ

E a decisão do TER/PR marcando a eleição de prefeito de Foz do Iguaçu para o dia 02 de abril, inviabilizou, por apenas 07 dias, uma possível candidatura de Gilmar Piolla na disputa para prefeito da Terra das Cataratas. Piolla só completará o prazo mínimo legal para tal disputa, no dia 09 de abril (dia do aniversário dele), uma semana depois do dia marcado para o pleito.

Não Deu II. TÉRCIO ALBUQUERQUE TAMBÉM NÃO PODERÁ DISPUTAR ELEIÇÃO EM FOZ

E a decisão do TER/PR marcando a eleição de prefeito de Foz do Iguaçu para o dia 02 de abril, fez outra “vítima”: o ex-prefeito de Foz, Tércio Albuquerque (PPS), que tentava entrar na disputa. Tércio, por não estar com o prazo mínimo de domicilio eleitoral na cidade, conforme disposto na legislação vigente, está fora do pleito. Liga não, prezado e estimado Tércio, pode ter sido, na verdade, “Livramento” para você…

Favoritismo. CHICO BRASILEIRO SÓ PODE PERDER PREFEITURA DE FOZ PARA ELE MESMO

Falem o que quiser, mas a decisão do Tribunal Eleitoral do Paraná, de que a eleição complementar para prefeito de Foz seja no dia 02 de abril, favoreceu demais o nome de Chico Brasileiro (PSD) na disputa, afinal, enquanto ele, Chico, já vem com seu grupo quase que totalmente definido e com expressivo respaldo de uma forte votação em outubro do ano passado, os demais postulantes ainda estão correndo contra o tempo para viabilizar seus nomes, bem como apoios e coligações.

Em suma, seria mais justo que esse pleito fosse realizado, pelo menos, por volta de junho, mas, será em abril e, assim sendo, o Chico pode encomendar um terno novo, salvo perca para ele mesmo, o que também é muito improvável…

Em Tempo: Antes que alguém pergunte a razão de disputa para prefeito de Foz com o cenário acima aqui descrito (com Chico preparando o terno…), respondemos: já começou a “corrida” para as eleições de 2018 (deputado, senador e governador) e a eleição complementar na Terra das Cataratas, também habilitará (ou desabilitará…) nomes para esse outro pleito eleitoral…

Céu de Brigadeiro. VICE, É O QUE FALTA PARA A CHAPARA DE CHICO BRASILEIRO

Com todos os ventos favoráveis para sua eleição, graças a Justiça Eleitoral também, e com o nome do vereador Gessani não sendo mais opção necessária como vice, Chico Brasileiro (PSD) tem agora, total liberdade para optar por um novo nome para vice em sua chapa para a disputa de prefeito de Foz. O PTB está de olho na vaga e já tem até nome para a mesma: o jovem empresário, Matheus “Vermelho” Coguetto, mas existem outros postulantes…

E O CHINA DA MOTINHA….

E quem continuar com suas articulações tentando viabilizar seu nome para disputar a eleição para prefeito de Foz pelo PPS, é o carismático e incansável, “China da Motinha”. Uiii !!!

Primeiro Round. PEDIDO DE CASSAÇÃO DE CINCO VEREADORES PRESOS NA “PECÚLIO” FOI ENGAVETADO NA CÂMARA MUNICIPAL

Com um muito, digamos, “questionável” parecer jurídico da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, foi engavetada a representação com pedido de Comissão Processante por quebra de decoro contra cinco vereadores presos na Operação Pecúlio e afastados do exercício do mandato. No tal parecer, para que se tenha uma ideia de como jurídico do Legislativo tratou a questão, sequer foi feita citação da Resolução 123/2016 (Código de Ética e Decoro Parlamentar), resolução pela qual o vereador Dr Brito (PEN), autor da representação citada, formalizou a respectiva inciativa engavetada.

Segundo Round. NOVA REPRESENTAÇÃO CONTRA VEREADORES DA PECÚLIO JÁ TRAMITA NA CÂMARA

Tão logo se tornou público (na tarde de segunda-feira, 13) que o jurídico da Câmara elaborou parecer contrário a representação do vereador Dr. Brito contra os vereadores presos pela Pecúlio e afastados do mandato, uma outra representação, que originalmente teria sido elabora para pelo jurídico da Câmara para que um vereador eleito representasse contra os vereadores da Pecúlio.

A nova demanda foi protocolizada por José Reis, o Cazuza, no início da manhã desta terça-feira, 14, antes mesmo do engavetamento, durante a Sessão Ordinária do dia (14), que engavetou a demanda de inciativa do Dr. Brito contra os tais edis. Ou seja, os nobres edis, não conseguiram afastar deles o “cálice”…

Outra representação também não deverá deixar engavetada a questão dos vereadores da “Pecúlio”: o Conselho de Laicos da igreja católica, movimento ligado a diocese de Foz, também deverá, por meio de integrante da organização, representar na Casa de Leis, pedindo Comissão Processante par os vereadores que se encontram afastados do mandato por ordem judicial. Voltaremos ao assunto aqui na coluna.

Em Tempo: Sessão Ordinária é um nome bastante adequado para definir as plenárias que acontecem no Legislativo iguaçuense, até por algumas decisões lá tomadas…

A CP pode resultar na cassação do mandato de Anice Gazaoui (PTN), Darci DRM (PTN), Edílio Dall A’gnoll (PSC), Luiz Queiroga (DEM) e Rudinei de Moura (PEN). O vereador também requereu a abertura de cinco CPI´s em cima de contratos como do serviço de coletiva de lixo e de saneamento da Sanepar por suspeitas de desvio de recursos públicos para alimentar o suposto esquema de corrupção desvendado na Operação Pecúlio.

TRF4 REVOGA PRISÃO DE VEREADORES REELEITOS SOB PAGAMENTO DE FIANÇA

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) concedeu ontem (14) parcialmente a ordem de habeas corpus em favor dos vereadores reeleitos de Foz do Iguaçu  Edílio Dall’Agnoll, Darci Siqueira e Luiz Augusto Queiroga. Eles foram presos durante a 5ª fase da Operação Pecúlio, realizada em dezembro de 2016.

A 7ª Turma permitiu a substituição da prisão preventiva pelo pagamento de fiança de R$ 100 mil e afastamento da função pública. Os vereadores também estão proibidos de ter contato com os outros réus e de ter acesso à prefeitura de Foz do Iguaçu. No último dia 31 de janeiro, a 7ª Turma havia mantido a prisão dos três vereadores, liberando apenas o vereador Rudinei Moura, que estava com a esposa hospitalizada.

Na ocasião, foi concedido em parte habeas para os ex-vereadores Fernando Henrique Duso, Paulo Ricardo da Rocha, Hermógenes de Oliveira e Paulo Cesar Queiroz e para o ex-secretário Juarez Silveira dos Santos, também substituindo a prisão por medidas cautelares.  A vereadora Anice Gazzaoui teve o recurso no TRF4 julgado prejudicado no dia 7 de fevereiro, pois o Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu habeas corpus em seu favor.

(Com Gazeta Diário / Foto: Kiko Sierich)

“Éprácabá”. FACTÓIDE CIBERNÉTICO TENTA DAR PATERNIDADE INDEVIDA POR OBRAS NO AEROPORTO DE FOZ

Piolla, desmente factóide dizendo que Giacobo foi o responsável pelas articulações que viabilizaram obras do Areporto de Foz

Na semana passada, divulgamos aqui na coluna que o homem forte do Trade do Turismo de Foz, o superintendente de Comunicação de Itaipu, Gilmar Piolla, divulgou em entrevista na imprensa local no dia 02 deste mês, que o poderoso deputado federal Fernando Giacobo (PR), foi o responsável por articulações de todo o processo que viabilizou significativas reformas no Aeroporto de Foz do Iguaçu, benfeitorias entre as quais estão projetados, quatro finger´s (pontes elevadas de embarque); “repaginação” do terminal de passageiros (com o embarque passará para o piso superior do aeroporto); ampliação do saguão de entrada; novas esteiras de bagagens; recape da pista de pousos e decolagens.

Pois bem, uma antenada leitora desta coluna de informação e opinião, entrou em contato conosco na noite de ontem, dando conta que um notório mentiroso do ciberespaço da Tríplice Fronteira, plantou (no clipping digital de notícias de outros, espaço cibernético que ele chama de “blog”) que as conquistas divulgadas pelo Piolla e novamente hoje aqui reiteradas, seriam resultado da ação do também atuante deputado federal Alfredo Kaefer (PSL), o que, claro, não é verdade. Em que pese o interesse de Kaefer sobre o assunto, “a César o que é de César”, e o Piolla deixou claro: essa conquista, a bem da verdade, vai para a conta de Giacobo e “zéfini”…

_________________

DR BRITO ENTRA COM PEDIDO DE CASSAÇÃO DE CINCO VEREADORES PRESOS NA “PECÚLIO”

Em um dos primeiros atos como vereador, o suplente empossado na terça-feira, Dr Luiz José de Brito (PEN) protocolou representação com pedido de Comissão Processante por quebra de decoro contra cinco vereadores presos na Operação Pecúlio.

A CP pode resultar na cassação do mandato de Anice Gazaoui (PTN), Darci DRM (PTN), Edílio Dall A’gnoll (PSC), Luiz Queiroga (DEM) e Rudinei de Moura (PEN). O vereador também requereu a abertura de cinco CPI´s em cima de contratos como do serviço de coletiva de lixo e de saneamento da Sanepar por suspeitas de desvio de recursos públicos para alimentar o suposto esquema de corrupção desvendado na Operação Pecúlio.

Em conversa com a Gazeta Diário, o vereador Dr Brito afirmou que está apenas exercendo o dever de fiscalização, “priorizando os assuntos que são os maiores clamores dos cidadãos iguaçuenses e das organizações da sociedade civil”.

Também acrescentou que a atitude vem para “demonstrar claramente que a atual legislatura da Câmara não possui nenhum compromisso maior do que atender os anseios da sociedade, legislando e fiscalizando a coisa pública e, para tanto, o decoro e a boa imagem do legislativo precisam ser preservados”.

(Com Gazeta Diário – Elson Marques / Foto: Arquivo)

__________________

PEC/2017

Por Jair Portela*

Esta não será uma Proposta de Emenda à Constituição, enviado ao Congresso pelo executivo ou por algum dos 513 privilegiadíssimos mamadores do erário brasileiro. A proposta desta PEC é trancar a pauta, receber emendas, substitutivos e discussões, afinal, nasce com o objetivo de propor temas recorrentes e instigantes. Assuntos que envolverão política, esporte e outros tantos relativos à cidade. Portanto, vamos ao que interessa, e não se apiedem.

Teta Brasil

Política: Não fiz referência alguma sobre a morte da mulher do Lula. Afinal, é uma pessoa como tantas, que nascem e morrem todos os dias, e que passou pela vida pública apenas para usufruir de suas benesses. Como primeira-dama, talvez tenha sido melhor o seu anonimato. Não seria nada diplomático ouvi-la encaminhar projetos ao mesmo lugar onde costumava mandar o povo enfiar panelas.

Repudiei, no entanto, onde e como pude algumas manifestações não cristãs, agressivas ou jocosas, quando de sua morte, porque se trata de alguém que tinha seus afetos. Por outro lado, causou nojo o aproveitamento político que foi dado por simpatizantes da causa-Lula, com amplo aproveitamento nas redes sociais, e o patético discurso feito pelo viúvo à beira do caixão da mulher, a quem reclamava e exigia respeito, sendo que ele próprio não dava.

Não dava e não deu até o seu último momento. O velório era dela; a protagonista era ela, mas quem diz que Luiz Inácio ia perder a oportunidade de brilhar?

Com a escassez das palestras milionárias que diz que fazia, é provável que Lula passe a faturar com esse novo produto “discurso de velório”. Vai desempregar carpideiras.

Enfim, Dona Mariza Letícia, saiu da vida para entrar na história assim como veio: despercebidamente.

Esporte: Enquanto rola o “esquenta” por aqui no país do futebol, com a realização dos deficitários campeonatos regionais, a gente lava os olhos com os europeus. Tenho visto aquilo que todos imaginávamos: o “boom” do menino Gabriel de Jesus, carinhosamente apelidado por Tite de “animal”. Vindo de quem veio é uma reverência.

Técnica, velocidade e força, são fundamentos que fazem dele, em um ambiente tão competitivo como é o europeu, não só o animal dito pelo técnico da seleção brasileira; faz com que se consolide a promessa de craque. E fará, por certo, com que venha dividir com Neymar, o protagonismo da nossa seleção.

Não posso deixar de fazer uma referência ao senhor Thomas Edward Patrick “Tom” Brady Jr, “a lenda”. Para quem gosta do super bowl, foi um jogo épico, com uma virada histórica do Patriots. Lembro, entretanto, que por trás de uma grande lenda, sempre há outra grande lenda.

Cidade: ouvi atentamente e na íntegra a entrevista da alcaidessa de plantão, em A NOSSA VOZ NA CIDADE. Fiquei bem impressionado com ela. Passei a percebê-la com uma guerreira que caiu de paraquedas em um campo minado. Suas tarefas não contemplam planos de desenvolvimento, uma vez que, por despercebida, talvez nem tivesse, e caso tivesse, não teria tempo para implantá-las.

Tem de tapar buracos, e buracos bem mais profundos que aqueles que atormentam suspensões, pneus e amortecedores. Mas também não terá tempo suficiente para isso, uma vez que não há no mundo substâncias que possam, em um lapso tão exíguo, obturar nossas crateras administrativas. E na contramão tem também o ranço dos nanicos, que não percebem que a tarefa de transição jogada no colo de D. Ines depende do apoio e união de todos.

Não vejo D. Inês Weizemann como um partido governando a cidade. Não foi isso o que as urnas mandaram fazer. E que se fosse esse o caso, deveria receber a cordialidade informal oferecida pelos ares republicanos dos “primeiros 100 dias de governo”, tempo para assentar o pelo. Ela apenas aceitou uma tarefa representativa temporária que, da sua maneira, está tentando levar a bom termo.

Boa vontade e um “Pai Nosso”, vez por outra, só faz bem. Se liguem!

* Jair Portela (foto de arquivo pessoal), hoje está, interinamente e improvisadamente aqui “comandando” a coluna Nossa Voz, em razão de um pequeno mal estar do titular deste espaço. Portela passa, a partir de agora, a integrar o “team” do portal O IGUASSU, onde terá uma coluna própria para interagir com a audiência do citado portal de notícias.

__________________

“A NOSSA VOZ NA CIDADE”

Na apresentação do “Nossa Voz na Cidade”, Márcio Queiroz e José – Reis Cazuza

Neste domingo, 05 de fevereiro, estreamos o programa “A Nossa Voz na Cidade”, transmitido pela tradicional Rádio Cidade FM (100,1) de Foz do Iguaçu.

Inês Weizemann, prefeita de Foz do Iguaçu, Ademir Ferreira da 9ª Regional de Saúde e o promotor de Justiça e diretor da UNIFOZ, Francisco Marchioratto, no “Nossa Voz na Cidade”

Compartilhando a apresentação do programa com o jornalista Márcio Queiroz (também no comando do programa), tivemos a honra de entrevistar a prefeita em exercício de Foz do Iguaçu, Inês Weizemann (PSD), bem como o diretor da 9ª Regional de Saúde do Governo do Paraná, Ademir Ferreira, e o promotor de Justiça, Francisco Marchioratto, que também é um dos diretores da UNIFOZ, importante instituição de ensino superior na Terra das Cataratas.

O presidente do “Azulão da Fronteira”, Arif Osman, também prestigiou a estreia do programa

Também passaram pelo programa diversos amigos e personalidades da cidade, dentre elas o presidente do Foz Futebol, Arif Osman; o diretor de gabinete da prefeitura local, José Ruy Alexandre; o médico Luiz José de Brito, o Dr. Brito (que nesta terça, 07, assume o exercício da vereança no Legislativo iguaçuense) e o diretor de Comunicação da prefeitura, Washington Sena.

Diretor de Comunicação do governo de Foz, Washington Sena, participou no programa da Rádio Cidade, onde trabalhou anos atrás

As fotos nesta postagem, registram alguns dos momentos do dia de nosso programa de estreia, que teve na mesa técnica nos auxiliando, Anderson “Méc Fly” (ele é o “cara”, dos microfones do dia-a-dia na Cidade FM.

José Ruy, diretor do gabinete da prefeita de Foz, e o Dr. Brito, que assume o exercício da vereança no Legislativo local nesta terça-feira (7), no estúdio durante o “Nossa Voz na Cidade”

Nossos agradecimentos aos muitos amigos e ouvintes que nos prestigiaram com suas audiências e interação com nossos entrevistados e, também o nosso muito obrigado a toda equipe técnica da Rádio Cidade e seu diretor-geral, Edson Sampaio pelo apoio. E no domingo que vem tem mais. Fiquem antenados…

 

_________________

Pecúlio. VEREADORES DE FOZ PRESOS PELA PECÚLIO, JÁ PEDIRAM AFASTAMENTO DO CARGO

Como possível estratégia para serem soltos, todos os vereadores presos pela Operação Pecúlio (Anice Gazzaoui – PTN; Darci DRM – PTN; Edilio Dal Agnol – PSC; Luiz Queiroga – DEM e Rudinei de Moura – PEN, que já foi solto) já apresentaram pedido de afastamento, se 60 dias, do mandato para o qual foram reeleitos em 2016. Bom mesmo seria se renunciassem logo, evitando, assim, que a imagem de Foz do Iguaçu continue, por meses, sendo mostrada negativamente, durante o período das inevitáveis Comissões Processantes que esses vereadores enfrentarão na Câmara Municipal.

Legislativo. UM “PARAÍSO” CHAMADO CÂMARA MUNICIPAL DE FOZ DO IGUAÇU

Telefonista de R$ 7,9 Mil; Motorista de R$ 5,9 Mil; Auxiliar de Serviços Gerais de R$ 3,2 Mil e Técnicos de 21,9. Essa é a triste realidade do que receberão em fevereiro alguns dos funcionários de carreira da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu. A Atual Mesa Diretora da Casa de Leis dos iguaçuenses precisa fazer alguma coisa. Oportunamente iremos divulgar aqui alguns números da folha de pagamento da prefeitura, afinal, tem muita gente preocupada com gastos com o pessoal do “carrapato” (Câmara Municipal) e esquece dos gigantescos gastos com pessoal da “vaca’’ (Prefeitura de Foz)…

Estreia. PREFEITA INÊS WEIZEMANN SERÁ A ENTREVISTADA DO NOSSA VOZ NA CIDADE NO DOMINGO (05)

Tudo certo para a estreia do nosso programa “Nossa Voz na Cidade”, que será transmitido aos domingos, dás 10h as 12h, pela tradicional Rádio Cidade (FM 100,1). Nossa primeira convidada é a prefeita de Foz do Iguaçu, Inês Weizemann, com quem conversaremos, “ao vivo”, sobre essas primeiras semanas em que ela está a frente do governo da Terra das Cataratas.

Também participarão do programa, dentre outros convidados, o promotor de Justiça Francisco Marchioratto e o diretor da 9ª Regional de Saúde do governo do Paraná, Ademir Ferreira. Convidamos os leitores da coluna Nossa Voz para nos prestigiar e interagir conosco no programa.

REFORMAS NO AEROPORTO E FOZ CONTEMPLARÃO TAMBÉM 4 FINGER’S PARA DESEMBARQUE DE PASSAGEIROS

O Aeroporto internacional de Foz do Iguaçu passará por significativas reformas, nas quais estão projetados, dentre outras benfeitorias, quatro finger´s (pontes elevadas de embarque); “repaginação” do terminal de passageiros (com o embarque passará para o piso superior do aeroporto); ampliação do saguão de entrada; novas esteiras de bagagens; recape da pista de pousos e decolagens. Enquanto isso, continua tramitando o projeto de novas pistas para aeronaves que utilizam o aeroporto local.

A informação sobre as reformas do Aeroporto de Foz foram divulgada nesta quinta-feira (02), pelo superintendente de comunicação da Itaipu, Gilmar Piolla, que fez questão de destacar o papel do deputado federal Fernando Giacobo (PR) na articulação de viabilização da importante conquista para a “Terra das Cataratas”.

Executivo. GIULIANO INZIS CHAMADO PARA ENCORPAR EQUIPE DA SAÚDE DO GOVERNO DE FOZ

Atendendo indicação pessoal Joel de Lima, secretário de Saúde de Foz do Iguaçu, Giuliano Inzis passa a compor a equipe daquela importantíssima pasta do governo de Inês Weizemann. Inzis é um experiente gestor da área da Saúde, tendo passagem marcante a frente, por muitos anos, do Poliambulatório do Porto Meira. Sem dúvida, uma ótima escolha.

FERNANDO GIACOBO É ELEITO 1º SECRETÁRIO DA CÂMARA FEDERAL

O deputado federal Fernando Giacobo (PR) foi eleito 1 º secretário da Câmara dos Deputados. A eleição aconteceu na tarde desta quinta-feira (02) e manteve o presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia, no comando da Câmara Federal por mais um mandato.

Maia reeleito presidente

Reeleito presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Mais (DEM), obteve 293 dos 513 votos dos deputados federais. Enquanto isso, Giacobo obteve 406 votos. Na gestão passada, o paranaense ocupou a 2ª Vice-Presidência.

Como 1º secretário caberá a Giacobo acompanhar os serviços administrativos da Casa, uma função que é conhecida pelos parlamentares da Câmara como de “prefeito” daquela casa de Leis, que neste ano tem um orçamento de R$ 5,9 Bilhões.

Também será atribuições de Giacobo, encaminhar requerimento de informação a ministros de Estado ou titular de órgão diretamente subordinado à Presidência da República, ratificar despesas da Câmara; entre outras atribuições.

Eleição da Câmara repercutirá em diretoria da Itaipu

Indicado por Giacobo, Marcos Baugartner deverá assumir diretoria administrativa da Itaipu

Com o fim da eleição do novo comando da Câmara dos Deputados, para acomodar os vitoriosos do processo, deverão ocorrer diversas mudanças nos três primeiros escalões do governo Michel Temer e é dado como certo que isso correrá também em Itaipu.

Com o novo importante cargo no Congresso Nacional conquistado pelo deputado Fernando Giacobo, como exemplo das mudanças que serão feitas nos cargos nomeados pelo presidente Temer, dá-se como certa a nomeação, em poucos dias, de Marcos Antônio Baumgartner na diretoria administrativa da Itaipu Binacional.

O CORVO DA GAZETINHA BICOU ERRADO

Somos leitores assíduos do “Corvo” do jornal Gazeta e lá vimos na edição desta quinta-feira (02), um pequeno erro: consta numa das notas daquela intrigante coluna de “bicadas”, que Anderson Kobus (PEN), da equipe de governo da atual administração, teria participado da campanha de eleição de Reni Pereira (PSB) para prefeito. Na verdade, Kobus é inimigo (pessoal e político) de Reni Pereira desde a eleição para deputado em 2010, quando Kobus apoiou a candidatura do falecido irmão do ex-prefeito, Irani Pereira, para deputado federal (não foi eleito), candidatura aquela que era contra os interesses do ex-alcaide de Foz, então candidato a deputado estadual (foi eleito) que “dobrou” com Ratinho Junior (que se candidatou a deputado federal).

Um ótimo fim de semana para todos!!!

__________________

PTN, PARTIDO DE ANICE GAZZAOUI E DARCI DO DRM, CONTESTA ACUSAÇÃO DE FRAUDE NA ELEIÇÃO DE SEUS 2 VEREADORES PRESOS PELA PECÚLIO

Tramita no Judiciário, ação que denúncia possível fraude na composição da chapa de candidatos do PTN que elegeu os vereadores Anice Gazzaoui e Darci do DRM. A denúncia argumenta que uma das candidatas da citada chapa teria sido usada como uma espécie de “laranja”, para completar o coeficiente mínimo legal do gênero feminino na chapa, pessoa essa que não teve nem um voto sequer, ou seja, nem o dela mesmo, e cujo marido foi candidato a vereador por outro partido; Segundo nossas fontes no PTN, mesmo caracterizado uma possível fraude na candidatura da tal candidata, mesmo assim o partido PTN tinha o número suficiente de outras candidatas mulheres.

Legislativo. CÂMARA MUNICIPAL DE FOZ COMEÇA HOJE, SESSÕES ORDINÁRIAS DO ANO

Sem nada de muito importante para deliberar, serão retomados nesta quinta-feira (02), os trabalhos protocolares das Sessões Ordinárias da Casa de Leis dos iguaçuense. O principal momento da Sessão deverá ser a formalização das ausências dos vereadores presos (Edílio Dall A’gnol do PSC; Luiz Queiroga do DEM; Anice Gazzaoui e Darci DRM, ambos do PTN) e/ou impedido de exercer o mandato, situação em que se encontra Rudinei de Moura do PEN.

A partir da constatação formal das ausências dos vereadores que foram presos pela Pecúlio, se darão os atos necessários para a convocação dos respectivos suplentes, os quais, segundo o presidente interino da Câmara, vereador Rogério Quadros (PTB), serão empossados até terça-feira (07), dia da próxima Sessão Ordinária.

Executivo. AJUSTES ADMINISTRATIVOS E FINANCEIROS MARCAM SEMANA DA PREFEITURA DA “TERRA DAS CATARATAS”

A prefeita em exercício de Foz do Iguaçu, Inês Weizemann, anunciou nesta quarta-feira (01), novas medidas administrativas no governo. Dentre as medidas, está a extinção da Assessoria Especial de Governo, ocupada, até então, por Anderson Kobus.

A extinção visa remanejar recursos para criação da Secretaria Municipal de Tecnologia e Informação (TI). Weizemann também determinou providências para a substituição de cargos de secretários adjuntos por cargos técnicos, oferecendo mais qualidade e agilidade dos serviços prestados à população.

Segundo Weizemann, Anderson Kobus deverá continuar em seu governo, em outras funções, sendo que as atribuições da Assessoria Especial de Governo, passam para a Diretoria/Chefia de gabinete da prefeita, que, desde a quarta (01-02), passa a ser comandada por José Ruy Alexandre.

Executivo 2. OBRA PARADAS EM FOZ SERÃO OBJETO DE AUDITORIA

Muito boa a iniciativa da prefeita Inês Weizemann em mandar auditar as obras paradas no município. Essas obras são uma “caixa preta” que pode ter relação com os crimes investigados pela Operação Pecúlio.

SUCUMBÊNCIA NA PROCURADORIA GERAL DE FOZ NÃO SUCUMBIRÁ

Na tarde desta quarta-feira (01), fomos fazer uma visita de cortesia ao presidente da OAB/Foz, Dr Valter Domingos, e aproveitamos para tirar a dúvida que temos sobre a legalidade do pagamento de sucumbências judiciais a procuradores de carreira do município. Ele nos esclarece que é legal esse pagamento, que deve ser feito por meio de depósito em conta de um fundo específico que deve ser criado para receber esses valores, os quais não podem ser considerados como recursos previsto no Orçamento Geral do Município. Bom, se quem conhece falou, quem somos nós para divergir, se bem que voltaremos ao assunto, mas com foco em outros aspectos, claro, que não a legalidade de tal pagamento.

E CHEGA DE PREGUIÇA DO JORNALISTA VINICIUS FERREIRA

Andamos sentindo a falta dos escritos do jornalista Vinicius Ferreira no “Foz em Resumo”. Experiente e bem articulada figura da imprensa local, ele tem que deixar de ser preguiçoso e voltar logo para o batente, afinal, Foz está pegando fogo e toda forma de informação é muito bem-vinda.

MENSAGEM DO LEITOR

A Voz do Leitor

“…Porque esse vereadores da pecúlio não renunciam logo e poupam Foz do Iguaçu da vergonha que passamos com eles ? Qualquer coisa que se faça para caçar o mandato deles vai levar meses e será um desgaste que pode ser evitado com a renúncia deles.”

A Voz do Leitor

“Sou morador nas proximidades do ginasio Costa Cavalcante e meus dois filhos faziam natação nas picinas do ginasio. Um dos meus filhos tem bronquite e o medco receito a natação para ele só que não esta tendo atividade nas piscinas. Quando é que voltaram as aulas de natação só no inverno? ? ?”

Comentário do Nossa Voz: O Toninho, atual secretário de Esporte, durante muitos anos esteve na coordenação das atividades do ginásio Costa Cavalcanti e, certamente, dará uma atenção especial a sua reclamação, prezado Leitor.

A Voz do Leitor

“… trocaram o bom equipamento de raio x da UPA, por outro muito usado e que não dá conta da demanda. denúncia aí no nossa voz e pergunta onde foi parar o raio x que o município recebeu de doação do governo do Parana?”

Comentário do Nossa Voz: Prezada leitora, além de noticiar nesta atualização da coluna a sua denúncia, entramos em contato nesta quarta-feira com o Chefe da 9ª Regional de Saúde, Ademir Ferreira, e relatamos o que você nos enviou. Ele ficou de tomar as devidas providências. Agradecemos sua colaboração.

JOGANDO BEM, FOZ CEDE EMPATE AOS 45 DO 2º TEMPO NO ABC

Ontem o “Azulão da Fronteira”, enfrentou a boa equipe do J Malucelli no Estádio do ABC e empatou pelo placar de 1 x 1. O gol da equipe curitibana foi marcado aos 45 minutos do segundo tempo de jogo. O Foz Futebol chegou a perder um pênalti quando o placar estava 0 x0. Pode se dizer que houve um bom progresso da equipe iguaçuense depois da derrota na estreia contra o Paraná Clube em Curitiba no domingo passado, quando o “Azulão” foi goleado por 5 x 0. O jogo desta quarta-feira contra o J Maucelli, deu novo ânimo ao torcedor local e a direção do Foz espera um bom público no ABC no domingo, quando a equipe fará o clássico da Região Oeste contra o Cascavel.

VÍTIMA DE AVC, ESPOSA DE LULA CONTINUA EM COMA E ESTADO É IRREVERSÍVEL, DIZ MÉDICO

O estado de saúde da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva piorou ao longo desta quarta-feira, 1º. Segundo o médico Roberto Kalil Filho, o quadro dela é “irreversível”. A informação foi divulgada já na madrugada desta quinta. Antes, por volta das 21 horas, os médicos disseram que as últimas duas horas tinham sido “dramáticas” e que o quadro é “gravíssimo”.

De acordo com médicos, o cérebro de Marisa apresenta inchaço. Ao longo do dia ela teve diversas ocorrências de vasoespasmos, quando a artéria se fecha e impede o fluxo de sangue na região.

Na terça-feira, 31, os médicos haviam cortado os sedativos que deixavam a ex-primeira-dama em estado de coma induzido. Mas, diante da piora do estado de saúde de Marisa, a equipe do hospital Sírio-Libanês decidiu colocá-la novamente em coma induzido.

Desde o início da tarde, Marisa passou a sofrer anisocoria, quando as pupilas se dilatam, sintoma de falta de sangue no cérebro.

Marisa Letícia, de 66 anos, está internada no Sírio-Libanês desde terça-feira, 24 de janeiro, depois de sofrer um acidente vascular cerebral. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está no hospital ao lado de Marisa.

(Com Agência Estado)

—-

Bom dia. A próxima atualização da coluna Nossa Voz, será feita nesta quinta-feira, dia 2 de fevereiro.

Operação Pecúlio. POLÍCIA FEDERAL CONCLUI NOVO INQUÉRITO E FAZ INDICIAMENTO DE 54 PESSOAS

Sob responsabilidade do delegado da Polícia Federal, Sr. Fábio Tamura, foi concluído, no âmbito da Operação Pecúlio, o Relatório Conclusivo do Inquérito Policial nº0708/2016-4-DPF/FIG/PR. O documento possui mais de 300 páginas e nele constam 54 (cinquenta e quatro) pessoas indiciadas, dentre elas, políticos, empresários e servidores públicos concursados do município e do estado.

Operação Pecúlio 2. VEREADOR RUDINEI DE MOURA ENTRA COM NOVO PEDIDO DE LIBERDADE

Nesta segunda-feira, 30, a defesa do vereador Rudinei de Moura (PEN), entrou com novo pedido de liberdade para ele, que se encontra preso de dezembro do ano passado. O novo pedido se deu em razão do difícil momento pela qual passa a família de Moura. A esposa de do vereador, estava no sétimo de gestação e, segundo consta, o feto faleceu no domingo, 29.

Legislativo. HÁ DOIS PARA A PRIMEIRA SESSÃO ORDINÁRIA, AINDA NÃO DEFINIU POSSE DE SUPLENTES DE VEREADORES PRESOS PELA PECÚLIO

Faltando menos ao redor 48 horas para a primeira Sessão Ordinária de 2017 na Câmara Municipal, a qual acontecerá na manhã de quinta-feira (dia 02), o presidente interino da Câmara Municipal, vereador Rogério Quadros (PTB), ainda não divulgou o local e horário da eventual posse dos suplentes dos 05 vereadores (Anice Gazzaoui – PTN; Darci DRM – PTN; Edilio Dal Agnol – PSC; Luiz Queiroga – DEM e Rudinei de Moura – PEN) que ainda estão presos pela Operação Pecúlio.

Executivo. PREFEITA DE FOZ DETERMINA RETOMADA TERRENOS IRREGULARES NO DISTRITO INDUSTRIAL

Quase 60% dos terrenos lotados nos Distritos Industriais de Foz do Iguaçu possuem alguma irregularidade ou pendência, seja na documentação ou no cumprimento da legislação industrial. Ante essa realidade, a prefeita em exercício Inês Weizemann, determinou ao Procurador Geral do Município, Dr. Atanásio Sávio, estudos para a retomada de todos os terrenos das áreas dos distritos industriais do município, cujas cláusulas contratuais estejam descumpridas. Já existem terrenos que estão em processo avançado para reintegração ao município.

Weizemann espera atender com a medida, a demanda reprimida de interessados em instalar suas empresas nos distritos industriais de Foz, o que hoje não pode ser feito, em razão da indisponibilidade de terrenos naqueles locais, o que poderá ser resolvido com a iniciativa da prefeita.

MICRO-ÔNIBUS DA GUARDA MUNICIPAL NA PRAINHA DE TRÊS LAGOAS, PODE CANCELAR CONVÊNIO DO MUNICÍPIO COM GOVERNO FEDERAL 

A Guarda Municipal de Foz do Iguaçu, está utilizando (desde o dia 28) na segurança da praia artificial do Bairro de Três Lagoas, o micro-ônibus que foi repassado ao município em convênio do governo federal, convênio esse para fins específicos de atendimento do programa “Crack é Possível Vencer”.

O veículo, assim como outros veículos e bens repassados pelo citado programa voltado ao combate a quimiodependência, segundo o convênio, só poderia ser usado na região central da cidade e na Vila Portes, ou seja, o Bairro de Três Lagoas está fora da delimitação geográfica imposta pelo convênio para o micro-ônibus.

Segundo apuramos, o convênio do governo federal ainda não foi totalmente cumprido para com o município, haja vista que até alguns equipamentos não foram repassados ao governo municipal, tais como as câmeras que deveriam ser instaladas na área central de Foz e na Vila Portes, para serem monitoradas pelo citado micro-ônibus, cuja utilização fora do propósito ao qual se destina, poderá resultar no cancelamento, por desvio de propósito, do aludido convênio.

Em Tempo: Esta coluna de informação e opinião fez contato com a Comunicação Social da prefeitura na tarde desta segunda-feira (30), sobre os fatos que ora noticiamos, e fomos informados que o assunto seria levado ao conhecimento das respectivas áreas, com vistas as devidas providências sobre o que relatamos.

Abandono. IMÓVEL DO MUNICÍPIO, COM INSTALAÇÕES DA SECRETARIA DE SAÚDE DE FOZ, ESTÁ EM ESTADO DEPLORÁVEL

Lamentável o estado em que se encontra o imóvel onde se situava o antigo Hospital Internacional (que antes se chamava São Vicente de Paula), adquirido pelo município no primeiro governo do ex-prefeito Paulo Mac Donald, para fins de ser uma unidade hospitalar do município o que não se mostrou viável. Pois bem, vejam adiante a imagem adiante do imóvel, localizado na Av, Brasil, no centro da cidade. Urge que a prefeitura tome as prontas providências de limpeza e conservação em mais essa “herança maldita” da gestão passada.

MENSAGEM DO LEITOR

A Voz do Leitor

“…Li o que foi publicado no nossa voz sobre a participação do Paula Macdonald na rádio cultura. Voce não comentou sobre o Macdonald ter denunciado que partidos e políticos indicaram assessor de na câmera para dividir salário e ele cobrou também que precisa economizar cortando assessores de vereadores, gostei do que falou o melhor prefeito da historia de Foz do iguaçu…”

Comentário do Nossa Voz: Prezado leitor, agradecemos sua mensagem e por sua opinião, a qual respeitamos, mas precisamos registrar o que nos 8 anos em que foi prefeito, Paulo Mac Donald não atuou para a redução de assessores na Câmara Municipal, onde sempre teve maioria em sua base de apoio.

Mac Donald, na verdade, ainda foi “generoso” com os então vereadores, como no famigerado “Acordo Caracu”, quando, de uma só vez, nomeou na prefeitura 40 cargos comissionados indicados por vereadores daquela época. Mac Donald, recordamos, manteve mais de 300 cargos comissionados (sem concurso) durante os 2 governos dele e, portanto, não é pessoa que reúna condições para fazer as cobranças que fez.

“Éprácabá”. MORTE DE IGUAÇUENSE NAS MÃOS DA RECEITA FEDERAL NA PONTE DA AMIZADE NÃO É FATO ISOLADO

A todo instante tem surgido informações que sinalizam para diversos possíveis crimes em torno da forma como morreu Ademir Gonçalves Costa, que faleceu em decorrência da abordagem feita por agentes da Receita Federal na Ponte da Amizade no último sábado, 28. Voltaremos ao assunto, até porque parece não ser um caso isolado. Estamos levantando alguns dados sobre episódios passados envolvendo violência de agentes da Receita, tais como o ocorrido na morte de um motorista brasileiro naquela ponte internacional; as agressões ao “China da Motinha” na sede da Receita Federal e um caso de agressão de servidores da RFB em Foz, que estão sendo processados no Judiciário.

__________________

JUSTIÇA FEDERAL ANALISARÁ PEDIDO DE SOLTURA DOS 5 VEREADORES DE FOZ PRESOS PELA OPERAÇÃO PECÚLIO, NESTA TERÇA, DIA 31

Muita expectativa para a decisão que deverá tomar o Tribunal Regional Federal da 4ª Região da Justiça Federal, sediado em Porto Alegre, sobre o mérito dos pedidos de soltura dos 5 vereadores reeleitos de Foz do Iguaçu, Anice Gazzaoui (PTN); Darci DRM (PTN); Edilio Dal Agnol (PSC); Luiz Queiroga (DEM) e Rudinei de Moura (PEN), que se encontram presos desde de dezembro de 2016. A decisão judicial poderá ser emanada nesta terça-feira, 31 de janeiro.

ASSESSOR ESPECIAL DO GOVERNO DE FOZ, ASSUME VICE-PRESIDÊNCIA ESTADUAL DO PEN

O Partido Ecológico Nacional (PEN), trocou o comando no Paraná. Wilson Picler, deixou a presidência da agremiação partidária no estado, sendo substituído por Norca Gordas Batista. Na mudança no comando estadual do PEN, quem assumiu a vice-presidência foi Anderson Augusto de Oliveira Kobus, assessor especial de Governo da prefeita de Foz do Iguaçu, Inês Weizemann. Na mudança, ocorrida no dia 24 de janeiro, além de Kobus, outra iguaçuense também foi designada na nova Executiva Estadual do PEN. Trata-se de Adilamar “Dila” Kunzler, vogal da citada executiva partidária.

A PÓS-VERDADE NAS REDES SOCIAIS

Muito boa a matéria do Fantástico da Globo ontem sobre o inconveniente que são e o que muitas vezes causam de estrago certas postagens das redes sociais, mensagens essas que são preparadas com escrita que dá a elas um tom de serem verdadeiras, o que não são. Tais postagens, em geral, vem sem nenhuma fonte de sua origem e, em geral, pedem que se compartilhe as mesmas. Isso, postar e/ou compartilhar tal tipo de mensagem, já está rendendo, merecidamente, indenização judiciais contra quem as divulga. A matéria mostrou que a maioria das pessoas que compartilham essas mensagens, não conferem a autenticidade delas e esses divulgações, segundo a reportagem, estão tornando “as crenças pessoais na internet estão influenciando mais que os fatos”.

COLUNA NOSSA VOZ DE CARA NOVA

Recebemos algumas opiniões de leitores de nossa coluna que nos sugeriram mudar a nossa logomarca que estariam muito “pesada”, “carregada”, ainda segundo nossos leitores. Concordamos com a sugestão e as construtivas críticas que recebemos, e, assim, estamos com uma nova logomarca, mais “clean”, que estreia nesta atualização de nosso informativo opinativo, o Nossa Voz.

“Faiô”, de Novo. PHELIPE MANSUR, PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO DE FOZ, AINDA NÃO PERCEBEU A VOZ DAS RUAS

Phelipe Mansur é pré-candidato a prefeito de Foz, pelo Rede de Marina Silva

Historicamente, o Paraná é onde a esquerda mais radical não prosperou, tanto assim que o máximo que essa corrente política conseguiu com os votos dos paranaenses, foi eleger como governador, Roberto Requião (PMDB), quem, apesar do “Discurso da Carta de Puebla” dele, está mais para um “bon vivant” do que para o esquerdopata.

Pois bem, quem não percebeu essa realidade paranaense e dos iguaçuenses, tendência “anti-esquerdista” muito mais acentuada agora, no período pós-Petralhas, é Phelipe Mansur, que achou ser ponto positivo divulgar na mídia que esteve discutindo propostas para Foz do Iguaçu com a “líder mor” do partido político dele (o Rede Sustentabilidade), Marina Silva. Teve até matéria com foto de Mansur com Marina e foto na chamada de capa do jornal Gazeta para citada reportagem.

Mansur vem atrapalhando ele mesmo com certos “vacilos” incoerentes, como o citado hoje nesta coluna e, com isso, prejudicando suas pretensões políticas, com esse seu discurso que é de “direita” (por ser ele do Rede, partido da radical esquerdista, Marina Silva) e que ele representa o “novo na política” (nas eleições de outubro se coligou com o PMDB “velho de guerra” de Dobrandino…). Pode não ir muito longe, pelo andar da carruagem, o jovem e dinâmico político local, a quem parece faltar uma orientação correta do “norte” a tomar…

“Poizé”. EX-PREFEITO DE FOZ, PAULO MAC DONALD, CHAMA DE MENTIROSO MINISTRO RELATOR DO TSE

Mais uma vez a contumaz verborragia do ex-prefeito Paulo Mac Donald aflorou na mídia local, dessa feita contra o ministro do Superior Tribunal Eleitoral, Antônio Herman de Vasconcellos, que foi o Relator e votou pela anulação dos votos obtidos por Mac Donald nas eleições de outubro de 2016. Mac Donald chamou Vasconcellos de “mentiroso” e, não satisfeito com a ofensa que fez, o ex-prefeito ainda disse que “deveriam ter anulado o voto” do ministro do TSE contra ele, Mac Donald.

Os impropérios de Mac Donald foram disparados pelos microfones do ótimo programa Contra-Ponto da Rádio Cultura na sexta-feira (27-02), onde o ex-alcaide tem cadeira cativa, que usa muito bem para desancar seus desafetos e/ou adversários políticos.

Questionado no mesmo cotado programa naquele dia por um ouvinte, Mac Donald não conseguiu responder a diferença entre o clientelismo e relação “promíscua” das nomeações de indicados por vereadores no governo Reni Pereira e as nomeações que ele, Mac Donald, fez para os vereadores quando ele era prefeito, quando, de uma vez só, no conhecido e famigerado “Acordo Caracu”, nomeou de uma só vez, cerca de 40 cargos comissionados para atender pedido de vereadores.

A saia justa em que ficou Mac Donald no programa, foi no momento em que ele criticava veemente esse tipo de relação “promíscua” entre Legislativo e Executivo. O ex-prefeito também não explicou porque não reduziu os mais de 300 cargos comissionados nos 2 governos que esteve à frente no município.

Legislativo. ATUAL MESA DIRETORA DA CÂMARA MUNICIPAL ENTRARÁ PARA A HISTÓRIA DE FOZ, RESTA SABER DE QUE FORMA…

Se quiser, Rogério Quadros, presidente da Câmara Municipal, pode (ou não) anunciar, na quinta (dia 02), a cassação de vereadores presos pela Pecúlio

Semana decisiva para que os iguaçuenses saibam como entrará para a história a nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, presidida interinamente pelo vereador Rogério Quadros (PTB). Explicamos: é a Mesa Diretora que politicamente decidirá se aceita ou não a prisão dos vereadores, presos pela Operação Pecúlio, como justificativa para eles não terem tomado posse, como determinam a Lei Orgânica Municipal e o Regimento Interno da Câmara, até dia 15 deste mês. As posses dos vereadores presos foram depois da citada data e só aconteceram por decisão liminar de um juiz de plantão, em pleno recesso do Judiciário.

Caso a Mesa Diretora decida como injustificada as não posses dos vereadores presos pela Pecúlio, o mandato deles será cassado e esse anúncio poderá ser feito nesta quinta-feira (dia 02 de fevereiro), na primeira Sessão Ordinária do Legislativo, perda de mandatos que, por força legal, é atribuição do presidente interino da Casa de Leis dos iguaçuenses, Rogério Quadros, anunciar ao Plenário do Legislativo local.

Em Suma: Está nas mãos de Rogério Quadros e seus pares da Mesa Diretora da Câmara, dar um rápido desfecho para a questão da cassação dos mandatos dos vereadores presos pela Pecúlio e, dessa forma, poupar Foz do Iguaçu de continuar virando mídia negativa nacional em razão do assunto.

Herança Maldita. GESTÃO RENI PEREIRA/IVONE BAROFALDI NÃO CUMPRIU MÍNIMO LEGAL DE APLICAÇÃO NA EDUCAÇÃO EM 2016

Parecem sem fim a “herança maldita” que recebeu a prefeita em exercício de Foz do Iguaçu, Inês Weizemann. O jornal Gazeta revelou que a gestão Reni/Ivone não cumpriu a exigência constitucional de aplicação de 25% do orçamento geral municipal para a Educação. Faltaram cerca de R$ 16 Milhões em investimentos. Weizemann terá que cumprir com essa diferença no primeiro trimestre deste ano. Reni Pereira e Ivone Barofaldi deverão responder por improbidade administrativa por não terem cumprido o citado investimento preconizado pela Constituição Federal para a Educação.

Executivo. ESTADO APROVA R$ 1 MILHÃO PARA A IMPLANTAÇÃO DO PRONTO ATENDIMENTO INFANTIL EM FOZ

O deputado estadual Hussein Bakri veio a Foz e anunciou recursos em encontro com a prefeita Inês Weizemann

Foz do Iguaçu está perto de ter um Pronto Atendimento Infantil (PAI). O recurso na ordem de R$ 1 milhão para a implantação da unidade foi assegurado pelo Estado. A notícia foi dada pelo deputado, vice-líder do PSD na Assembleia Legislativa, Hussein Bakri.

O parlamentar se reuniu com a prefeita Inês Weizemann e o deputado Estadual Chico Brasileiro para tratar das demandas da cidade junto ao governador Beto Richa. O recurso será liberado após a entrega e aprovação do projeto. A prefeita informou que vai determinar as secretarias que o projeto seja elaborado em caráter de urgência.

No PAI são atendidas crianças de zero aos quatorze anos. A unidade serve de referência para o atendimento pediátrico de urgência e emergência, além de procedimentos de atenção básica.  No local trabalham psicólogos, assistentes sociais, nutricionistas, otorrinos, cardiologistas, fonoaudiólogos e pediatras. A prefeitura ainda estuda o local em que funcionará o Pronto Atendimento.

Hussein Bakri colocou-se à disposição para somar-se aos deputados da região na representação dos interesses da cidade junto ao Governo do Estado.

A prefeita aproveitou a ocasião para pedir apoio ao vice-líder do PSD na Assembleia e também ao deputado Chico Brasileiro para a construção de viadutos ou trincheiras na Avenida Costa e Silva e no cruzamento do CTG Charrua.

 

(Com AMN)

“Éprácabá”. AÇÃO DE SERVIDORES DA RECEITA SOB SUSPEITA NA MORTE DE IGUAÇUENSE NA PONTE DA AMIZADE

Sem entrar em outros méritos sobre a desastrada ação do pessoal da Receita Federal que resultou na brutal morte de Ademir Gonçalves Costa, no sábado (28) na Ponte da Amizade, nada do que as investigações policiais apurarão, justificará o fato de Ademir Costa ter sido mantido com as calças arriadas enquanto estava imobilizado por servidores da Receita e nem o fato do largo espaço de tempo em que nem as autoridades policiais e nem médicos se fizeram presentes no local da ocorrência.

E nem falemos dos efeitos causados a família do falecido, a divulgação das fotos do falecido, despido e na mesa do necrotério, vazado nas redes sociais… Esse assunto vai dar muito pano para a manga….

___________________

COMANDO DA ITAIPU NA MESA DE NEGOCIAÇÃO DA ELEIÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

A semana terminou e nada de mudança no comando da Itaipu, conforme alardeado pela imprensa nacional e repercutido por meios de comunicação de Foz do Iguaçu, menos pela coluna Nossa Voz, que há muito vem divulgando que estava “furada” a tal lista de possíveis diretores da binacional de energia. A verdade é que os nomes da nova direção de Itaipu dependem de quem estará na presidência da Câmara dos Deputados (o que, tal qual o comando de Itaipu, não está definido…). Sim, o comando de Itaipu é parte do “jogo” da citada disputa em Brasília, a qual ocorrerá no dia 02.

AÇÃO JUDICIAL APONTA FRAUDE NA CHAPA QUE REELEGEU OS VEREADORES ANICE E DARCI DRM, PRESOS PELA PECÚLIO

Tramita na Justiça local, uma ação denunciando possível fraude na composição da chapa de vereadores que elegeu a vereadora Anice Gazzaoui e o vereador Darci do DRM, ambos do PTN e atualmente presos pela Operação Pecúlio. Na segunda-feira (30)  daremos os detalhes da demanda judicial em tela.

Legislativo. CÂMARA MUNICIPAL DE FOZ INICIA SESSÕES DE 2017 NA QUINTA-FEIRA (02)

As sessões ordinárias da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, devem retornar na próxima quinta-feira, dia 02 de fevereiro. Os suplentes dos vereadores presos pela Operação Pecúlio deverão ser empossados antes da sessão de quinta-feira (provavelmente sejam empossados na quarta-feira, dia 01) e, assim, o Legislativo local deverá, finalmente, ter suas 15 cadeiras legislativas ocupadas.

Legislativo 2. VEREADORES DE FOZ DO IGUAÇU PRESOS PELA OPERAÇÃO PECÚLIO PODERÃO SER CASSADOS NA QUINTA-FEIRA (02)

Se quiser, Rogério Quadros, presidente da Câmara Municipal, pode (ou não) anunciar, na quinta (dia 02), a cassação de vereadores presos pela Pecúlio

A expectativa pela sessão ordinária de quinta-feira, 02 de fevereiro, na Câmara Municipal de Foz, é grande, pois nela poderá haver a cassação do mandato dos vereadores que se encontram presos pela Operação Pecúlio, caso a Mesa Diretora da Câmara não aceite a tentativa daqueles edis de justificar o seus não comparecimento para serem empossados no prazo legal (tinham para isso até 15 de janeiro), por estarem presos.

Caso essa cassação de mandatos ocorra da forma como explicado nesta coluna de informação e opinião, não haverá necessidade de abertura de desgastantes e longas comissões processantes para o mesmo fim (cassar os mandatos dos vereadores ainda presos, um a um…).

Nossa Voz: Caso a Mesa Diretora do Legislativo iguaçuense, não dê uma de Pôncio Pilatos (lavando as mãos…) e casse, de ofício, os mandatos dos vereadores ainda presos pela Pecúlio, Foz do Iguaçu será poupada de continuar sendo envergonhada na mídia nacional, caso o presidente da Câmara (Rogério Quadros – PTB) e seus pares na ciada Mesa de trabalhos de nossa Casa de Leis, não deixem a cassação dos mandatos para comissões processantes que durarão longos desgastantes meses da imagem de nossa cidade. Os iguaçuenses não merecem isso.

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

Será que a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, comandada pelo presidente Rogério Quadros (PTB), fará que a sessão de quinta-feira (dia 02) não seja “ordinária” ao ponto de não se cassar, naquele mesmo dia, o mandato dos vereadores ainda presos pela Operação Pecúlio???

Executivo. PREFEITA DE FOZ ANUNCIA PRONTO ATENDIMENTO INFANTIL

Após a confirmação do governador Beto Richa (PSDB) de haverá o repasse de R$ 5 Milhões extras para a prefeitura de Foz do Iguaçu, valor esse que foi conquistado por Weizemann na visita que ela fez a Richa na semana passada em Curitiba, parte do recurso já tem aplicação definida pela prefeita. Weizemann construirá um Pronto Atendimento Infantil no município. Mais uma importante decisão certa da chefe do Poder Executivo local.

Executivo 2. PROCURADORES MUNICIPAIS AMEAÇAM ENTRAR NO JUDICIÁRIO E PODERÃO RECEBER MAIS QUE SALÁRIO DA PREFEITA DE FOZ

Fomos informados que a prefeita em exercício de Foz do Iguaçu, Inês Weizemann, suspendeu o pagamento de honorários de sucumbências* para os procuradores concursados da prefeitura, até que se comprove a legalidade dos valores que os procuradores querem receber além de seus respectivos salários.

Outro aspecto que Weizemann questiona quanto a legalidade, é que o que irão receber de sucumbências os procuradores, somado aos salários dos mesmos, irá superar o valor do salário da própria prefeita, o que pode ser ilegal, haja visto que há entendimentos de que o maior salário no município, ou seja, o teto salarial, é o salário de prefeito.

Ainda segundo fontes da coluna Nossa Voz, revoltados com a suspensão de pagamento das polpudas sucumbências, os procuradores municipais se reuniram nesta sexta-feira (27) e ameaçaram entrar com ação judicial contra o município para receberem os citados valores, pagamentos “extras” esses, os quais eles já tentaram receber em 2016, quando o dinheiro que eles querem receber seria tirado do orçamento da Educação do município, o que, ainda bem, não prosperou.  Oportunamente voltaremos ao assunto.

*Honorários de Sucumbência: é o princípio pelo qual a parte perdedora no processo é obrigada a arcar com os honorários do advogado da parte vencedora. A sentença condenará o vencido a pagar ao vencedor as despesas que antecipou e os honorários advocatícios.  Essa verba honorária será devida, também, nos casos em que o advogado funcionar em causa própria.

Nossa Voz: Nossa opinião é que Inês Weizemann, ao suspender o pagamento “extra” para os procuradores municipais, agiu com as devidas precauções e responsabilidade. Acertou, Weizemann.

Procuradoria Geral. PROCURADORIA GERAL DE FOZ COMEÇA A FICAR COM A CASA EM ORDEM

Começou bem o novo procurador-geral de Foz do Iguaçu, o Dr. Atanásio Sávio. Após seus primeiros contatos com a equipe com a equipe da nova pasta, a impressão geral na Procuradoria Geral do Município, é que o novo comando daquele importante órgão da administração municipal, ganhou o respeito da equipe e isso será importantíssimo para que se possa colocar em ordem aquele “vespeiro”, que possui muitas questões internas para serem resolvidas, conforme passaremos a detalhar a partir de nossa atualização da próxima segunda-feira (30).

MENSAGENS DOS LEITORES

A Voz do Leitor

“O Paulo MacDonald começo a escrever na Gazetinha e o assunto dele é sobre organização criminosa. Fiquei na duvida se o que ele escreve eh ficção ou autobiografia…”

Comentário do Nossa Voz: Boa. Kkkkkkkkk, mas achamos que o ex-prefeito não está escrevendo uma “autobiografia” sobre os crimes dele e sim se refere a outros elementos da política de Foz do Iguaçu…

A Voz do Leitor 2

“Anice, ainda. Pelo que se vê no noticiário e no Nossa Voz, sugere-se que a vereadora tomou atitudes que não condizem com seu cargo. É nítida, pelo menos na minha visão, que existiu um acerto para ela estar lá em um horário que não estava ninguém da mesa diretora no local. Conhecedora da servidora, foi fácil, fazendo uso da lábia do advogado – aquele mesmo que defende a Dra. da eutanásia – convence-la, mesmo que sem autoridade para tal, realizar a posse.

Curioso, pelas imagens, que a viatura entrou no recinto e o portão de acesso foi imediatamente fechado. Conclui-se que os vigias já estavam orientados para tal. Ou foi por um servidor graduado da casa a ordem para o procedimento ou foi ordem policial, como citou em seu post, e neste caso a policia meteu os pés pelas mãos.

A servidora e o outro que acompanhava são passíveis de penalidade também pois tomou pra sí, pois coagida ou não, não possui poderes para oficializar nada. Pergunto, caberia alguma atitude por parte da nova legislatura contra o ato da vereadora?…”

A Voz do Leitor 3

“Há males que vem para o bem. É assim que reza o velho ditado popular? Com toda a repercussão negativa que a posse dos vereadores reeleitos pode acarretar para a cidade, a atitude da(o) magistrada(o) que autorizou a posse tem seu lado benéfico, poderemos ver qual será a atitude -dentro da lei, claro – de Rogério Quadros e demais membros da mesa e tirar algumas conclusões, como mais do mesmo ou pessoas que pensam na cidade. O tempo corre…”

Um bom fim de semana para todos!

 

Operação Pecúlio. SERVIDOR PÚBLICO, DELATOR DA PECÚLIO, FOI AFASTADO DAS FUNÇÕES SEM REMUNERAÇÃO

Esta coluna de informação e opinião, soube que Rodrigo Becker, um dos investigados que se tornou delator da Operação Pecúlio, teria sido afastado de todas as suas funções na Sanepar, onde é funcionário concursado. Segundo nossa fonte, o motivo do afastamento, que seria sem recebimento de salários, são as acusações que pesam contra Becker, na Pecúlio. Em caso de condenação de Becker, ainda segundo nossa fonte, ele deverá ser demitido daquela empresa pública.

Legislativo. DOS ALTOS GASTOS DO PODER LEGISLATIVO

Por todo o país, chama a atenção do foco dado aos gastos do Legislativo (o que pode chegar a 6% do orçamento geral do poder público), que precisam, e a pouca atenção dada aos gastos do Executivo (que controla mais de 90% do orçamento no poder público). Essa é a realidade por todo o país e em Foz do Iguaçu, não é diferente.

Pois bem, o Observatório Social de Foz do Iguaçu (OSFI), está defendendo maiores cortes de despesas com pessoal na Câmara Municipal local, onde são usados no total, cerca de 2,8% do orçamento geral do município.

Parece certo e necessário o corte de gastos na Câmara, até porque o orçamento do Legislativo precisa cortar ainda, segundo apurado pelo Nossa Voz (e não pelo OSFI), cerca de R$ 2 Milhões com gastos de pessoal, para que se atenda o teto, para este tipo de gasto, conforme preconizado pela Lei de Responsabilidade Fiscal (houve um erro na elaboração do orçamento da Câmara para 2017, conforme já explicamos anteriormente). São cerca de 200 funcionários no Legislativo local, dos quais, cerca de 70 são cargos comissionados.

Enquanto isso, o Executivo (a prefeitura), com seus mais de 300 cargos comissionados (nomeados sem a necessidade de concurso público) e mais 5 Mil servidores de carreira, fica com o restante do orçamento geral do município, algo em torno de 97% do total, sem que o OSFI cobre, tal faz com o Legislativo, corte de cargos comissionados.

Comissionados de Londrina x Comissionados de Foz: Londrina, com quase o dobro da população de Foz, tinha, até bem pouco tempo atrás, cerca de apenas 50 cargos comissionados na prefeitura de lá (que são mais de 300 no Executivo de Foz, reiteramos). Então, nada mais correto do que o OSFI também usar em relação ao Executivo, o mesmo “peso e medida” que tem para com o Legislativo iguaçuense.

Um peso e uma só medida: Esperamos que o atual comando do Observatório Social de Foz, criado na época do então prefeito Paulo Mac Donald, se preocupe devidamente com a “enfermidade orçamentária” com gasto de pessoal que tem a “grande vaca” (que pesa 97%, a prefeitura) e não só com a “enfermidade orçamentária” que tem o “pequeno carrapato” (que pesa 2,8%, a Câmara Municipal).

Em Suma: O orçamento anual da Prefeitura de Foz do Iguaçu é de mais de R$ 800 Milhões, dos quais, são gastos R$ 300 Milhões (vamos apurar o valor exato), enquanto na Câmara Municipal, o orçamento para este ano é algo em torno de R$ 24,5 Milhões, dos quais, perto de R$ 17 Milhões serão de despesas com pessoal.

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

Câmara Municipal com R$ 17 Milhões de gastos com pessoal e a Prefeitura de Foz do Iguaçu com mais de R$ 300 Milhões (vamos apurar o valor exato) desse mesmo tipo de despesa. Será que o Observatório Social (OSFI) não deveria ter um olhar muito mais atento também para as citadas despesas feitas pela “grande vaca” (Executivo) e não somente para o “pequeno carrapato” (Legislativo) ???

PARA O DEVIDO REGISTRO

Quando da fundação do Observatório Social de Foz do Iguaçu (OSFI) estávamos lá participando do ato e, durante a apresentação do Estatuto Social daquela importante ONG, foi explicado aos presentes, dentre eles a equipe do governo Paulo Mac Donald, que o objetivo do OSFI era “acompanhar e fiscalizar os gastos do orçamento da Câmara Municipal local”.

Naquele momento, pedimos a palavra e pedimos que o Estatuto que se aprovava naquele momento, também contemplasse para os Poder Executivo (no caso, a prefeitura), o mesmo que se preconizava ali para o Legislativo iguaçuense (a  Câmara Municipal). Fomos atendidos em nossa proposta, pelo menos no que tange a mudança no Estatuto do OSFI.

Agora, parece que só falta ao atual comando do OSFI colocar em prática o que ficou parte integrante daquele citado estatuto, no que tange também a gastos de pessoal na prefeitura de Foz.

Executivo. REFIS DE 2016 TEVE COMO RESULTADO O TRIPLO DA ARRECADAÇÃO DE ANOS ANTERIORES EM FOZ

Muita boa a matéria do jornal Gazeta sobre os números do Refis do ano passado. Segundo a matéria do jornalista Elson Marques naquele jornal, a prefeitura obteve um reforço de caixa de R$ 8,5 milhões no fim do governo da ex-prefeita interina, Ivone Barofaldi.

O valor, segundo a reportagem, ficou acima do arrecadado com refinanciamentos anteriores como de 2014 e 2015 quando a média de arrecadação foi de R$ 2,5 milhões. Os números foram revelados ao jornal pela procuradora Fazendária do Município, Maria Letizia Abbate Fiala,

Saúde. PRONTO ATENDIMENTO DO MARACANÃ ATENDERÁ 24H DURANTE REFORMAS DO P.A. MORUMBI

Para mitigar os problemas enfrentados pelos usuários do SUS que utilizam os serviços do Pronto Atendimento do Morumbi, durante a reforma daquela unidade (obras começam nesta semana), a secretaria municipal de Saúde, por determinação da prefeita interina de Foz do Iguaçu, Inês Weizemann, anunciou que o P.A. da Vila Maracanã passará a oferecer atendimento 24 horas por dia.

OS “ABACAXIS” INTERNOS QUE O NOVO PROCURADOR-GERAL DE FOZ TERÁ QUE “DESCASCAR” TAMBÉM

Como se não bastasse toda a complexidade das atribuições gerais, relativas a toda a máquina pública do município de Foz do Iguaçu, o novo procurador-geral do município, Atanásio Sávio, terá que esquentar muito a cabeça com os problemas internos da própria pasta que comanda.

Adiante relacionamos algumas das demandas internas, com base em informações que recebemos de fontes da coluna na Controladoria do Município e na secretaria municipal de Administração, demandas com as quais o Dr. Atanásio Sávio se defrontará:

– Nos últimos 02 anos os contratos da prefeitura de Foz do Iguaçu não foram submetidos previamente a Controladoria Geral do Município;

– A nomeação do atual comandante da Guarda Municipal, que possui avaliação interna de “Mau Comportamento” naquela corporação de nossa Segurança (avaliação que regimentalmente impede qualquer ascensão na carreira), foi um ato legal?;

– Adulteração de documentos, inclusive de pareceres jurídicos da Procuradoria, em processos internos da prefeitura;

– Falta de atribuições específicas para os procuradores do município;

– Não comparecimento de representante da procuradoria em audiência na Justiça;

– Não abertura de procedimento para apuração de graves irregularidades apontadas em depoimento feito na Operação Pecúlio, por procuradora concursada do município e etc.

Pois é, menos mal que o novo procurador-geral do município poderá contar com dois novos procuradores nomeados de fora do quadro efetivo daquela pasta e descomprometidos com o “clima organizacional”, por assim dizer, novas nomeações essas que ajudarão o Dr. Atanásio Sávio a saber quem é quem na ordem do dia e também auxiliá-lo para “colocar a casa e ordem”.

Em Tempo: Em nossa próxima atualização da coluna, daremos os detalhes do que hoje pontuamos sobre a Procuradoria Geral do Município.

NOSSA VOZ E A VOZ DO LEITOR

Pedimos desculpas aos leitores que nos enviaram mensagens e colaborações de pautas para a coluna Nossa Voz nesses dias, porque não tivemos acesso a esses contatos e sugestões, em virtude de problemas de acesso a caixa e mensagens de contato do site (as que chegam pelo nosso e-mail nossavoz.foz@gmail.com nos estão chegando normalmente). Acreditamos que o problema técnico estará resolvido até o final desta semana.

Em Tempo: Muito do que publicamos aqui como conteúdo, nos chega a partir de mensagens de nossos leitores, que, por razões óbvias, preferem se manter no anonimato. A esses colaboradores, os nossos sinceros agradecimentos!

A Voz do Leitor

Um antenado colaborador nosso da prefeitura municipal, nos informou que: “… no fim de semana, por causa de um de seus contumazes pileques homéricos, ‘otoridade’ levou um tombo e teve que tomar uns pontos na testa, virou piada por toda a prefeitura…”.

Comentário do Nossa Voz: Substituímos, na mensagem que recebemos de nosso leitor, substituímos o nome da respectiva servidora municipal pela palavra “otoridade”, estre aspas que colocamos em negrito na transcrição de parte do texto que recebemos…

A Voz do Leitor 2

“…a sanduicheria Subway do Felipe Mansur na movimentada avenida rep. Argentina foi fechada. Como é que pode o cara não conseguir manter um negócio bom com todo aquele movimento de gente que circula por lá e querer ser adiministrador de Foz do Iguaçu com todos os pepinos que nossa cidade tem  ? Faze sanduiche é muito mais fácil do que administrar uma cidade e o cara nem disso deu conta…”

Comentário do Nossa Voz: Sem comentários.

A Voz do Leitor 3

“…perguntem para o presidente da OAB porque a Patricia Foster que ~e advogada ficou na PEF e a Anice em sala especial. Ambas tem OAB e nao estão exercendo a profissão…”

Comentário do Nossa Voz: Com a palavra, se quiser dela fazer uso aqui, o Dr. Valter Domingos, presidente da OAB/Foz.

Alerta, Alerta, Alerta. Avisamos aos nossos leitores que nem o que escrevemos temos tempo de reler para corrigir erros de português e, assim, que cada um cuide de seus próprios problemas com nosso vernáculo, pois nem para os nossos nos resta disponibilidade, haja vista nossas outras atividades no dia-a-dia.

_________________

SÉRGIO  MORO NO STF PARA QUÊ?

Muito se tem falado e clamado pela nomeação do juiz federal Sérgio Moro no Supremo Tribunal Federal, em substituição a falecido ministro, Teori Zavascki. Para tanto, Moro conta com apoio quase que unânime da opinião pública em geral, mas será que isso será bom para o futuro da Lava Jato? A operação, ninguém pode negar, tem como grande impulsionador o juiz Moro, que, eventualmente, ficará impedido no STF por sua atual atuação noutra instância do processo. Então, pelo bem da Lava Jato e felicidade geral da Nação, fica Moro, onde está hoje…

TRADICIONAL ESTÁDIO DE FOZ COM PEDIDO DE LEILÃO

Chegou informação a esta coluna de que o Estádio do ABC estria com pedido de Leilão para o pagamento de dívidas e que o pedido estaria momentaneamente suspenso. Entramos em contato com um dos dirigentes do clube que ficou de nos retornar assim que levantados dados sobre o que questionamos a ele, mas, até o final da elaboração desta atualização, não recebemos retorno. Voltaremos oportunamente ao assunto.

Legislativo. MESA DIRETORA COMEÇA A CORTAR DESPESAS NA CÂMARA MUNICIPAL

Mesa Diretora da Câmara Municipal de Foz anuncia primeiros cortes de despesas

Diferentemente de anos anterior, os membros da Mesa Diretora do Legislativo de Foz do Iguaçu não tiraram as, até então, tradicionais férias de janeiro e ficou mobilizada preparando cortes nas despesas da Câmara Municipal. A primeira fase dos gastos já foi definida: diminuição de gastos com pessoal. Ao todo, os cortes anunciados nesta terça-feira (24), são de cerca de R$ 1,6 Milhão. A redução inicial de custos, será obtida com, dentre outras medidas, com a não nomeação de cargos comissionados no mês de janeiro*; limitação de 60% para gratificações de servidores de carreira

Mesmo com o corte de despesas já anunciados pela Mesa Diretora da Câmara, estima-se que há a necessidade de novos cortes de despesa com pessoal, para que se alcance o limite de tipo de gasto imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal para o Legislativo (70% do total do orçamento anual da Câmara).

Segundo dados apurados pelo Nossa Voz, seriam necessários novos cortes da ordem de aproximadamente R$ 2 Milhões de despesas com pessoal na Câmara, para que se atinja do determinando pela LRF.

Essa coluna de informação e opinião, não poderia deixar de elogiar a iniciativa preciso elogiar a iniciativa da nova Mesa Diretora do Legislativo, que, com a redução de custos anunciada, dá um excelente primeiro “cartão de visita” para a sociedade iguaçuense.

*Nossa Voz: Segundo informação recebida por esta coluna, o presidente da Câmara Municipal Rogério Quadros (PTB), diferentemente do que está noticiado na imprensa, foi o único vereador que teria nomeado ou mantido ocupante de cargo comissionado para seu staff pessoal, nomeação essa que seria Cleober Perissoli que já ocupava cargo não concursado no Legislativo desde a legislatura findada em 2016, por indicação, ainda segundo nossas fontes, do ex-vereador Nilton Bobato (PCdoB).

Bobato, segundo fomos informados, teria indicado Perissoli a Rogério Quadros, de quem foi companheiro na militância no PCdoB, onde Quadros foi filiado. Perissoli também foi chefe de gabinete do governo Paulo Mac Donald Ghisi.

Executivo. GABINETE DA PREFEITA INTERINA DE FOZ GANHARÁ “MUSCULATURA”

Fomos informados que 2 experientes e bem articulados líderes políticos (também possuem perfil técnico) irão compor a equipe de assessoramento direto da prefeita interina de Foz do Iguaçu, Inês Weizemann. Pelo que conhecemos dos possíveis futuros integrantes do gabinete da prefeita, desde já, será mais um acerto de Weizemann.

NOVO PROCURADOR GERAL DO MUNICÍPIO DE FOZ DO IGUAÇU TERÁ MUITO TRABALHO

Menos mal que não é somente conhecimento técnico o que possui o novo procurador-geral do município, Atanásio Sávio (foto). O mais novo integrante do primeiro escalão da prefeita Inês Weizemann, terá que usar de toda sua habilidade e jogo de cintura adquirido em seus anos de professor acadêmico para contornar o clima organizacional da pasta que comandará na atual gestão municipal, afinal, é sabido e notório o “vespeiro” que tem por lá…

Com Atanásio Silva, também foram nomeadas para a assessoria técnica da Procuradoria Geral, as advogadas Kelyn Cristina Trento de Moura e Danielle Magnabosco, causídicas essas que reforçarão a equipe subordinada ao novo procurador-geral.

Em Tempo: Na próxima atualização iremos publicar informação que acaba de nossos sobre o primeiro grande abacaxi que o Dr. Atanásio Sávio terá que descascar quanto a integrante de sua equipe. Estamos checando o que recebemos, mas, tudo indica, teremos um primeiro bom problema para o novo procurador-geral resolver.

COMANDANTE DA GUARDA MUNICIPAL DE FOZ REBATEU TEOR DE INFORMAÇÃO DO NOSSA VOZ

Jussier Leite Silva, comandante da Guarda Municipal de Foz do Iguaçu

Esta coluna fez contato com o comandante da Guarda Municipal, Jussier Leite Silva, quanto a questionamento que nos foi feito por leitora desta coluna, sobre o fato dele, Jussier Silva, que possuindo conceito interno de “mau comportamento” curricular naquela instituição de segurança local, fato impeditivo para a promoção dele na carreira da citada corporação municipal, mesmo assim, ter sido nomeado para comandar a GM de Foz do Iguaçu.

O comandante nos disse que o conceito de “mau comportamento” que possui internamente na GM, o é em razão de, estando em serviço e fardado, ter, em legítima defesa, disparado tiros em local público, o que foi considerado como feito de forma errada por uma Comissão Processante em 2014. A Comissão puniu Jussier Silva com uma suspensão de 15 dias e o conceito dele na corporação foi rebaixado ao que até hoje consta (mau comportamento).

Jussier Silva nos disse que preferiu não apresentar recurso até o final do governo passado, o que ainda tem direito, em razão de possuir ele militância política de oposição a antiga gestão  municipal, posicionamento político esse que, segundo o comandante da GM, pudesse interferir na avaliação de um eventual recurso  administrativo. Por fim nos disse o comandante que apresentará o devido recurso para reverter o que não quer ser justo em relação a sua avaliação comportamental.

Nossa Voz: Que nossa leitora, que nos enviou as informações que foram objeto desta nota acima, nos perdoe, mas ficará em aberto nossa resposta se foi um ato legal ou não a nomeação de Jussier Silva para o comando da GM de Foz, pois não temos conhecimento suficiente para opinar sobre esse aspecto.

TITULAR DO CARTÓRIO ESTEVES SANTOS DE FOZ, TRANSFERE HOJE COMANDO DO TABELIONATO

Nesta quarta-feira (25), se concluiu uma transferência total de titularidade de, pelo menos, um Cartório em Foz do Iguaçu. Trata-se do Cartório Esteves Santos, que até a década de 80 se chamava Cartório Menotti. O atual titular do citado cartório é Marcelo Esteves Santos, que durante mais de 20 anos esteve a frente daquele tabelionato e que agora, na condição de concursado, aguardará nova designação de cartório onde deverá assumir função. Na mesma condição de Marcelo Santos, estão os titulares dos Cartórios Pinheiro (Valter Sebastião Pinheiro) e do Cartório Salinet (Fernando Salinet).

Marcelo Esteves Santos se despe nesta data (25-01) de sua competente equipe de trabalho no cartório, a qual será totalmente aproveitada pelo novo comando daquele local de relevantes serviços para a comunidade iguaçuense.

Válido registrar, que nas décadas de serviços de Marcelo  Santos em Foz, ele teve conduta ilibada, desempenhando eficazmente suas atribuições, sem nunca ter respondido sequer qualquer processo administrativo. A ele, Marcelo Santos, e a toda a sua equipe, desejamos sucesso nesta nova etapa de suas vidas.

Em Tempo: Oportunamente iremos detalhar sobre as mudanças de comandos pelas quais passam os cartórios de Foz do Iguaçu.

__________________

DECISÃO DA JUSTIÇA FEDERAL APONTA PARTICIPAÇÃO IMPORTANTE DE ANICE GAZZAOUI EM ESQUEMA DE CORRUPÇÃO

“Os elementos de prova colhidos durante a fase de investigação revelam, a priori, importante participação da paciente (vereadora Anice Gazzaoui) nos fatos investigados, tanto no que se refere ao recebimento de parcelas relativas ao ‘mensalinho’ administrado pelo executivo municipal, quanto em relação à solicitação de vantagens diretamente a empresários que possuíam contratos públicos…”

Trecho do despacho emanado no Tribunal Regional Federal (com grifo/destaque do Nossa Voz) na sexta-feira (dia 19), negando o pedido de liberdade para a vereadora Anice Gazzaoui (PTN), presa pela Operação Pecúlio. No despacho é citado, dentre outras coisas, que a vereadora receberia R$ 10 Mil mensais, além de possuir cerca de 50 pessoas indicadas em empresas prestadoras de serviços a prefeitura de Foz do Iguaçu.

Executivo. NOVO PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO FOI APRESENTADO HOJE PELA PREFEITA DE FOZ

A prefeita interina de Foz do Iguaçu, Inêz Weizemann, apresentou na manhã desta terça feira, 24, o advogado Atanásio Sávio, como novo procurador-geral do município. Sávio é professor de direito administrativo na UDC. O anúncio foi feito durante entrevista coletiva da prefeita em seu gabinete.

Legislativo. MESA EXECUTIVA ANUNCIARÁ CORTES DE DESPESAS NA CÂMARA MUNICIPAL DE FOZ

A mesa diretora da Câmara Municipal, concedeu entrevista coletiva na manhã desta terça-feira, quando exlicou a redução de despesas, principalmente com pessoal. O corte de gastos com pessoal, basicamente, se deve a erro de cálculo contido no Orçamento do Legislativo aprovado para 2017 (algo em torno de R$ 3,5 Milhões terão que ser cortados), pois, pela projeção de gastos da folha de pagamento e encargos sociais, esses gastos com pessoal, da forma como foi aprovado em 2016, ultrapassariam os 70% de teto de gastos com pessoal, limite este imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Assim, a Mesa Diretora é obrigada a fazer os cortes, sob pena de cometer crime de improbidade administrativa. O orçamento com o erro de cálculo foi aprovado pelos vereadores da legislatura passada, dentre os quais, os 06 edis presos pela Operação Pecúlio (Beni Rodrigues – PSB e os demais que continuam encarcerados: Anice Gazzaoui – PTN; Darci DRM – PTN; Edilío Dall A’gnol – PSC; Luiz Queiroga – DEM e Rudinei de Moura – PEN ).

Operação Pecúlio. JUSTIÇA NEGA PEDIDO DE SOLTURA DE TÚLIO BANDEIRA

A Justiça Federal negou o pedido de liberdade para o advogado Tulio Bandeira, preso pela Operação Pecúlio. Bandeira teve seu pedido de liberdade negado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), sediado em Porto Alegre (RS). O habeas corpus negados foi impetrado pela defesa dele. O advogado se encontra preso no Complexo Médico Penal de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, em razão de problemas de saúde.

Violência. JOVEM DE TRADICIONAL FAMÍLIA IGUAÇUENSE FOI ASSASSINADO EM ÁREA CENTRAL DA CIDADE

Leonardo da Silva Eidt, de 20 anos, foi morto a tiros no meio da tarde desta segunda-feira (23) em uma academia no bairro Campos do Iguaçu, em Foz do Iguaçu. A vítima, de tradicional família iguaçuense, jogou futebol no time sub-18 do Foz.

Morto por engano – Áudios que circulam em redes sociais, que seriam de pessoas que estavam na academia de ginástica no momento do crime, dão conta de que o jovem Leonardo Eidt teria sido morto por engano e que um outro aluno da academia também teria sido baleado pelos assassinos de Eidt.

FOZ PODERÁ TER PREFEITO SEM NOVA ELEIÇÃO, APONTAM INFORMAÇÕES ENVIADAS DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA AO STF

Chico Brasileiro (PSD) poderá ser empossado prefeito sem novas eleições

O presidente da República, Michel Temer, encaminhou ao Supremo Tribuna Federal (STF), para fins de instruir uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 5619), movida pelo PSD (partido de Chico Brasileiro) e que tramita naquela mais alta corte do país, despacho do Controladoria Geral da União, com informações elaboradas pelo Procurador da República, Dr. Oswaldo Othon de Pontes Saraiva Filho.

O documento elaborado pelo citado Procurador da República e encaminhado ao STF, conclui que a é de se esperar que o pedido da ADI 5619 seja julgado procedente, com a declaração parcial de inconstitucionalidade do § 3° do art. 224, do Código Eleitoral, incluído pelo artigo 4° da Lei nº 13.165/2015.

Caso o STF siga o entendimento do Dr Oswaldo Saraiva Filho, Foz do Iguaçu e outros municípios em situação análoga a que ocorreu aqui nas eleições de prefeito em 2016, terão empossados os candidatos que ficaram com a segunda maior votação no pleito de outubro passado. No caso específico de Foz, poderá ser empossado como prefeito, sem nova eleição, o hoje deputado estadual, Chico Brasileiro (PSD).

Éprácabá. POLÍCIA FEDERAL CONCLUI INQUÉRITO E APONTA USOS DE LARANJAS E OUTRAS IRREGULARIDADES NA CAMPANHA DILMA/TEMER 2014

O relatório apresentado pela Polícia Federal na ação que pede a cassação da chapa Dilma-Temer na disputa de 2014 concluiu que parte dos recursos pagos pela campanha às três gráficas que são alvo da investigação não se destinava a cobrir gastos da corrida presidencial.

Segundo a PF, o dinheiro tinha como destino último, na verdade, pessoas físicas e jurídicas, além de fornecedores e subfornecedores. O documento foi entregue ao TSE na quarta-feira da semana passada.

(Com Folha de São Paulo)

“Faiô” – Pedimos desculpas aos leitores da coluna, pois não conseguimos concluir as matérias pendentes, anunciadas para esta edição do Nossa Voz, sobre a nova direção brasileira da Itaipu Binacional; a mudança de comando dos cartórios Esteves Santos/Pinheiro e Salinet em Foz. Ficam as pendências para nossa próxima atualização.

_________________

ANICE GAZZAOUI, VEREADORA PRESA PELA PECÚLIO, TEM PEDIDO DE LIBERDADE NEGADO PELA JUSTIÇA FEDERAL

A vereadora reeleita e presa pela Operação Pecúlio, Anice Gazzaoui (PTN), teve seu pedido de liberdade negado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), sediado em Porto Alegre (RS). O habeas corpus negado foi impetrado pela defesa da vereadora reeleita, que continuará presa nas instalações do 14º Batalhão de Polícia Militar em Foz do Iguaçu. O pedido foi negado no final da semana passada.

JUSTIÇA FEDERAL TEM “PADRÃO” COM VEREADORES E EX-VEREADORES PRESOS PELA PECÚLIO

Também na semana que se passou, a Justiça Federal, a exemplo do decidido pela continuidade de prisão para a vereadora Anice Gazzaoui, negou deferimento aos pedidos de liberdade de outros vereadores reeleitos e presos pela Pecúlio, Luiz Queiroga (DEM) e Darci do DRM (PTN), bem como da mesma forma decidiu sobre os pedidos de solturas dos ex-vereadores, também presos pela Pecúlio, Hermógenes “Mogênio” de Oliveira (PSC) e Fernando Duso (PT).

AINDA SOBRE O PADRÃO DA JUSTIÇA FEDERAL NA OPERAÇÃO PECÚLIO

Recordamos que quando a Justiça Federal decidiu conceder prisão domiciliar ao ex-prefeito Reni Pereira (PSB), o foi com uso de tornozeleira eletrônica, além do que, ficou proibido o ex-alcaide de Foz de se aproximar da prefeitura e de exercer seu mandato eletivo até o mesmo se findar em 31/12/2016. Assim, é muito provável que os vereadores reeleitos e presos pela Operação Pecúlio (Anice Gazzaoui – PTN; Darci DRM – PTN; Edilío Dall A’gnol – PSC; Luiz Queiroga – DEM e Rudinei de Moura – PEN), tal qual Reni Pereira (preso e investigado pela mesma Operação), recebam o mesmo “tratamento” dispensado pelo Judiciário ao ex-prefeito.

Assim, se a Justiça Federal mantiver para os vereadores reeleitos e presos pela Pecúlio o mesmo critério com que tratou Reni Pereira em quanto teve mandato eletivo (preso domiciliarmente e afastado do cargo e, consequentemente, longe da prefeitura e do erário…), esses edis não exercerão seus mandatos e, eventualmente proibidos de se aproximar da Câmara Municipal, longe estarão dos cofres públicos também…

NOVO COMANDANTE DA GUARDA MUNICIPAL DE FOZ NO “MAU COMPORTAMENTO” ?

Recebemos uma mensagem de uma de nossas leitoras, nos questionando sobre o qual a posição desta coluna sobre o atual comandante da Guarda Municipal, Jussier Leite Silva, possuir, para nossa surpresa, conceito de “mau comportamento” (o pior dos 5 conceitos internos de avaliação de conduta da no GM). Os conceitos comportamentais na GM, ainda segundo nossa fonte, são:

1 – Excepcional;

2 – Ótimo;

3 – Bom;

4 – Regular e

5 – Mau, que seria o conceito do atual comandante da GM/Foz

Pois bem, caso essa informação seja verdadeira, nos parece que esse deveria ter sido um critério observado previamente a nomeação do atual diretor da GM.

Em que pese a boa relação que temos com Jussier Silva, membro do quadro efetivo daquela corporação que nas últimas eleições fez significativos 1.020 votos para vereador pelo PP, considerando ainda o respeito que temos por seu currículo acadêmico e experiência na área ambiental, nos parece que o citado mau conceito comportamental dele na corporação, se real for a informação, deveria ser óbice a nomeação dele, afinal, a questão disciplinar é um dos princípios básicos em instituições da área de segurança, principalmente naquelas que possuem sistemas hierarquizados. Essa é nossa opinião.

Obs.: Este espaço de informação e opinião está à disposição para eventuais manifestações do comando da GM de Foz.

E POR FALAR EM GUARDA MUNICIPAL…

Outra informação que nos chegou sobre a Guarda Municipal, dá conta que aquela importante corporação de nossa segurança pública local, somente pode colocar 3 viaturas na escala de serviço na noite deste domingo, 22. Não nos foi dito na mensagem que recebemos, qual o motivo de tão poucas viaturas disponíveis no dia.

Obs.: Este espaço está à disposição para eventuais manifestações da GM de Foz.

GUARDA MUNICIPAL “CARREGA PIANO” DA FALTA DE EFETIVO DA POLÍCIA MILITAR

Muita gente não sabe, mas o efetivo do 14º Batalhão de Polícia Militar deveria ser algo em torno de 800 homens, mas esse contingente está, há décadas, muito longe de ser uma realidade. Temos hoje em Foz do Iguaçu, cerca de 400 policiais militares lotados naquela unidade da PM, dos quais nem 250 efetivamente em serviço nas nossas ruas (o restante estaria distribuído em municípios próximos; em serviços burocráticos e afastados das funções por problemas de saúde e outros motivos), segundo nossas fontes na respeitada e tradicional corporação.

Dessa forma, o policiamento e outras atividades prerrogativas da Polícia Militar, acabam se tornando tarefa desempenhada pela nossa valorosa Guarda Municipal, criada para outros fins. Em suma, nossa GM, há muito, está sobrecarregada pelos afazeres que seriam da Polícia Militar que, por sua vez, sofre com a falta de pessoal.

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

A notória falta de policiais no efetivo do 14º BPM, seria pela “cômoda” situação para o governo do Paraná, por termos aqui a nossa Guarda Municipal fazendo (e bem) parte do serviço da Polícia Militar???

Saúde. PREFEITA EM EXERCÍCIO PRORROGA INTERVENÇÃO NA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE

A prefeita em exercício de Foz do Iguaçu, Inês Weizemann, decretou a prorrogação da intervenção do município na Fundação Municipal de Saúde, notadamente no que tange a, dentre outros aspectos, requisição administrativa de bens, empregados e serviços do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, para fins de “garantia à saúde”, conforme disposto no Decreto 25.073 firmado por Weizemann na quinta-feira (19) e publicado no Diário Oficial do Município no mesmo dia. Com a prorrogação, a intervenção vai até o dia 30 de novembro.

Saúde 2. PREFEITURA ANUNCIA RETOMADA DE OBRAS NO PRONTO ATENDIMENTO DO MORUMBI

Atendendo notificação do Ministério Público Estadual, a prefeita Inês Weizemann (PSD) determinou a retomada, até a próxima sexta-feira (27), da reforma do Pronto Atendimento do Morumbi, região mais populosa do município. A reforma do PA, contratada pela gestão municipal anterior, havia sido suspensa em razão da falta de projeto das obras, o que, neste corrente ano, já teria sido sanado.

ESTÃO DE OLHO NO CENÁRIO POLÍTICO DE FOZ

Jota Agostinho, tradicional nome do rádio paranaense, publicou em seu blog uma análise sobre o cenário político de Foz do Iguaçu. Confiram adiante o que escreveu o analista político da capital paranaense:

FOZ DO IGUAÇU MERECE O MELHOR

Realmente, não só Foz está perplexa e chocada com os últimos acontecimentos políticos que vivencia e que estão dominando os noticiários não só do Brasil como, também, do mundo.

Afinal, Foz do Iguaçu abriga uma das maiores belezas naturais do nosso Planeta: as majestosas e empolgantes Cataratas do Iguaçu.

Só que, atualmente, não se comenta sobre turismo, sobre a cidade, sobre a grandiosa Itaipu.

Apenas, cenas na tevê com vereadores sendo presos, outros saindo da cadeia para assinar termo de posse e outros instantes deprimentes.

Isto sem contar com a ausência de um prefeito gerindo a cidade e administrando para um povo ordeiro e trabalhador que espera que as coisas funcionem.

Uma acefalia inadmissível para uma cidade deste porte e tamanha importância.

Claro que mesmo com a imagem da cidade resvalando para o lado policialesco, as forças empreendedoras de Foz estão atentas e se movimentando. Ainda bem !

Mas, qual é a saída para esse impasse? Existe premente necessidade das coisas voltarem à normalidade.

Porém, preceitos eleitorais têm que ser obedecidos. Prazos observados. Enfim, toda aquela burocracia que a lei eleitoral brasileira impõe.

Foz do Iguaçu fica bem longe da minha Curitiba. Muito longe. Mas, como bom analista político que sinto que sou, tenho as minhas, já famosas, fontes seguras.

Umas são em forma de periquito, outras, sabiá e até gralha. Mas, a minha fonte de Foz é o quati, um símbolo da região.

Então, um quati me sussurrou ( quati sussurra? – o meu, sim ) que um importante grupo está se aglutinando para, em ganhando as eleições – que calculo só aconteçam no segundo semestre- os personagens desta gigantesca frente imponham os novos rumos para Foz do Iguaçu.

Rumos firmes e fortes e dignos. Como Foz do Iguaçu e seu povo anseiam. Seriedade no trato público, já !!

Almejam fazer com que a dignidade volte a prevalecer. E que os hábitos de uma administração transparente e séria oxigenem os ares de uma das mais belas cidades do mundo.

E que, com criatividade e bons apoios nas esferas estadual e federal, Foz recupere o tempo perdido.

Afinal, são homens de negócios, empreendedores, grandes empresários dos diversos setores da cidade, enfim, geradores de emprego, que juntos com os homens da nova política querem resgatar a força de Foz de Iguaçu.

Em termos de linha de frente, de homens públicos, quem compõe esta grande e fortíssima frente ?

Comecemos pelo candidato a prefeito. Será Gilmar Piolla.

E por que Piolla? Simples. Primeiro: não é um político tradicional. Isso é o que a população deseja.

Chega dos mesmos!

E mais:  Piolla conhece a cidade com todos os seus problemas.

Mas, também sabe onde estão os potenciais enormes a serem explorados. Sabe fazer acontecer.

Hoje, Superintendente de Comunicação Social de Itaipu e, também, Secretário Geral na CODEFOZ – Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu.

Essas referências são irretocáveis e o colocam na linha de frente para conduzir Foz do Iguaçu num momento tão delicado.

Não se pode deixar de anotar que Piolla foi, também, presidente do Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu por 6 anos e deixou a presidência em Dezembro de 2015.

Mas, claro, ninguém faz nada sozinho. E, politicamente, é desnecessário comentar tal situação.

Por isso, homens de bem estão aplainando caminhos e esmerilhando arestas para que recursos não faltem para que a cidade cresça à altura dos anseios de seu povo.

O Senador Alvaro Dias, que em 2018 será candidato a presidente do Brasil, é um entusiasta da candidatura de Gilmar Piolla.

O Governador do Paraná, Beto Richa, já sinalizou que se for Piolla o candidato, irá arregaçar as mangas durante a campanha porque sabe que terá um homem confiável para, depois, injetar recursos estaduais na cidade.

Quanto aos apoios locais, Paulo Mac Donald Ghisi que ganhou mas não assumiu a prefeitura, e está impedido de concorrer, já deu seu aval para um apoio forte na campanha de Piolla. Tem um acervo político gigantesco.

O deputado estadual Chico Brasileiro, nome forte para uma disputa a prefeito, já está sendo convencido que, com Piolla prefeito, mais o apoio de Alvaro e Beto em 2018, ele seria, com folgas e uma grande votação, um prestigiado deputado federal representando, com competência e seriedade, Foz do Iguaçu e região.

Outro que já manifestou sua satisfação se Gilmar Piolla for candidato foi Jorge Samek – Diretor da Itaipu – e que dispensa comentários, pelo seu amor à cidade, pela competência reconhecida e sua mão segura e confiável por tantos anos à frente da ITAIPU.

Então, percebe-se, claramente, que as forças-vivas de Foz do Iguaçu estão muito bem focadas e sabem o querem para sua cidade e seu povo.

Querem o melhor. E esse melhor está ao alcance da sociedade iguaçuense.

E só deixar de lado o egocentrismo e vãs vaidades.

Dito isto, mesmo à distância, mas com a experiência que tenho de mais de 40 anos como analista e consultor político, posso garantir que se não for desta forma, ou seja, com uma grande coalizão de forças, Foz continuará patinando e sem ter o tratamento de grandeza e altivez, que merece.

Não vislumbro bons ventos se prevalecer a desunião, a dispersão e uma fragmentação partidária.

Ou Foz se une ou continuará constrangendo-se com cenas que, com certeza, não desejaria que se repetissem nunca mais !

Os nomes estão aí. Cabe aos Iguaçuenses darem um voto de confiança.

E milhares de votos nas urnas, é claro !”

Nossa Voz: O analista político, Jota Agostinho, esqueceu de dizer que temos outros bons nomes cogitados como pré-candidatos a prefeito de Foz e que representam renovação na política iguaçuense, nomes tais como, por exemplos, Paulo Pucinelli (PSDB) e Nédio Carboni, empresário esse também do PV de Piolla. Mas, enfim, o importante é que o nosso cenário político está sob olhares atentos, para o bem e não para o mal, além de nossas fronteiras municipais…

DA TRANSIÇÃO NO COMANDO DOS CARTÓRIOS DE FOZ

Na atualização passada desta coluna, começamos a informar sobre os detalhes das mudanças nos cartórios Esteves Santos, Salinet e Pinheiro de Foz do Iguaçu. Íamos dar continuidade nesta presente edição ao assunto, mas alguns dados somente nos chegarão nesta segunda-feira (23) e, assim, fica para a próxima atualização o que ainda temos que informar sobre a citada transição.

Alerta, Alerta, Alerta. NADA OFICIALIZADO SOBRE MUDANÇA DE COMANDO NA ITAIPU

Propagada como notícia desde sexta-feira (19), a tal lista de nomes do que seria o novo comando da Itaipu, não foi confirmada ainda pelo Diário Oficial da União. A coluna Nossa Voz além de já ter apontado, em primeira mão, que Marcos Baumgartner não assumirá a Diretoria Técnica da binacional, também apontou outros erros no que outros meios noticiaram sobre as mudanças na binacional de energia.

Em nossa próxima edição, iremos divulgar, dente outras incoerências da aludida lista oficiosa, dados que estamos confirmando, sobre um dos supostos indicados ser dirigente partidário, condição que é fator de impedimento, pela nova Lei das Estatais, para que se ocupe cargo de tal hierarquia.

FOZ FUTEBOL COM NOVOS PATROCINADORES E UNIFORME

O Foz do Iguaçu Futebol Clube apresentou nesta Sexta-feira (20) a nova camisa oficial do clube para a temporada 2017. A cerimônia de lançamento, realizada no Centro de Eventos do Wish Resort Golf & Convention, contou com a presença de empresários patrocinadores, autoridades, imprensa e representantes da torcida organizada.

O book completo do Foz do Iguaçu FC, que contempla camisas de jogo, treino, passeio, jalecos, agasalhos e calções, foi produzido pela empresa Pulse, do Grupo Meltex, que também é a fornecedora oficial da Seleção Brasileira de Futsal.

Celeiro de craques, o Foz do Iguaçu FC disputa pelo terceiro ano consecutivo a primeira divisão do Campeonato Paranaense. Em 2016, foi uma das equipes que mais revelou atletas de sua base. Tendo jogadores atuando hoje em equipes da Série A e B do futebol nacional como o Grêmio (RS), Palmeiras (SP) e Londrina (PR).

O novo “manto” do Azulão da Fronteira conta agora com a marca das empresas: Super Muffato, Zona Franca Global – Logística & Negócios, Pulse, XBRI Pneus, Itamed, Itaipu Binacional e Madrid Center. No calção da equipe estão Wish Resort Golf & Convention e a Unilife Vitamins.

Também integram o roll de parceiros do Foz do Iguaçu FC de forma institucional através da prestação de serviços as empresas: Taas Assistência Médica, Bio Academia, GlobalFisio, Recanto Cataratas Resort & Convention, Hotel Rafain Centro, Hotel Viale Cataratas , Hotel Viale Tower, Hotel Iguaçu, Hotel Alvorada, Hotel Cataratas Park, Hotel Holiday e Disk-Água Azul.

(Com Assessoria)

COMEÇOU O PAGAMENTO DO IPVA 2017 COM DESCONTO

A Secretaria da Fazenda do Paraná alerta que o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) relativo ao exercício de 2017 começa nesta segunda-feira (23). O Estado concederá desconto de 3% aos contribuintes que optarem pela quitação em parcela única, conforme calendário por final da placa.

Quem preferir, pode efetuar o pagamento em três parcelas, nos meses de janeiro, fevereiro e março, também observando os vencimentos de acordo com o último número da placa. O prazo para pagamento da primeira parcela também começa nesta segunda-feira. Do valor cobrado pelo IPVA, o Município de registro do veículo recebe 50% do imposto recolhido.

(Com AEN)

NOTA OFICIAL DA APP-SINDICATO/FOZ

“Lutar é um direito! Todo o apoio às educadoras Cátia Castro e Kelen Fernandes
A APP-Sindicato/Foz manifesta apoio e solidariedade às educadoras Cátia Castro e Kelen Fernandes, detidas de forma truculenta e arbitrária pela Polícia Militar do Estado do Paraná (PM/PR), no último dia 18 de janeiro, durante a posse de cinco vereadores de Foz do Iguaçu que encontram-se presos, acusados de crimes contra a administração pública. Na ocasião, a população protestava de forma pacífica em frente à Câmara de Vereadores, exercendo a plena liberdade de expressão, quando foi reprimida pelo aparato policial do Estado.
A cobertura jornalística e os vídeos colhidos durante o ato no legislativo municipal denunciam as graves violações policias e desmentem a versão apresentada pelas forças de segurança para justificar o cerceamento às liberdades democráticas. Mais grave ainda, as detenções ilegais foram seguidas de coação e intimidação das educadoras, revelando que a violência institucional praticada constituiu reação ao histórico de militância das servidoras públicas contra o atual processo de desmonte da escola pública paranaense.
A repressão à comunidade durante a posse dos vereadores presos configura absurda inversão de princípios. A polícia criminalizou, agrediu e deteve arbitrariamente quem atua para combater os crimes cometidos por agentes públicos, conduta que resulta em mazelas sociais e precarização dos serviços públicos. A mesa diretora da Câmara de Vereadores, responsável por garantir o acesso da população à “Casa do Povo”, limitou e restringiu a participação popular ao espaço legislativo e sequer manifestou-se sobre a violência cometida pela polícia militarizada.
A truculência policial contra as educadoras de Foz do Iguaçu não é fato isolado, reflete o quadro de criminalização dos movimentos sociais que vem crescendo no país nos últimos anos, especialmente, com a inflexão conservadora promovida pelo governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB). No Paraná, sob orientação do governador Beto Richa (PSDB), a polícia persegue, ataca e censura de forma seletiva e sistemática professores/as, estudantes, lideranças sindicais, militantes populares e trabalhadores rurais em luta pela garantia dos direitos sociais essenciais.
A repressão, os ataques, o controle e a violência institucional de Estado jamais foram e nunca serão capazes de silenciar a voz ou eliminar o sonho que embala a luta de mulheres e homens por um mundo melhor. Ao repudiar a violência policial e solidarizar-se com as educadoras iguaçuenses, a APP-Sindicato/Foz renova o seu compromisso em defesa de uma sociedade justa, democrática e igualitária. Em tempos em que as injustiças dão passos largos, lutar é um direito, resistir é uma obrigação, perseverar é uma necessidade.
Foz do Iguaçu, 20 de janeiro de 2017
A direção regional da APP-Sindicato/Foz”

 

Uma ótima semana para todos!!!

_________________________________

GOVERNO FEDERAL CONFIRMA NOMES PARA NOVO COMANDO DA ITAIPU

O Palácio do Planalto divulgou, na tarde desta sexta-feira a relação completa de nomes que deverão compor a nova diretoria da Itaipu. O novo diretor-geral, será conforme previsto a semanas pelo Nossa Voz e a mídia em geral, Luiz Fernando Vianna, que assume o cargo no lugar de Jorge Samek. Vianna é filho do ex-prefeito de Foz do Iguaçu e teve o nome indicado pelo governador do Paraná Beto Richa (PSDB). Claro que todas essas mudanças na Itaipu estão por conta também da eleição da Câmara dos Deputados, portanto, nada formalizado, pelo menos por enquanto, no Diário Oficial da União…

NOTICIARAM TUDO ERRADO SOBRE NOVO DIRETOR DA ITAIPU

Marcos Baumgartner não será Diretor Técnico de Itaipu

Marcos Baumgartner, funcionário há décadas da Itaipu, diferentemente do erroneamente noticiado pelos meios de comunicação em geral e até pelo próprio Palácio do Planalto, não deverá ser Diretor Técnico da binacional e muito menos teve o nome indicado pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, para ocupar a Diretoria Técnica de Itaipu. Ele, Baumgartner, deverá ser nomeado, na verdade, Diretor Administrativo da binacional de energia, como há muito vem noticiando o Nossa Voz. A bem da verdade, também registramos que Baumgartner foi indicado pelo deputado federal Fernando Giacobo (PR).

NOVO PROCURADOR-GERAL DE FOZ PODERÁ SER ANUNCIADO A QUALQUER MOMENTO

O novo procurador-geral do município, deverá mesmo ser nome não pertencente aos quadros efetivos de procuradores concursados da prefeitura. É dado como certo que é um advogado com fortes raízes na cidade, onde, anteriormente, integrou, por décadas, os quadros de uma das instituições de segurança pública em Foz. Não iremos revelar o nome do cotadíssimo para assumir a importantíssima função no governo Inês Weizemann, porque é bem capaz de começarem a tentar “queimar” o nome dele desde já, afinal, é tenso o clima no “vespeiro” chamado Procuradoria Geral do Município. Muita sorte e jogo de cintura é o que desejamos ao futuro PGM, pois ele vai precisar…

CLIMA TENSO NA CORREGEDORIA DA GUARDA MUNICIPAL DE FOZ

Essa coluna recebeu mensagem de leitor que afirma que houve pedido de demissão de toda a equipe da Corregedoria da Guarda Municipal de Foz do Iguaçu. O motivo, segundo nosso leitor, seria a nomeação de Márcio Adriano dos Santos, primo do presidente da Câmara Municipal, Rogério Quadros (PTB). A mensagem que nos foi enviada, também cita que a nomeação poderia configurar “nepotismo cruzado”.

MINISTÉRIO PÚBLICO NOTIFICA PREFEITURA DE FOZ EM RAZÃO DE “HERANÇA MALDITA”

O promotor de Justiça, Luiz Marcelo Mafra do Ministério Público do Paraná, notificou a prefeitura municipal de Foz do Iguaçu nesta sexta-feira, 20, para que sejam retomadas as obras de reforma do Pronto Atendimento do Bairro Morumbi. As obras da gestão municipal anterior, foram interrompidas pela gestão da prefeita em exercício Inês Weizemann, em razão da falta dos projetos técnicos necessários (conforme o exigido pelo Ministério da Saúde) a execução da reforma, os quais deveriam ter sido exigidos antes do início das obras em 2016. Esse é apenas um dos muitos problemas herdados” da gestão anterior por Weizemann, que vai ter muita dor de cabeça por conta de coisas assim…

SUPLENTES DEVERÃO ASSUMIR VAGA DE VEREADORES PRESOS PELA PECÚLIO

A Mesa Diretora da Câmara Municipal, convocou nesta sexta-feira (20) os suplentes dos vereadores presos pela Operação Pecúlio em Foz. Compareceram ao chamado, Adenildo “Kako” Rodrigues (PTN de Anice Gazzaoui), Marcos Antônio Jahnke (PTN de Darci DRM), Luiz José de Brito (PEN de Rudinei de Moura) e Rosane Pereira Bonho (DEM de Luiz Queiroga). Somente não ao encontro, o suplente Anderson Andrade (PSC de Edílio Dall A’gnol).

Aos suplentes que responderam com suas presenças na reunião para a qual foram convocados, a Mesa Diretora da Câmara Municipal, explanou sobre aspectos burocráticos e legais da posse deles (o que deverá ocorrer no dia 01-02, salvo decisão judicial que impeça suas posses no Legislativo), com a continuidade do impedimento do exercício de mandato dos vereadores presos pela Operação Pecúlio.

Nossa Voz: QUE OS 6 VEREADORES PRESOS PELA OPERAÇÃO PECÚLIO, RENUNCIEM JÁ !!!

É lamentável a insistência dos vereadores presos pela Operação Pecúlio (Anice Gazzaoui – PTN; Darci DRM – PTN; Edilío Dall A’gnol – PSC; Luiz Queiroga – DEM e Rudinei de Moura – PEN, além de Beni Rodrigues – PSB, que já está solto e exercendo o mandato na Câmara Municipal) em continuar tentando exercer o mandato para o qual foram reeleitos em outubro de 2016, o que também pode ser um complicador até para a defesa dos mesmos no Judiciário e uma possível libertação dos mesmos para responder em liberdade as acusações que pesam contra eles.

Seria até um ato de inteligência da defesa dos vereadores encarcerados, a renúncia deles ao mandato, afinal, eles estão presos também em razão do risco que podem oferecer para o erário, afinal foram acusações quanto a estarem envolvidos em corrupção com o dinheiro público que resultou em toda a situação pela qual passam tais edis presos pela Operação Pecúlio. É justamente o perigo que representam para o erário, o fator que deve e deverá pesar muito na avaliação do Judiciário para soltá-los.

Não há clima para que um dia os vereadores presos pela Pecúlio possam exercer mandato de legislador em nossa cidade, conforme demonstrado nos fortíssimos protestos contra eles no dia de suas posses na Câmara e também ante a sociedade civil organizada de Foz, que já protocolizou pedido de Comissão Processante pedindo a uma quase certa cassação desses vereadores.

Portanto, os vereadores presos pela Pecúlio, com suas renúncias ao mandato, deveriam minimizar um pouco o que a eles é atribuído na denúncia do Ministério Público Federal ao Judiciário como crime. Já chega de vergonha em rede nacional para nosso município por conta deles. Foz do Iguaçu não merece continuar passando por tudo isso por conta dos citados vereadores.

JUSTIÇA NEGA PEDIDO DE LIBERDADE PROVISÓRIA PARA EX-VEREADORES PRESOS PELA PECÚLIO

Dois ex-vereadores presos pela Operação Pecúlio, Hermógenes “Mogênio” de Oliveira (PSC) e Fernando Duso (PT), acabam de ter seus pedidos de liberdade provisória negados pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), sediado em Porto Alegre (RS). Os habeas corpus negados pela Justiça Federal foram impetrados pela defesa dos edis encarcerados.

BUDEL DENÚNCIA QUE ESTARIA SENDO AMEAÇADO POR SER DELATOR DA PECÚLIO

Sentindo-se ameaçado, o delator da Operação Pecúlio, Carlos Budel, procurou o Ministério Público Federal para denunciar ameaças que teriam partido do ex-vereador Marino Garcia. Em sua denúncia ao MPF, Budel disse que a ele foi feita “ameaça velada” diretamente por Garcia num encontro pessoal e que pessoas, de quem ele não quis revelar os nomes (para a segurança dos mesmos), teriam avisado ele de que Garcia estaria falando abertamente que estaria “procurando” Budel. Ainda segundo Budel, as ameaças de Marinho Garcia seriam extensiva a ouro delator da pecúlio, Melquizedeque de Souza.

CARTÓRIOS DE FOZ SOB NOVA DIREÇÃO

Um importante fato vem passando ao largo da imprensa local, menos aqui no Nossa Voz: os tradicionais Cartórios Pinheiro, Salinet e Esteves Santos, estão tendo o comando transferido para novos titulares, aprovados em concurso público. Esse tipo de mudança na titularidade dos cartórios, é um processo que está ocorrendo em todo o país. Na próxima atualização do Nossa Voz iremos detalhar o assunto.

ITAIPULAND, É TUDO DE BOM, E HOJE TAMBÉM !!!

Restaurante Panorâmico do Itaipuland oferece neste sábado, 21 de janeiro, a 2º Noite Italiana. Sucesso total na primeira edição, a Noite Italiana se concretiza como especialidade gastronômica no Restaurante Panorâmico do ótimo e bem estruturado Parque Thermal, localizado a apenas 45 minutos da Tríplice Fronteira.

Aberto a visitantes e ao público em geral, o evento promove uma incrível experiência gastronômica aos cuidados do Cheff De Lima. De Lima já fez parte da rede Slaviero, Hotel Internacional Foz, tem experiência em todo o Brasil e é ganhador de diversos concursos de gastronomia no país.

Noite Italiana será comandada pelo Cheff De Lima

Para este sábado (21) a variedade é ampla. Prepare o apetite porque o cardápio está mesmo de dar água na boca. Confira: queijos e antepastos; massas recheadas; cozinha show com massas e molhos; filé à parmegiana; salmão com crosta de ervas; bacalhau à moda antiga e ainda outros.

Provar todas essas delícias e à vontade custa apenas R$ 50 por pessoa. A Noite Italiana é aberta ao público e acontece no Restaurante Panorâmico, dentro do Itaipuland Hot Park, Resort & Spa Thermal, em Itaipulândia, há 45 minutos de Foz do Iguaçu. Fique atento: o jantar começa às 20h.

Tem dúvida? Quer fazer uma reserva?

Entre em contato! Telefone: 45 3559-8100

WhastApp: 45 9 9151-8100

Site: http://itaipuland.com.br

__________________________________

JUSTIÇA NEGA PEDIDO DE LIBERDADE PROVISÓRIA PARA VEREADORES PRESOS PELA PECÚLIO

Dois vereadores presos pela Operação Pecúlio, Luiz Queiroga (DEM) e Darci DRM (PTN), acabam de ter seus pedidos de liberdade provisória negados pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), sediado em Porto Alegre (RS). Os habeas corpus negados pela Justiça Federal foram impetrados pela defesa dos edis encarcerados.

VEREADORES PRESOS NÃO PODERÃO RECEBER SALÁRIO

O tribunal de Contas do Paraná (TCE/PR), está notificando as Câmaras Municipais paranaenses sobre o Acórdão nº 2376/12, que determina que vereador preso não pode receber salário, mesmo nos casos de vereadores cujas as denúncias não estejam acolhidas pela Justiça, como é a situação dos vereadores presos pela Operação Pecúlio em Foz, e também nas situações em que não tenha havido julgamento de edis encarcerados.

ASSALTO MILIONÁRIO EM PLENO CENTRO DE FOZ. BANDIDOS LEVARAM R$ 2,5 MILHÕES

Dois assaltantes armados levaram cerca de R$ 2,5 Milhões de um empresário argentino, acompanhado de um filho e um amigo, que estava numa camionete argentina na Av. Costa e Silva em Foz do Iguaçu. O milionário montante roubado nesta quarta-feira (18), era em moeda estrangeira (690 mil dólares e 1 milhão de pesos argentinos) e seria fruto de uma transação imobiliária. As investigações estão sendo feitas pela Polícia Civil de Foz.

Em Tempo: Pelo que sabemos, não deve haver nenhum vereador local, sendo investigado por esse assalto… Perdemos o Leitor, mas não podemos perder a piada…

PREFEITA DECRETA SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA NA SAÚDE IGUAÇUENSE

A prefeita em exercício de Foz do Iguaçu, Inês Weizemann, decretou “Situação de Emergência” na Saúde pública do município até o dia 30 de novembro deste ano. A medida teria sido tomada em razão da necessidade da reeditação de decreto similr assinado na gestão passada em 2016, por meio do que foi feito o convênio com o governo do Paraná, com a finalidade de transferência provisória da gestão do Hospital Municipal para o estado. O decreto foi publicado no Diário Oficial do município nesta quinta-feira (19).

PROCURADOR GERAL DO MUNICÍPIO PEDE EXONERAÇÃO EM FOZ

Jackson Niehues, pediu exoneração do cargo de procurador-geral do município. A exoneração dele foi publicada no Diário Oficial do município nesta quinta-feira, 19. O motivo do pedido, segundo nossas fontes, seria o tenso clima organizacional existente, há muito, na Procuradoria Geral do município. Niehues é procurador concursado do município. Ainda segundo nossas fontes, poderá vir de fora dos quadros próprios da prefeitura, o próximo procurador-geral.

NOVO COMANDO DE ITAIPU

Mais uma vez é dado como certa a nomeação do engenheiro Luiz Fernando Vianna, na presidência da Itaipu Binacional. Ele é filho do ex-prefeito de Foz do Iguaçu, Clóvis Cunha Vianna. É esperado que a nomeação seja publicada no Diário Oficial da União até está sexta-feira, 20. Vianna é nome indicado pelo governador Beto Richa (PSDB). O vazamento dessa informação extraoficial vem sendo atribuída ao deputado federal João Arruda (PMDB/PR).

Também é dado como certo que os iguaçuenses, Marcos Baugartner (indicação do deputado federal Fernando Giacobo PR) e Sérgio Paulo de Oliveira (suplente de deputado federal do PSD), deverão ser nomeados na Itaipu como, respectivamente, Diretor de Administração e Assistente de Diretoria.

PV/FOZ PODERÁ BRIGAR POR PREFEITURA DE FOZ

Quem parece que vem firme para a disputa da nova eleição para prefeito de Foz do Iguaçu, é o Partido Verde, que conta com dois muito bons nomes para o pleito majoritário: Gilmar Piolla e Nédio Carboni. Ambos possuem presença marcante no dia-a-dia da cidade é são boas opções para o eleitor que busca renovação.

Nédio Carboni é um competente e tradicional empresário do setor imobiliário local e nos últimos anos expandiu seus negócios para o setor de postos de combustíveis e Piolla se notabilizou como um dos nomes fortes do Trade do Turismo local, além de seu dinâmico desempenho à frente da comunicação social de Itaipu e do Fundo Iguassu.

 __________________________________

Página Negra. CENAS DA POSSE DOS VEREADORES DE FOZ PRESOS PELA PECÚLIO

Vergonha Sem Fim. Jamais poderá ser esquecido a vergonha em rede nacional que a Terra das Cataratas está passando por conta dessa situação de termos vereadores presos pela Operação Pecúlio (Anice Gazzaoui – PTN; Darci DRM – PTN; Edilío Dall A’gnol – PSC; Luiz Queiroga – DEM e Rudinei de Moura – PEN) nos representando. Vejam adiante um pouco (da muita) repercussão negativa que a posse dos vereadores encarcerados teve para a imagem de nossa turística cidade.

TV TAROBÁ/BAND

JOSIAS DE SOUZA COMENTA POSSE DE VEREADORES PRESOS DE FOZ

Nada de “Lavar as Mãos”… COMISSÃO PROCESSANTE CONTRA VEREADORES PRESOS PELA PECÚLIO PARA QUÊ???

A população e a imprensa em geral precisam ficar atentos. Tudo indica que se está caminhando para um demorado processo de Comissão Processante contra os vereadores presos pela Operação Pecúlio (Anice Gazzaoui – PTN; Darci DRM – PTN; Edilío Dall A’gnol – PSC; Luiz Queiroga – DEM e Rudinei de Moura – PEN), o que pode levar em torno de 90 dias, quando o CLAMOR e a COMOÇÃO POPULAR dos iguaçuenses é uma solução imediata para o fim da vergonha de termos vereadores presos pela Pecúlio nos representando e, para isso, o caminho mais rápido é a cassação do mandato de tais edis encarcerados, o que pode ser feito pela Mesa Diretora da Câmara Municipal, bastando, para tanto, que a mesa que comanda nosso Legislativo, não  reconheça como justificativa para que aqueles vereadores não tivessem tomado posse no prazo legal que tinham para fazê-lo.

ACIFI REQUEREU COMISSÃO PROCESSANTE PARA VEREADORES PRESOS PELA PECÚLIO, SÓ QUE NÃO

Leandro Costa, presidente da ACIFI, arquitetou, mal, cassação de vereadores presos pela Pecúlio

Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu (ACIFI), apresentou pedido de Comissão Processante contra os 05 vereadores que ainda estão presos pela Operação Pecúlio. O requerimento de Comissão Processante da ACIFI foi apresentado após a posse dos vereadores encarcerados, acontecida na manhã do mesmo citado dia. Resumindo em poucas linhas o que são as 8 páginas do SELETIVO/INÓCUO/NÃO PRÁTICO pedido da ACIFI:

1 – Seletivo. Apesar do vereador Beni Rodrigues (PSB) ter sido preso pela Operação Pecúlio (está solto por ter sido contemplado por decisão judicial) e estar condenado em primeira instância por outro processo, a ACIFI só pediu abertura de Comissão Processante contra os 05 vereadores que a ainda estão presos, sendo que Beni Rodrigues é parte do mesmo processo juntamente com os vereadores que continuam presos;

2 – Inócuo. A Lei Orgânica Municipal e o Regimento Interno da Câmara deixam claro que só podem propor Comissão Processante contra vereadores presos, os Partidos Políticos com representação naquela Casa de Leis ou vereadores eleitos e a ACIFI não é nenhum dos dois;

3 – Não Prático. Ao invés do tal requerimento para abertura de Comissão Processante (o que leva em torno de 90 desgastantes dias de tramitação), a ACIFI  deveria protocolizar um documento que cobrasse da Mesa Diretora da Câmara Municipal o não reconhecimento de qualquer tentativa de justificativa dos vereadores presos pela Operação Pecúlio, para não terem tomado posse no prazo legal e, com isso, a Mesa Diretora, por deliberação política que legalmente lhe é prerrogativa, sumaríssimamente cassasse o mandato dos 05 edis presos, já na primeira sessão do dia 02 de fevereiro.

Nossa Voz: A direção da ACIFI, que não agiu, de fato e de direito, durante todo o movimento de combate a posse dos vereadores presos e nem se “ombreou” com a cidadania iguaçuense que veemente é contra ter os vereadores presos pela Operação Pecúlio como seus representantes, realmente só fez algo tardiamente (o tal requerimento de Comissão Processante) e de forma errada e mal orientada. Deveria a ACIFI ter consultado previamente quem entendesse do tramite Legislativo, antes de formalizar o SELETIVO/INÓCUO/NÃO PRÁTICO requerimento na Câmara. Em que pese a bem intencionada iniciativa, firmada pelo jovem e dinâmico presidente da ACIFI, o probo arquiteto Leandro Costa, não poderíamos de fazer nossas presentes críticas, afinal, não é hora de perdermos tempo.

Silêncio Ensurdecedor. E AS DEMAIS ENTIDADES DA SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA DE FOZ???

Roni Temp, empresário que preside o CODEFOZ

Para que não se perca mais tempo e esforço, como o foi no caso da ACIFI com seu SELETIVO/INÓCUO/NÃO PRÁTICO requerimento de Comissão Processante protocolizado na Câmara Municipal nesta quarta-feira (18), as demais entidades da sociedade civil iguaçuense, quase todas parte integrante do CODEFOZ, deveriam se reunir rapidamente para elaborar um documento único que cobre da Mesa Diretora do Legislativo iguaçuense á mais célere cassação dos mandatos de TODOS os vereadores presos pela Operação Pecúlio (os 05 que estão presos e mais o vereador Beni Rodrigues que foi “esquecido” pela ACIFI…).

Essa rápida cassação de mandato dos edis encarcerados, como já explicamos, deve ser por meio de ato político da Mesa Diretora da Câmara Municipal (decisão com base na não aceitação da prisão dos vereadores como justificativa por não terem os mesmos tomado posse no prazo legal) e não pelo demorado, exaustivo e desgastante trâmite de uma Comissão Processante*.

Além disso, as entidades da sociedade civil organizada de Foz, a exemplo de outras campanhas cívicas em que se engajaram no passado, poderiam elaborar e custear campanha publicitária cobrando da Câmara Municipal a rápida cassação de mandato dos edis presos pela Operação Pecúlio (inclusive o vereador Beni Rodrigues, não se deve esquecer do caso dele, de novo…). Foz do Iguaçu não pode mais ficar exposta ao ridículo por conta dessa VERGONHA para a imagem de nossa cidade, da qual depende visceralmente nossa principal atividade econômica sustentável: o Turismo.

E quem deve rapidamente assumir as “rédeas” da mobilização das entidades representativas de nossa cidade é o presidente do CODEFOZ, nosso prezado e estimado Roni Temp, afinal, o CODEFOZ representa mais de 100 instituições de nossa sociedade civil organizada. Vai que é sua Taffarel, ou melhor, Roni Temp…

* No caso do vereador Beni Rodrigues (PSB), solto por ter sido contemplado por decisão judicial, ele, diferentemente dos 05 vereadores ainda presos pela Pecúlio, precisa ser cassado na Comissão Processante, porquê foi empossado dentro do prazo legal.

Para Registro: Fomos contactados informalmente via telefone, pelo presidente da OAB local, Dr. Valter Domingos, que explicou que se encontra em viagem desde a última semana, mas que tão logo chegue a Foz na semana que vem, fará contato sobre a posição da entidade quanto aos vereadores presos pela Pecúlio poderem legislar.

Também fomos contatados por um respeitadíssimo membro da Maçonaria local, que nos disse que a Maçonaria, enquanto instituição, não pode, por suas disposições regimentais internas, se envolver na questão dos vereadores presos pela Operação Pecúlio, mas que os maçons em geral, também possuem posição igual ao da grande maioria da população local em relação aos vereadores em tela.

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

Devemos deixar a Mesa Diretora “lavar as mãos” não cassando, em rito sumaríssimo, os 05 vereadores presos pela Operação Pecúlio, negativamente expondo ainda mais a vergonhosa situação política de Foz do Iguaçu em mídia nacional???

Alerta, Alerta, Alerta: CRIMES EM MANDATO PASSADO PODEM SIM CASSAR ATUAL MANDATO DE VEREADORES PRESOS PELA PECÚLIO

Que ninguém se deixe enganar pelo argumento de que os vereadores presos pela Operação Pecúlio não podem ser cassados em razão de que as acusações contra eles são do mandato passado e não do atual mandato para o qual foram eleitos e, agora empossados. Quando alguém vier com essa conversa é só contestar tal argumento com o seguinte fato: a ex-presidente reeleita, Dilma Rousseff, foi processada e cassada politicamente no Congresso Nacional, pelas “pedalas fiscais” no primeiro mandato dela e “Zéfini”…

Para Reflexão: VAMOS DEIXAR A “CANETA DAS LEIS” (E O ERÁRIO DE FOZ DO IGUAÇU), NAS MÃOS DOS VEREADORES PRESOS PELA OPERAÇÃO PECÚLIO???

__________________________________

POSSE DE VEREADORES PRESOS PELA OPERAÇÃO PECÚLIO CONFIRMADA EM FOZ

Confirmado. Vereador presos pela Operação Pecúlio (Anice Gazzaoui – PTN; Darci DRM – PTN; Edilío Dall A’gnol – PSC; Luiz Queiroga – DEM e Rudinei de Moura – PEN), tomarão posse nesta quarta-feira (18), as 10h, na Câmara Municipal. Por enquanto, somente a imprensa tem o acesso garantido ao ato. O presidente interino da Câmara, Rogério Quadros, disse na coletiva que serão as forças de segurança que definirão se a população terá ou não acesso a Casa de Leis dos iguaçuenses na posse dos edis encarcerados.

TERRA DAS CATARATAS NOVAMENTE MANCHETE NEGATIVA NACIONAL POR CONTA DE POSSE DE VEREADORES PRESOS

E que os iguaçuenses preparem seus corações, pois a noite de quarta-feira (18), mais uma vez mostrará para todo o Brasil a VERGONHOSA situação dos vereadores presos pela Operação Pecúlio. A todos eles os iguaçuenses devem agradecer por estarem, além de tudo, comprometendo a imagem da Terra das Cataratas para todo o país.

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

Será que algum dos novos vereadores eleitos terá coragem de propor uma Moção de Repúdio aos vereadores presos pela Pecúlio pela VERGONHA que os edis encarcerados estão fazendo passar Foz do Iguaçu?

NOVA MOBILIZAÇÃO POPULAR PROTESTARÁ DEFRONTE A CÂMARA CONTRA POSSE DE VEREADORES PRESOS

Mais uma vez haverá mobilização da população, defronte à Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, contra os vereadores presos pela Operação Pecúlio. O protesto será amanhã, quarta-feira (18), as 09h.

Nossa Voz: RENI PEREIRA, ANICE, BENI, DARCI, EDÍLIO, QUEIROGA E RUDINEI, QUAL A DIFERENÇA ENTRE ELES NOS REPRESENTANDO, DONA JUSTIÇA ???

Não dá para aceitar que o Judiciário trate diferentemente, quanto ao exercício do mandato, os vereadores presos pela Operação Pecúlio (Anice Gazzaoui – PTN; Darci DRM – PTN; Edilío Dall A’gnol – PSC; Luiz Queiroga – DEM e Rudinei de Moura – PEN) e o ex-prefeito, Reni Pereira (PSB), alcaide a quem a Justiça afastou do cargo tão logo ele foi preso no ano passado, inclusive proibindo-o de se aproximar da prefeitura.

Pois bem, não há como tratar diferentemente (em relação ao exercício de mandatos) os vereadores presos na mesma Operação que o ex-prefeito de Foz, edis esses que estão no mesmo processo criminal que resultou na prisão e afastamento do cargo do ex-alcaide, acusados de serem todos, partes do mesmo esquema de corrupção que Reni Pereira. Portanto, não pode haver “um peso e duas medidas” da Justiça, ou seja, os vereadores presos não podem exercer o mandato, ainda que empossados, tal qual foi determinado pelo Judiciário para Reni Pereira, inclusive devendo os vereadores presos serem proibidos de se aproximar da Câmara Municipal.

Nossa Voz: VEREADORES PRESOS PELA PECÚLIO TÊM DIREITO SIM, A POSSE

Analisando tido o que já foi dito e divulgado sobre as decisões do Judiciário e da Câmara Municipal, cremos que há que se respeitar a decisão da Justiça em determinar a posse deles, em que pese lamentarmos profundamente a vergonha que nossa cidade para em todo o Brasil toda essa situação.

Para atender o CLAMOR POPULAR que é contra vereador preso em nosso Legislativo Municipal, resta a esperança de que a Mesa Diretora da Câmara Municipal, que tem prerrogativa legal, não reconheça como válida, qualquer alegação, por parte dos edis encarcerados, que tente justificar a não posse deles no prazo legal, expirado no dia 15, domingo passado, e a posse deles fora do prazo legal por Liminar Judicial ao Legislativo, é uma decisão que pode ser questionada de várias firmas no Judiciário, objetivando a anulação e os efeitos de tal decisão liminar.

Soluções Imediatas. A Mesa Diretora, sem sequer precisar consultar o Judiciário e nem colocar o assunto para votação em Plenário pelos demais vereadores, pode cassar o mandato dos vereadores por não reconhecer que o fato deles estarem presos justifica eles não terem tomado posse e, assim, cassar o mandato deles, cassação esta que seria a forma mais ágil de resolver essa situação, de acordo com o que, sem nenhuma dúvida, é o anseio da grande maioria da população iguaçuense. Mais rápido do que isso, só uma renúncia ao mandato, por parte dos vereadores presos e isso, alguém acredita que poderá acontecer…

Em nossa próxima atualização desta coluna, também abordaremos as demais formas possíveis de se manter os vereadores presos pela Operação Pecúlio fora o exercício do mandato deles e/ou para a perda definitiva de seus mandatos.

PROCESSO DE RENI PEREIRA, AGORA SEM PRIVILÉGIO, PASSAR A TRAMITAR NA JUSTIÇA COMUM

Por falar em Reni Pereira, o processo dele já não mais pertence a foro privilegiado e começa a tramitar na Justiça comum em Foz do Iguaçu, em razão do fim do mandato do ex-prefeito de Foz.

PHELIPE MANSUR VAI À POLÍCIA POR CONTA DE VÍDEO APÓCRIFO

Inconformado com as acusações contidas em um vídeo apócrifo que está circulando nas redes sociais, o empresário e pré-candidato a prefeito de Foz, Phelipe Mansur, procurou a Polícia Civil pedindo investigação quanto a autoria do tal vídeo. Mansur também divulgou um vídeo seu, no qual rebate veementemente as acusações contra ele.

BOA NOTÍCIA PARA FOZ

Nem terminou ainda o a atual edição do Congresso Internacional de Educação Física em Foz do Iguaçu e o sucesso do evento já garantiu a realização da próxima edição do evento na Terra das Cataratas no ano que vem. O Congresso é o mais antigo e ininterrupto evento realizado na cidade, para o qual dezenas de milhares de pessoas já vieram participar. Parabéns ao Prof. Almir Gruhn e toda a organização do Congresso da FIEP. No encerramento do evento iremos divulgar um balanço geral para nossos leitores saberem exatamente a importância desse atrativo para a economia de nossa cidade.

OUTRA BOA NOTÍCIA PARA FOZ

Ficamos sabendo que é praticamente certo que o prof. Sérgio Paulo de Oliveira, suplente de deputado federal pelo PSD, deverá assumir importante cargo na Itaipu. Defensor das causas iguaçuenses e da Região, o Prof. Sérgio, se confirmada a informação, será um importante elo entre a binacional de energia e os interesses de nossa cidade ante.

________________________________

LIMINAR DA JUSTIÇA GARANTE A VEREADORA PRESA ANICE, TOMAR POSSE E PODERÁ EXERCER MANDATO RECEBENDO O SALÁRIO

Na mais recente liminar judicial que contemplou a vereadora Anice Gazzauoi, está explicito que ela, após tomar posse, poderá exercer o mandato, não se sabe se com o uso de tornozeleira eletrônica, e receber salários dos cofres municipais.

VEREADORES PRESOS, DARCI, EDÍLIO, QUEIROGA E RUDINEI, TOMARÃO POSSE, MAS NÃO PODERÃO EXERCER O MANDATO

Diferentemente da vereadora Anice Gazzaoui (PTN), os vereadores presos junto com ela pela Operação Pecúlio (Darci DRM – PTN; Edilío Dall A’gnol – PSC; Luiz Queiroga – DEM e Rudinei de Moura – PEN), segundo a ordem judicial que determina que eles sejam empossados na Câmara Municipal, não poderão exercer o mandato de vereador e nem receber salário de vereança.

VEREADOR BENI RODRIGUES FOI SOLTO E ESTÁ EXERCENDO O MANDATO E RECEBENDO SALÁRIO DO ERÁRIO IGUAÇUENSE

Essa coluna de informação opinativa, não sabe se o vereador Beni Rodrigues (PSB) está usando tornozeleira eletrônica, após ser preso pela Operação Pecúlio e depois solto, graças a recurso na Justiça, mas é certo que a Justiça permitiu a ele exercer o mandato e receber salários.

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

Não é, por tudo o que escrevemos sobre as liminares conseguidas pelos vereadores da Pecúlio (Anice Gazzaoui; Darci DRM; Edilío Dall A’gnol; Luiz Queiroga e Rudinei de Moura) Um Peso e Três Medidas”, o Judiciário emanar liminares com 3 formas diferenciadas para comtemplar vereadores presos pela Operação Pecúlio???

PRESIDENTE DO CODEFOZ AFIRMA QUE ENTIDADES ORGANIZADAS SÃO CONTRA VEREADORES PRESOS NA CÂMARA MUNICIPAL

O empresário, Roni Carlos Temp, presidente do CODEFOZ (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu), disse ao jornal Gazeta, que aquela entidade está se organizando contra a possibilidade de vereadores presos assumirem mandato na Câmara Municipal local. Ele disse ainda, que as entidades defendem que os vereadores presos respondam a Comissão Processante por quebra de decoro

Temp não informou se essa posição de abertura de Comissão Processante é extensiva ao vereador Beni Rodrigues (PSB), que foi preso pela Pecúlio e conseguiu ser solto para assumir o mandato, O CODEFOZ congrega mais de 100 entidades da sociedade civil organizada do município.

Denúncia: IMPRENSA ESTÁ SENDO “IMPRENSADA” POR AMEAÇAS POR DENUNCIAS CORRUPÇÃO POLÍTICA EM FOZ

“Poizé”. Prezados leitores, precisamos registrar que o responsável essa coluna, recebeu GRAVES AMEAÇAS em razão de nossa atuação jornalística em relação aos desdobramentos da Operação Pecúlio.

Essas ameaças que recebemos, se estendem também aos colaboradores do portal de notícias O IGUASSU. E essas ameaças não se restringiram somente aos já citados nesta denúncia, mas, pelo menos, para um combativo ativista de redes sociais, pessoa que também trabalha em um dos mais importantes e tradicionais veículos de comunicação de massa de Foz do Iguaçu. Oportunamente voltaremos ao assunto.

CHARGE DO DIA

FOZ NÃO PODE REAGIR A CORRUPÇÃO COM VELOCIDADE DE TARTARUGA COM CÂIMBRA

Em que pese algumas boas manifestações isoladas de dirigentes de entidades importantes como nos casos dos pronunciamentos dos presidentes do CODEFOZ, Roni Temp, e da OAB/Foz, Valter Domingos, os fatos relativos a possibilidade de termos exercendo mandato em nosso Legislativo local, vereadores presos pela Operação Pecúlio, fazem urgir que as organizações da sociedade civil organizada em Foz do Iguaçu, passem da palavra a ação, como fizeram os poucos corajosos que não tiveram medo de dar a cara no protesto anticorrupção de sexta-feira (13), defronte a Câmara Municipal.

Foi graças aquele ato de protesto na Câmara na sexta-feira, aprendam com exemplo daqueles briosos, ACIFI/CODEFOZ/Conselho de Pastores (COPEFI)/Maçonaria/Observatório Social (OSFI)/Sociedade Islâmica e  Ordem dos Advogados do Brasil de Foz, que não houve a posse de vereadores naquele dia. Nada adiantará agir quando tudo estiver consumado.

Nossa Voz: Ante tanta representatividade que têm as entidades da sociedade civil organizada de nosso município, passou da hora delas exercerem seu papel de nos representar institucionalmente, desonerando o cidadão de ter que se expor de forma quase que “pessoal” (pois são muito poucos o que estão, de fato, agindo) contra a corrupção que assola nossa cidade.

A corrupção na política iguaçuense é comandada não só por políticos poderosos e por gente de todas espécie (muitos de altíssima periculosidade). Não sejamos hipócritas, não há como provar, mas que ninguém duvide: teve muito dinheiro de origem criminosa em campanhas cujos verdadeiros custos vultuosos ficaram longe das prestações de contas à Justiça Eleitoral, como é de costume em toda eleição. Esse dinheiro de origem ilícita (vindo até do crime organizado, não duvidamos), teve objetivo não menos criminoso do que sua própria origem.

Portanto, não estão “contrariados”, com a reação da cidadania contra a corrupção, somente os que já são conhecidos partícipes do que é investigado pela Operação Pecúlio. O submundo do crime, que “investiu” muito dinheiro em campanhas políticas, também é um grande risco para quem não concorda e/ou tem combatido a corrupção e seus responsáveis em nosso município.

Por fim, cremos não ser mais responsabilidade do cidadão comum confrontar pessoalmente todo esse esquema de corrupção na política de Foz do Iguaçu e, assim, não temos receio de afirmar, colocar-se em risco, bem como a sua família. Chegou a hora e urge que nossas organizações da sociedade civil local assumam seu papel e a luta passe contra a corrupção passe a ser institucional e não só de pessoas que já fizeram muito e se expuseram a riscos por isso.

Associação Comercial (ACIFI), Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CODEFOZ), Conselho de Pastores (COPEFI), Maçonaria, Observatório Social (OSFI), Sociedade IslâmicaOrdem dos Advogados do Brasil, passem “DA PALAVRA A AÇÃO” !!!

Uma ótima semana para todos !!!

___________________________________

Nossa Voz: OS IGUAÇUENSES DEVEM TER VERGONHA DOS POLÍTICOS QUE NOS REPRESENTAM??? DEVEMOS TER VERGONHA TAMBÉM DOS DIRIGENTES DAS ENTIDADES DA SOCIEDADE ORGANIZADA DE FOZ DO IGUAÇU???

“Poizé”. No ápice da necessidade de mobilização de toda a sociedade iguaçuense contra a VERGONHA NACIONAL a que a imagem de nossa cidade está sendo exposta com a página mais negra da histórica política do município, as entidades mais representativas da sociedade civil organizada local, salvo raríssimas exceções, estão omissas, parecendo estar alheias a tudo.

A Associação Comercial (ACIFI), Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CODEFOZ), Conselho de Pastores (COPEFI), Maçonaria, Observatório Social (OSFI), Sociedade Islâmica e a Ordem dos Advogados do Brasil, tão atuantes, de fato e de direito, na hora de se posicionar contra a corrupção na esfera federal de governo, ou seja, com o que acontece bem longe de Foz do Iguaçu, quando se tratar de se posicionarem sobre o que a corrupção política/empresarial está fazendo com nossa cidade, “somem” dos holofotes.

Alguns poucos, muito poucos, na verdade, dirigentes dessas entidades, como, por exemplo, o presidente da OAB local, Dr. Valter Domingos (disse na imprensa, em alusão a prisão da vereadora Anice Gazzaoui, que é advogada e está presa em sala especial no Batalhão da PM, que só tem direito a este privilégio advogados no exercício da profissão…)  têm feito alguma manifestação pessoal sobre os fatos que envergonham nossa sociedade, mas isso nada mais sendo do que externando opiniões pessoais, ainda que elogiáveis, como a manifestada pelo imparcial presidente da OAB local.

Onde estavam a (ACIFI), Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CODEFOZ), Conselho de Pastores (COPEFI), Maçonaria, Observatório Social (OSFI), Sociedade Islâmica e a Ordem dos Advogados do Brasil no protesto defronte a Câmara Municipal, nesta terça-feira (13-01), contra os vereadores presos pela Operação Pecúlio??? Eis a pergunta que não quer calar…

E nesse ponto cabe um elogio especial nosso aos corajosos membros locais do Conselho Nacional do Laicato da Igreja Católica que não se omitiram e não tiveram medo de organizar a manifestação anticorrupção na frente da Câmara de Vereadores, onde também se fez presente Movimento Foz Contra a Corrupção, além de cerca de 100 briosos eleitores iguaçuenses e da imprensa local (dando a devida cobertura ao importantíssimo ato).

Admita ou não quem quiser, foi o CLAMOR POPULAR de poucos, que rugiram como leões indignados contra a corrupção na sexta-feira (13) na Câmara, que, apesar da falta de apoio e presenças da (ACIFI), Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CODEFOZ), Conselho de Pastores (COPEFI), Maçonaria, Observatório Social (OSFI), Sociedade Islâmica e a Ordem dos Advogados do Brasil e dos novos vereadores eleitos da cidade, se conseguiu a suspensão, a posse dos vereadores presos pela Operação Pecúlio.

AINDA SOBRE NOSSOS NOVOS POLÍTICOS ELEITOS

Temos 09 novos vereadores eleitos em Foz, mas onde estavam, estão e qual a posição deles sobre a posse de vereadores, presos pela Pecúlio, como seus pares no Legislativo local e será que eles estão escutando o clamor da população iguaçuense sobre isso??? Eis a questão…

Pode ser até compreensivo que tenha havido esse “silêncio ensurdecedor” por parte dos novos vereadores eleitos em Foz, sejam eles membros ou não da atual Mesa Diretora da Câmara Municipal, até porque a situação é complexa e as informações são muitas e precisam de análise e avaliação, mas urge um posicionamento deles, novos edis eleitos, que precisam e têm a prerrogativa legal, independentemente do que sentencia o Judiciário, de julgar politicamente, o que fazer ou não sobre o mandato dos vereadores presos pela pecúlio.

Acontece que, agora, todos elementos já chegaram ao conhecimento do comando da Câmara Municipal e de todos os novos vereadores eleitos e a maior crise moral e financeira de Foz do Iguaçu. O município não pode se sujeitar ficar à espera de “profundas reflexões” e muito menos a inaceitáveis decisões corporativistas, de fisiologismos pessoais e/ou partidários.

Nossos novos vereadores precisam vir a público, o quanto antes, se posicionar. Não existe maior representante direto do cidadão do que o legislador eleito e os nossos precisam dar uma satisfação imediata a população. Na vida pública de um político honesto, também não pode haver espaço para a COVARDIA e a OMISSÃO.

OS ELEITORES IGUAÇUENSES MERECEM OS POLÍTICOS QUE ELEGERAM???

O que não falta, é iguaçuense nas redes sociais fazendo pesadas críticas contra a corrupção em nossa cidade, mas isso é fácil quando somente o é no “mundo virtual” e apenas por meio de teclado de computador e/ou celular. Se fazer presente e não ter medo de encarar de frente um bom combate contra a corrupção, como fizeram os participantes do protesto desta sexta-feira na Câmara Municipal, isso, lamentavelmente, quase ninguém se dispõe a fazer.

É preciso entender que se faz necessário que, “da palavra, se passe a ação”. Foram muitas as tentativas de justificativa dos “ativistas de redes sociais” para explicar o porquê não puderam comparecer no protesto na Câmara. O mais alegado foi de que era um dia de semana e que se fosse em dia não útil, o comparecimento seria possível (como se não fosse um dia de semana útil para os manifestantes que foram ao protesto…).

Pois bem, esquecem esses manifestantes virtuais, salvo os que realmente tinham compromissos inadiáveis, em suas vãs tentativas de justificar suas ausências, que se a manifestação de sexta-feira fosse deixada para o fim de semana, os vereadores presos pela Pecúlio teriam tomado posse na sexta-feira, dia 13…

ÉPRÁCABÁ

Por fim, lembremos todos de um trecho da famosa música de Geraldo Vandré:  “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer…”. Os iguaçuenses não podem mais esperar, pois nossa cidade não tem mais tempo para perder com a corrupção. É inaceitável a OMISSÃO e COVARDIA de nossas lideranças sociais, representantes políticos e de nossas organizações da sociedade civil.

Em Tempo: Aos incomodados com a Nossa Voz, esclarecemos: Não queremos vereadores presos pela Operação Pecúlio legislando e nos representando em nossa Casa de Leis!!!

________________________________

BOM DIA A VOCÊ, QUE NÃO QUER A VERGONHA DE TERMOS VEREADORES PRESOS PELA OPERAÇÃO PECÚLIO NOS REPRESENTANDO EM NOSSA CÂMARA MUNICIPAL.

O programa de televisão mais visto no Brasil, o Jornal Nacional da Rede Globo, divulgou na noite desta quinta-feira (dia 12), vergonhosa matéria sobre a posse da vereadora eleita e presa pela Operação Pecúlio em nossa cidade, Anice Gazzaoui. Viramos uma “Vergonha Nacional”!!! E você, o que pode fazer além de se manifestar em redes sociais???

Hoje, sexta-feira (13-01) as 9h, haverá um protesto defronte a nossa Câmara Municipal, mobilização popular esta que é apoiada pela Diocese local da Igreja Católica. Para que haja a devida amplitude e resultados efetivos esperados com o protesto, é necessário que o máximo de pessoas possam comparecer e mostrar sua indignação com a vergonhosa CRISE MORAL pela qual passa nossa política local.

Precisamos dar uma basta na corrupção em Foz e um ato concreto para tanto, é nos mobilizarmos contra sermos representados pelos vereadores presos pela Operação Pecúlio.

Saibam todos que o atual comando da Câmara Municipal, considera seriamente a possibilidade de empossar os vereadores presos pela Pecúlio, posses que deverão efetivamente ocorrer, se ficarmos somente no mundo virtual das redes sociais.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Rogério Quadros (PTB), os edis membros da Mesa Diretora do Legislativo e todos os novos membros de nossa Casa de Leis (é, aquela Casa de Leis é dos iguaçuenses e não dos vereadores presos pela Pecúlio) precisam entender que existe um CLAMOR POPULAR contra vereadores presos nos representar.

Assim, é fundamental que todos possam se fazer presente no protesto de amanhã defronte à Câmara, quando também ficará claro para todos os novos vereadores de Foz do Iguaçu, que eles escreverão agora a história política deles, permitindo ou não que vereadores presos componham nosso Legislativo.

VEREADORA ANICE DE FOZ, QUE ESTÁ PRESA PELA OPERAÇÃO PECÚLIO, TOMOU POSSE. SÓ QUE NÃO…

Na tarde desta quarta-feira (12), uma viatura da Polícia Militar levou para tomar posse na Câmara Municipal a vereadora Anice Nagib Gazzaoui (PTN), reeleita e presa pela Operação Pecúlio desde dezembro de 2016. Anice chegou na sede do Legislativo local muita bem trajada, sem nenhuma vestimenta que normalmente caracteriza um detento e com bom aspecto físico geral. Ela estava escoltada por 2 policiais militares do 14º Batalhão da PM, onde a mesma se encontra encarcerada e para onde retornou, depois de uma conturbada e contestável posse com autorização judicial, ato que, no mesmo dia, viria a ser anulado pelo presidente do Legislativo iguaçuense, vereador Rogério Quadros (PTB), como veremos na sequência desta atualização do Nossa Voz.

SEM PRÉVIA PROGRAMAÇÃO PELA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA, ANICE FOI EMPOSSADA APENAS POR 2 SERVIDORES DO LEGISLATIVO

Presidente da Câmara, Rogério Quadros (foto), não programou posse da vereadora Anice e nem tinha ciência do ato, que cancelou poucas horas depois

Inesperadamente, estando o Legislativo local em recesso nas suas atividades, Anice Gazzaoui, conduzida pela PM, chegou longe dos holofotes da imprensa e do conhecimento da população e também do presidente da Câmara Rogério Quadros e dos demais membros da Mesa Diretora da Casa de Leis, pois, por recesso legislativo, nenhum edil lá se fazia presente, até mesmo porque não houve a devida convocação para se dar posse a encarcerada, Anice.

Ante o espanto dos poucos servidores que se encontravam na Câmara e a persistência e habilidade do renomado criminalista defensor da vereadora presa, o qual foi trazido de Curitiba, segundo nossas fontes, a “peso de ouro”, para cuidar dos interesses legais daquela edil, dois servidores, aparentemente, sem saber bem como lidar com toda aquela situação pela qual foram surpreendidos, acabaram, eles mesmos dando posse a Anice e firmando respectivo ato que viria a ser anulado no mesmo dia pelo presidente da Câmara. É aguardada uma nota oficial da Câmara nesta quinta-feira (12), sobre toda a questão da frustrada posse da vereadora Anice.

POSSE DE ANICE FOI, SEM NUNCA TER SIDO…

Tão logo se inteirou do que havia ocorrido na Casa de Leis que comanda interinamente, o vereador Rogério Quadros (PTB), amparado por consultoria jurídica, no final da tarde desta quarta-feira (11), anulou o ato da tentativa de posse definitiva da vereadora, firmado apenas pelos 2 servidores municipais. A decisão anulatória da posse de Anice, dentre outros aspectos, teria sido tomada por Rogério Quadros, pelo disposto no Parágrafo XXI do Artigo 17 do Regimento Interno da Câmara Municipal, que determina que posse de vereador seja dada pelo presidente do Legislativo e a tal posse de Anice foi dada por servidores da Casa de Leis, o que é ilegal. É, foi no melhor estilo “Viúva Porcina”…

COMOÇÃO POPULAR PELA POSSE ILEGAL DA VEREADORA ANICE, QUE CONTINUA PRESA

Tão logo circulou pelas redes sociais que Anice Gazzaoui estava na Câmara Municipal, foi impressionante o tamanho da propagação do que ocorria inusitadamente no Legislativo. A revolta da população, pega de surpresa com a situação foi, quase que de forma unânime, de indignação. Parte da imprensa foi mobilizada e se dirigiu a Câmara onde não houve acesso para os profissionais da mídia em geral, impedidos de trabalhar porque as portas da Casa de Leis estavam trancadas para impedir o acesso geral na posse da vereadora presa que lá se encontrava.

Nossa Voz: É necessário e importante saber de quem seria a responsabilidade do impedimento do trabalho da imprensa. A princípio, as portas teriam sido trancadas por ato deliberado da Polícia Militar, o que, ainda segundo nossas fontes, teria sido de forma arbitrária. Iremos investigar melhor e, oportunamente, voltaremos a abordar sobre esse fato específico.

ASSISTAM O VÍDEO DA VEREADORA ANICE SENDO LEVADA DE VOLTA AO CÁRCERE APÓS QUESTIONÁVEL POSSE:

ADVOGADO DE ANICE DIVULGOU VÍDEO DA POSSE DA VEREADORA EM REDE SOCIAL, NO QUAL ATACA PRESIDENTE DA CÂMARA. ASSISTAM O VÍDEO:

Nossa Voz: Depois de tudo pelo que foi presa Anice Gazzaoui, nos parece sem cabimento e descabido o juramento feito pela mesma em sua posse, agora anulada. Difícil crer em tal juramento.

ASSESSOR, BRAÇO DIREITO DE ANICE, FEZ GRAVAÇÃO COM OFENSAS A QUEM FOI CONTRA A TAL POSSE. CONFIRAM ADIANTE O ABSURDO QUE DISSE O ALOPRADO ELEMENTO:

MANIFESTAÇÃO DE PROTESTO NA CÂMARA CONTRA POSSE DE VEREADORES PRESOS PELA OPERAÇÃO PECÚLIO, SERÁ NESTA SEXTA-FEIRA (13)

Deve ter muito bom número de participantes, a manifestação popular contra a corrupção em Foz do Iguaçu e a posse de vereadores reeleitos e presos pela Operação Pecúlio, organizada pelo Conselho Nacional do Lacaito do Brasil – Diocese Católica de Foz do Iguaçu. O evento, o qual está coluna apoia totalmente, acontecerá as 09h desta sexta-feira (13), defronte a Casa de Leis dos iguaçuenses. Veja adiante a convocação para o evento.

Nossa Voz: Participem, prezados leitores. O ato vai ao encontro do que clama nossa população.

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

Os novos vereadores de Foz, eleitos pela primeira vez; o Observatório Social; a Maçonaria; o CODEFOZ; a ACIFI; o Conselho de Pastores Cristãos; o bispo Católico; os clérigos Islâmicos e demais entidades da sociedade civil iguaçuense, se farão presentes na manifestação da população desta sexta-feira (13) contra a posse dos vereadores presos pela Pecúlio ???

________________________________

LAMENTAMOS INFORMAR QUE DECISÃO JUDICIAL FARÁ FOZ DO IGUAÇU PASSAR OUTRA VERGONHA NACIONAL

É com profundo pesar que informamos que a Justiça decidiu, nesta terça-feira (10-01), permitir que os vereadores reeleitos e presos pela Operação Pecúlio sejam escoltados para tomar posse e, na sequência, retornem ao cárcere. Nossa coluna recebeu cópias das decisões relativas as posses dos vereadores Darci DRM (PTN), Luiz Queiroga (DEM) e de Edilío Dall A’gnol (PSC), mas tal contemplação judicial, segundo nossas fontes, se estenderia a todos os outros 2 vereadores, presos: Anice (PTN) e Rudinei de Moura (PEN).

POSSE DE VEREADORES PRESOS EM FOZ PODERÁ IMPEDIR CASSAÇÃO DE MANDATO DELES

Na foto, o presidente interino do Legislativo iguaçuense, vereador Rogério Quadros, que é quem define a posse ou não dos vereadores presos no período de recesso na Câmara Municipal

Com a lamentável decisão judicial permitindo a posse dos vereadores de Foz, reeleitos e presos pela Pecúlio, só poderá haver a tal posse, caso haja um ato extraordinário do Comando da Câmara Municipal para a absurda posse, pois a decisão Judicial não determina explicitamente que o Legislativo retome atividades no recesso para empossa-los.

Ou seja, compete exclusivamente ao presidente em exercício do Legislativo, vereador Rogério Quadros (PTB), determine ato extraordinário para a posse desses vereadores até segunda-feira (16), em pleno período de recesso do Legislativo, os edis encarcerados não mais estarão sujeitos a perder o mandato por não terem sido empossados nos 15 primeiros dias deste ano, conforme determinado na respectiva legislação vigente.

VEREADORES DE FOZ PRESOS NÃO DEVERÃO SER CASSADOS POR QUEBRA DE DECORO, APÓS SEREM EMPOSSADOS

Para que os nossos leitores tenham uma ideia da gravidade da decisão judicial autorizando a posse dos vereadores reeleitos e presos pela Pecúlio, na volta do recesso do Legislativo em fevereiro próximo, caso haja uma provável abertura de Comissão Processante na Câmara Municipal contra os tais 5 vereadores presos (Anice, Darci, Edilio, Queiroga e Rudinei de Moura) e também contra o vereador Beni Rodrigues (PSB), que esteve preso pela pecúlio e que possui condenação judicial anterior em vigor, não deverá haver a cassação dos mandatos desses edis, em razão do que explicamos no parágrafo seguinte desta informação.

Para a cassação dos vereadores por uma Comissão Processante no Legislativo local, a legislação vigente determina não menos que 10 votos para tanto. Como são 15 vereadores em Foz  e sendo que a citada comissão de processo de julgamento político por quebra de decoro seria, a princípio, contra os 5 edis reeleitos e presos pela Pecúlio (Anice, Darci, Edilio, Queiroga e Rudinei de Moura) e mais o vereador Beni Rodrigues, os seis edis eventualmente processados não poderiam votar e, assim, não se obteria os 10 votos que a legislação exige para a cassação deles.

Em Tempo: Caso a Comissão Processante fosse instaurada contra apenas os 5 vereadores ainda presos e não contra o vereador Beni Rodrigues, não se crê que ele não seria o necessário 10º voto favorável à cassação dos ex-colegas de cárcere…

MESA DIRETORA DEVE SE REUNIR INFORMALMENTE PARA DISCUTIR POSSE DE VEREADORES REELEITOS E PRESOS

Um dos membros da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, que pediu para não ser identificado, nos revelou, em off, que ainda nesta quarta-feira (11-01), os integrantes da Mesa se reunirão para discutir a autorização judicial para a posse dos vereadores reeleitos e presos pela Pecúlio.

SOCIEDADE IGUAÇUENSE PRECISA SE MOBILIZAR, CASO QUEIRA TER COMO REPRESENTANTES, VEREADORES REELEITOS E PRESOS PELA PECÚLIO

Ante a vergonha nacional que Foz do Iguaçu está prestes a passar por conta dessa permissão aos vereadores reeleitos presos na Operação Pecúlio possam tomar posse escoltados e, na sequência, retornem ao cárcere, a coluna Nossa Voz defende que nesses decisivos dias em que isso pode acontecer (até segunda-feira, dia 16), toda a sociedade iguaçuense em ALERTA GERAL e se dedique nas redes sociais com foco em assuntos diretamente relacionados a tal possibilidade de posse.

Também defendemos uma mobilização da população e organização da sociedade civil em geral para na Câmara Municipal a ser convocada emergencialmente, assim que se saiba o momento mais adequado para tanto.

Cremos que temos uma oportunidade de, por fim, efetivamente conquistar algo de concreto por ação nossa contra a corrupção em Foz do Iguaçu, deixando de tratar de outros assuntos políticos locais nesses dias.

Lamentamos contrariar quem pensa diferente, mas em nada ajudará nesta questão gravíssima de nosso município não termos foco e nos mobilizarmos contra a corrupção local. Precisamos agir, saindo do cômodo mundo virtual das redes sociais.

Desde a noite de ontem, terça-feira 10-01, esta coluna de informações e opinião, vem acompanhando o mais perto possível, os bastidores do assunto no meio político e aqui informaremos tudo o que soubermos.

Ante o exposto, pedimos que nos enviem, pelo e-mail nossavoz.foz@gmail.com, a opinião é sugestões dos leitores sobre a presente proposta.

Até segunda-feira próxima (dia 16), desde já, a coluna Nossa Voz estará de prontidão total, com foco absoluto nesse novo momento de crise moral em nossa cidade.

PARA NOSSA REFLEXÃO SOBRE A CRISE MORAL PELA QUAL PASSA FOZ DO IGUAÇU

Verdades Esquecidas, principalmente em Foz do Iguaçu

“A esperança tem duas filhas lindas, A indignação e a Coragem; A indignação nos ensina a não aceitar as coisas como estão; a coragem, A Mudá-las.”

Por Agostinho, teólogo católico*

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

O que farão por Foz do Iguaçu, aqueles que encheram a praça do Bartolomeu Mitre contra a corrupção na esfera federal; o Observatório Social; a Maçonaria; o CODEFOZ; a ACIFI; o Conselho de Pastores Cristãos; o bispo Católico; os clérigos Islâmicos e demais entidades da sociedade civil iguaçuense, sobre a cassação do mandato dos vereadores reeleitos e presos pela Operação Pecúlio???

VÍDEO PARA QUE OS IGUAÇUENSES TENHAM UMA IDEIA DA VERGONHA NACIONAL QUE PASSARÃO COM A POSSE DE VEREADORES PRESOS:

Acordem iguaçuenses, pois o nosso Brasil começa por Foz do Iguaçu!!!

Mande suas críticas, sugestões e colaborações para a coluna, por meio do e-mail: nossavoz.foz@gmail.com

_________________________________

PREFEITA DE FOZ DEFINE PRIMEIRO ESCALÃO DE GOVERNO

A prefeita em exercício de Foz do Iguaçu, Inês Weizemann (PSD), definiu os nomes dos secretários municipais que integrarão seu governo. O anúncio da equipe será feito em coletiva e imprensa nesta quarta-feira, 11-01. Weizemann priorizou servidores públicos de carreira para ocuparem o primeiro escalão de seu governo, inclusive na Procuradoria Geral do Município, que terá como Procurador-Geral, um membro do quadro efetivo daquela importantíssima pasta.

SEM RECEBER, MÉDICOS NÃO COMPARECEM PARA EXPEDIENTE EM UPA DE FOZ

Temos o maior respeito pela categoria médica em geral e sabemos que a mesma não foi tratada de forma correta pela antiga gestão municipal de Foz do Iguaçu, findada em 31 de dezembro de 2016, que deixou, dentre outras inúmeras dívidas, meses de atrasos no pagamento dos médicos, mas não podemos de aqui registrar nossa discordância com o fato de que alguns médicos tenham faltado ao expediente em uma das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) da prefeitura, em razão da inadimplência para do município para com aqueles profissionais. Essa forma de protesto, feita com apenas uma semana do atual governo de Foz, é injustificável.

É impossível que a nova gestão municipal, ainda mais com os cofres vazios, solucione no curto prazo (ainda mais no curtíssimo prazo, como querem os médicos faltosos…) todos os problemas do município, principalmente a inadimplência com fornecedores e prestadores de serviços, como no caso dos médicos. A lamentável atitude penalizou, na verdade, quem mais precisa de nossos profissionais da Saúde: a população mais necessitada.

EX-PREFEITO PAULO MAC DONALD TÁ “FORA DA CASINHA”

Lamentável a atitude do ex-prefeito de Foz, Paulo Mac Donald (PDT), que usou os microfones de uma rádio no fim de semana para fazer descabidas críticas a atual prefeita do município, Inês Weizemann. Os ataques e Mac Donald tiveram um tom pessoal, nos quais o ex-prefeito chegou ao ponto de dizer que Weizemann não tem competência nem para dirigir ambulância.

DA COMPETÊNCIA DE PAULO MAC DONALD

O ex-prefeito e líder mor do PDT/Foz, Paulo “Ficha Suja” Mac Donald, está se aproveitando do dificílimo momento pelo qual passa Foz do Iguaçu para, sem nenhum pudor, desopilar seu “fígado político” (provavelmente cheio de derrotas políticas e judiciais), por meio de críticas ao governo de Inês Weizemann, gestão que Mac Donald (e sua trupe) começou a atacar com menos de uma semana de iniciado o novo governo de Foz. Mas, por falar de competência, focando especificamente na Saúde, área do governo que o “Ficha Suja” e sua trupe escolheram para atacar Weizemann, vamos adiante relacionar alguns tópicos que Mac Donald poderia explicar sobre sua “mitológica” competência quando foi prefeito:

– Paulo Mac Donald fechou a Santa Casa, quando lá ainda haviam serviços essenciais que eram muito bem prestados a custos baixos para o município (como, por exemplo, a maternidade);

– Mac Donald, fechou a Santa Casa, que custava menos de R$ 1 Milhão mensais ao município (depois Mac Donald passou a gastar mais de R$ 3 Milhões mensais no Hospital Municipal…), sem ter onde atender a demanda que era atendida por aquela instituição, demanda essa, que, de tão grande, até hoje não foi totalmente absorvida por toda a estrutura da Saúde pública local;

– O ex-prefeito comprou o antigo Hospital Internacional (anteriormente chamado de São Vicente de Paula) para transformá-lo num hospital municipal, sendo que tal objetivo não foi cumprido, haja vista a impossibilidade de tal aquisição imobiliária poder atender, estruturalmente, a demanda mínima necessária de atendimentos;

– Paulo “Ficha Suja” Mac Donald, construiu o Hospital Municipal Germano Lauck em terreno que não era do município (imóvel de propriedade do governo federal) e não tinha a devida autorização para tal;

– Mac Donald, creiam, engenheiro civil, nos 8 anos de governo dele, jamais conseguiu sequer o alvará de funcionamento do Corpo de Bombeiros, haja vista a precariedade da obra que ele construiu, a qual nem teve todos seus pavimentos totalmente finalizados;

– O ex-prefeito Mac Donald, com a construção do Hospital Municipal, desonerou o governo do Paraná, de uma série de custos que não eram bancados pelos nossos cofres municipais. Tivemos um salto dos menos de R$ 1 Milhão que eram repassados a Santa Casa (fechada, relembramos, por Mac Donald), para mais de R$ 3 Milhões mensais para o Hospital construído pelo ex-prefeito em terreno que não era do município (é sempre importante lembrar)

Obs.: A construção do Hospital Municipal custou cerca de R$ 13 Milhões ao erário iguaçuense, mas a manutenção e a operação anual do hospital já custava na época de Mac Donald, algo em torno de R$ 36 Milhões anuais, ou seja, fazer a obra do HMFI foi fácil, o difícil para o contribuinte iguaçuense é manter aquela instalação funcionando as nossas custas, gastando uma fortuna que seria o governo do Paraná a aportar, se Mac Donald não tivesse construído aquele saco sem fundo para o erário de Foz.

– Sobre a forma de gestão na Saúde do governo Paulo Mac Donald, destacamos:

  1. a) No primeiro ano de existência do Hospital Municipal, pelo menos três vezes Mac Donald trocou a instituição que gerenciava o HMFI;
  2. b) O ex-prefeito Paulo “Ficha Suja”, armazenou ilegalmente e de forma precária, dezenas de caixas de remédios e equipamentos do Hospital Municipal no antigo depósito da Cobal na Vila A, crime que o O IGUASSU revelou na época e que ensejou a vinda da Comissão de Saúde da Assembleia do Paraná para constatar o fato, o que de fato foi aferido ser verdade. Os medicamentos e os equipamentos estragaram com o armazenamento inadequado;
  3. c) Paulo Mac Donald, segundo denúncia do Ministério Público, desviou aproximadamente R$ 4 Milhões em verbas carimbadas da Saúde (salvo engano, destinadas a UTI e pediatria), usando esses recursos para pagar, a título de “taxa de administração”, algo em torno de 10% para a Ong Pró-Saúde que gerenciava o HMFI;
  4. d) Mac Donald, ao desonerar financeiramente o governo do Paraná, construindo o Hospital Municipal, fez com que nosso município, nos 8 anos de governo dele e até hoje, tivesse um comprometimento adicional de cerca de R$ 360 Milhões gastos até agora, para a operação e com despesas de pessoal no Hospital Municipal, dinheiro esse do contribuinte iguaçuense, diga-se de passagem, e
  5. e) Etc…

Prezados Leitores, não é só o que está acima o que lhes informaremos sobre o “jeitão” e a suposta “competência” do ex-prefeito Paulo “Ficha Suja” de governar. Na próxima atualização da Coluna Nossa Voz, iremos divulgar, dentre “otras cositas”, como o ex-prefeito Mac Donald desperdiçou milhões de reais dos cofres municipais, com pagamento de exames médicos desnecessários. E olha que só estamos abordando ainda sobre a Saúde no governo Mac Donald…

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

Alguém pode responder, o por quê os vereadores reeleitos e presos na Operação Pecúlio foram encarcerados, sem que houvesse a necessidade de condenação judicial para tanto, e o ex-prefeito Paulo Mac Donald, mesmo condenado diversas vezes (inclusive com condenação de segunda instância) e com dezenas de processos contra ele, continua solto???

COLUNA NOSSA VOZ “A MEIO PAU” NESTE INÍCIO DE 2017

Ficaremos em plantão permanente durante esse início de 2017, quando estamos tirando uns dias de descanso para recarregar nossas baterias, mas a periodicidade das atualizações da coluna “Nossa Voz” será de acordo com o que acontecer de relevante no meio político da Tríplice Fronteira.  E que ninguém relaxe muito, afinal, ainda tem muita coisa e gente na “mira” da Operação Pecúlio…

Mande suas críticas, sugestões e colaborações para a coluna, por meio do e-mail: nossavoz.foz@gmail.com

_______________________________________

VEREADORES PRESOS EM FOZ PODERÃO PERDER MANDATO SENÃO TOMAREM POSSE NESTA SEMANA

Os 5 vereadores reeleitos que ainda continuam presos pela Operação Pecúlio em Foz do Iguaçu, Anice Gazzaoui (PTN); Darci DRM (PTN); Edilio Dal Agnol (PSC); Luiz Queiroga (DEM) e Rudinei de Moura (PEN), precisam tomar posse até o dia 15, próximo domingo, sob pena de perderem seus respectivos novos mandatos do pleito de outubro de 2016. Ocorre que o expediente normal na Câmara Municipal é de segunda a sexta-feira, ou seja, a posse dos edis encarcerados terá que ser até o dia 13, sexta-feira, salvo o presidente interino do Legislativo local, Rogério Quadros, resolva dar posse a eles no fim de semana, isso se eles conseguirem alguma decisão judicial permitindo tal extraordinariedade…

ALGEMADO E COM ESCOLTA, VEREADOR FOI EMPOSSADO. ASSISTA O VÍDEO ADIANTE:

Nossa Voz: Em Foz do Iguaçu, dos 6 vereadores reeleitos e presos pela Operação Pecúlio, o edil Beni Rodrigues (PSB), que já possui condenação judicial anterior a citada prisão, foi solto pela Justiça, empossado na Casa de Leis dos iguaçuenses e até foi eleito para a Comissão Permanente de Justiça e Redação, a mais importante do Legislativo de Foz. Imaginem o absurdo de termos os 5 vereadores presos pela Pecúlio tomando posse em nossa cidade, tal qual aconteceu com o edil em Minas Gerais…

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

O Judiciário, depois de ter solto o vereador Beni Rodrigues, poderá soltar nesta semana os demais 5 vereadores reeleitos e presos pela Operação Pecúlio. Será que a Justiça não poderia poupar Foz do Iguaçu da vergonha de termos esses edis em nosso Poder Legislativo, mantendo eles presos por mais uma semana e deixando para nossa Casa de Leis  (a mais significativa representação direta do cidadão), decidir se esses vereadores devem ou não perder o mandato?

RENI PEREIRA PERDEU O FORO PRIVILEGIADO

Acabou o foro privilegiado do ex-prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira. Com o fim do mandato do ex-alcaide, o processo dele passa a tramitar na Justiça comum. Nos bastidores da política, é dado como certo que Reni Pereira deverá fazer delação premiada e que essa delação atingiria, segundo nossas fontes, a Assembleia Legislativa (Esquema dos Gafanhotos; Diários Secretos e etc.) e alguns políticos e empresários que ainda não foram presos pela Operação Pecúlio.

E A DEPUTADA CLÁUDIA PEREIRA?

Independentemente de qualquer coisa, principalmente o que for de fundo político partidário, a deputada estadual Cláudia Pereira (PSC) já deveria ter contatado a nova prefeita interina de Foz do Iguaçu, Inês Weizemann, e se colocado à disposição do novo governo de nossa cidade. Errou nossa deputada em ainda não ter procurado Weizemann. Essa é nossa opinião.

FOLHA DE PAGAMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL DE FOZ ESTÁ NO VERMELHO EM 2017

O presidente interino da Câmara Municipal, Rogério Quadros (PTB), tem um abacaxi enorme para descascar neste início de sua gestão no Legislativo local: precisam ser cortados cerca de 4 Milhões de reais do orçamento da Câmara, para compatibilizar o teto de gastos com pessoal neste ano, para atender o determinado pela Lei de Responsabilidade Fiscal. O orçamento para este ano no Legislativo local foi aprovado pelos vereadores em 2016 e nele, a projeção dos gastos com pessoal, ultrapassa os 70% do orçamento geral da Câmara, teto percentual máximo esse imposto pela aludida LRF.

Detalhe: O corte dos cerca de R$ 4 Milhões que citamos, precisa ser feito no gasto com pessoal, ou seja, por exemplos, na redução de gratificações, não nomeação de cargos comissionados e/ou extinção desses cargos não concursados.

PREFEITA MANTÉM CONTINUIDADE DO PATRONATO MUNICIPAL

Uma boa notícia que precisamos destacar, é a continuidade que a atual prefeita interina de Foz, Inês Weizemann (PSD), garantiu aos serviços do Patronato Penitenciário Municipal, reconduzindo o comando daquela relevante iniciativa, a primeira do gênero no país. O Patronato, que vinha num processo de drástica diminuição de serviços e estrutura nos últimos meses de gestão da ex-prefeita interina, Ivone Barofaldi, agora, ao que tudo indica, terá a devida prioridade por parte da gestão municipal.

PREFEITA DE FOZ PRECISA PROCURAR BETO RICHA

Em que pese toda a sobrecarga que deve haver na agenda da prefeita interina de Foz do Iguaçu, Inês Weizemann, cremos, Weizemann precisa priorizar uma visita de cortesia/aproximação ao governador Beto Richa (PSDB) para fortalecer a importante parceria atual entre o governo do estado e o nosso município na área da Saúde, além de estabelecer outras que possam contribuir para sairmos da crise pela qual passa nossa cidade. Essa é a nossa sugestão.

Uma ótima semana para todos!!!

________________________________

WASHINGTON SENA DEVERÁ SER O SECRETÁRIO DE COMUNICAÇÃO DE FOZ

Tudo indica que o novo secretário de Comunicação de Foz do Iguaçu deverá ser Washington Sena, profissional de muitos anos da imprensa iguaçuense. A ele desejamos boa sorte.

JOEL DE LIMA SERÁ SER CEDIDO PELA ITAIPU PARA COMANDAR A SAÚDE DE FOZ

Joel de Lima, na inauguração da nova unidade de Pronto Atendimento (PA) do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC)

A prefeita interina de Foz do Iguaçu, Inês Weizemann (PSD), definiu nesta sexta-feira (06-12), o nome do novo secretário de Saúde do município. Trata-se de Joel de Lima, funcionário há mais de 20 anos de Itaipu e atualmente lotado na assessoria direta do presidente da binacional de energia, Jorge Samek. A Itaipu cederá o novo secretário sem ônus para chefiar a importantíssima pasta.

Joel de Lima é graduado em direito, e tem longo período de atuação no GT Saúde da Itaipu, além de possuir experiências de vários anos em outras atividades relacionadas a gestão e controle na área da Saúde. Ele foi membro e presidiu o Conselho Municipal de Saúde e também foi presidente da Fundação Itaguapy do Hospital Costa Cavalcanti, de onde ainda é membro. A nomeação dele deverá ser oficializada nesta segunda-feira, dia 09.

FOGO AMIGO. PRB/FOZ É CONTRA JOEL DE LIMA COMO SECRETÁRIO DE SAÚDE

Presidente do PRB, Sidnei Prestes, na foto com o vereador do partido, Jeferson Brayner, criticou duramente escolha de novo secretário de Saúde de Foz

O presidente do PRB de Foz do Iguaçu, o advogado Sidnei Prestes, tão logo foi divulgada a indicação de Joel de Lima para secretário de Saúde pela atual prefeita do município, Inês Weizemann, anunciou de forma veemente em rede social, na noite desta sexta (06), a oposição do partido presidido por ele a citada nomeação.

Prestes começou suas críticas afirmando que o “PRB é contra essa indicação! Sem critério técnico!” e continuou: “E o que advogado entende de saúde???”, após o que complementou questionando: “Será que é porque estudamos 6 meses de medicina legal no curso de direito?”.

Válido lembrar, que o PRB presidido por Prestes, é também a agremiação partidária da qual faz parte o vereador Jeferson Brayner, edil que votou em Inês Weizemann para presidir a Câmara e, consequentemente, ser prefeita interina de Foz…

Nossa Voz: Uma pessoa, por não ser graduada na Área da Saúde, não está impedida de ser nomeada para comandar a aludida pasta no município (o Joel de Lima é formado em direito…). Lembramos que o engenheiro José Serra (PSDB) foi um dos melhores ministros da Saúde do país, portanto, é de se estranhar a postura do PRB, conforme divulgado por seu presidente local, sobre a escolha em tela, feita pela atual prefeita. Desde já deixamos aberto este espaço aberto para o PRB e seu presidente, caso queiram aqui se manifestar sobre o que ora informamos e comentamos.

A PRIMEIRA SEMANA DE GOVERNO DE INÊS WEIZEMANN

Com menos de 24 horas desde que soube que seria prefeita interina de Foz do Iguaçu, escolhida por seus pares na tarde do dia 1º para presidir a Câmara Legislativa local e, consequentemente, prefeita interina do município, Weizmann Weizemann (PSD) tomou posse na chefia do Poder Executivo local na manhã do dia seguinte de sua eleição na Casa de Leis.

Dos erros de Inês Weizemann: Com a exiguidade do tempo entre a definição de seu nome para presidir o Legislativo local e a consequente, inesperada e árdua tarefa de ser a máxima autoridade municipal, era inevitável que nem tudo fosse perfeito nos atos (ou falta deles) da nova prefeita interina de Foz.

Quanto ao que consideramos como ato falho, citamos o discurso voluntarioso e emocionado da chefe do Executivo no primeiro dia do ano, quando ela disse que iria, como prefeita interina, “reconstruir Foz do Iguaçu”, sendo que, na verdade, o período em que deverá ficar à frente do comando da cidade (tudo indica que será por apenas alguns meses…) não será suficiente para muito mais que a estruturação de uma “transição de governo” para o novo prefeito que deverá ser, a princípio, eleito em pelito ainda neste ano, conforme determinado pelo TSE (salvo algum outro eventual entendimento do Supremo Tribunal Federal).

Claro que muitos atos e algumas boas ações pontuais irão acontecer no governo de Inês Weizemann (algumas já até começaram, como citaremos adiante), mas que ela e ninguém se iluda que algum milagre, que possa reconstruir nossa cidade, acontecerá no curto prazo que ela terá. Portanto, a prefeita interina chamou para ela um compromisso impossível de ser cumprido (por qualquer um) em tão curto prazo, mas isso foi em momento de elevada emoção após sua definição como prefeita interina, o que explica o “relevável” ato falho em tela.

Também pode ser considerado como um erro da prefeita interina, ela não ter oficializado ainda o novo comando do FOZPREV, instituto responsável pelo fundo de previdência dos servidores municipais, órgão que está acéfalo e que tem em seus cofres mais de uma centena de milhões de reais para gerir.

Fora isso que aqui comentamos nesta atualização do Nossa Voz, muita coisa vem sendo cobrado dela pela mídia e nas redes sociais, mas essas cobranças, como não poderia deixar de ser, são de opositores politiqueiros “escalados” para tanto e por setores da mídia ávidos, como de costume, por verbas publicitárias da prefeitura e, sobre esses aspectos (mídia e oposição), voltaremos a tratar oportunamente.

Dos acertos de Inês Weizemann: Não há como negar que a priorização do aproveitamento de servidores de carreira do município para o primeiro escalão de seu governo, foi o primeiro acerto da Weizemann. Isso resultará em boa economia para o erário. A nomeação apenas de cargos essenciais para neste período de recesso na prefeitura e época de quase nenhum efetivo exercício orçamentário, também é fator de mais economia nos cofres públicos.

Destacamos como principais pontos positivos do novo governo interino de Foz, a reabertura do laboratório municipal e a escolha de Joel de Lima como secretário de Saúde, Foram grandes esses acertos para área tão vital em nossa cidade.

Ainda quanto as nomeações de equipe, Anderson Kobus, atuante e experiente dirigente partidário, foi escolhido para a articulação política no gabinete da prefeita. Respeitado, Kobus tem prestígio e livre trânsito nos partidos e com políticos da base aliada de Weizemann e até na oposição a nova gestão municipal (é, já existe oposição ao novo governo…). E, caso se confirme, a escolha de Washington Sena como secretário de Comunicação, o que poderá ser definido nesta segunda (09-01), esse poderá ser um outro ponto a favor de Weizemann.

Por fim, achamos que foi um bom “início de começo” de governo de Inês Weizemann, dentre do que era possível fazer.

FIM DE SEMANA SERÁ LONGO NA POLÍTICA DE FOZ

A próxima segunda-feira, dia 09, é um dos dias mais esperados na política iguaçuense, após a eleição da Câmara no primeiro dia do ano. Segundo nossas fontes, Inês Weizemann poderá anunciar mais alguns nomes de secretários municipais nesta segunda e tem muita gente que vai passar o fim de semana sem dormir direito à espera de ter seu nome confirmado na equipe de Weizemann.

ELEIÇÃO DE NOVO PREFEITO DE FOZ DEVERÁ SER EM 2017, NÃO EM MARÇO

Pré-Candidatos. Mesmo antes da decisão formal do TSE determinando novas eleições em Foz, já são 6 os pré-candidatos a prefeitura, sendo que deles, 2 já tinham sido candidatos na eleição do dia 2 de outubro, Chico Brasileiro (PSD), e Philipe Mansur (Rede), que ocuparam o 2º e o 3º lugar respectivamente. Nilton Bobato (PCdoB), Ivone Barofaldi (PSDB), Gilmar Piolla (PV) e Nanci Rafagnin (PDT) completam a lista de pré-candidatos

Apesar de o TSE já ter definido que Foz do Iguaçu terá eleição complementar de escolha de nosso novo prefeito e de que o citado tribunal máximo da Justiça Eleitoral tenha também previsto que está eleição poderá, dentre outras datas, ocorrer em março próximo, é impossível que a eleição ocorra no citado mês (conforme aventado pela mídia local a partir de informação de Monica Bergamo na Folha de São Paulo na sexta-feira, dia 06), haja vista que o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (que tem a prerrogativa de definir a data exata da eleição) não definiu ainda o dia e nem normatizou o respectivo pleito.

Soma-se a isso que citamos, que os partidos que irão apresentar candidatos a prefeito, terão que realizar convenções e organizar coligações e preparar toda a logística necessária para a disputa (material de campanha, contratação de pessoal, produção de programas de rádio e televisão, captação de recursos para financiamento de campanha e etc.), o que não é possível fazer no pouco tempo que resta até o próximo março.

Adiante vejam todos os períodos definidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (Portaria TSE nº 1078, de 20 de outubro de 2016) para que os Tribunais Regionais Eleitorais realizem eleições complementares para prefeito em 2017:

– 15 de janeiro

– 5 de fevereiro

– 12 de março

– 2 de abril

– 7 de maio

– 4 de junho

– 2 de julho

– 6 de agosto

– 3 de setembro

– 1º de outubro

– 12 de novembro e 3 de dezembro.

Em Tempo: Tramita no Supremo Tribunal Federal, ação que poderá (ou não) reconhecer e determinar a posse de Chico Brasileiro (PSD) como prefeito eleito de Foz do Iguaçu, o que, consequentemente, cancelaria as eleições complementares para prefeito da cidade, o que foi definido pelo TSE em dezembro de 2016.

E um bom fim de semana para todos!

__________________________________

“POIZÉ”…

miguel_02-01-2017

________________________________

QUE FIQUE CLARO: ELEIÇÃO NA CÂMARA NÃO TEVE NADA DE “CONSENSO POR FOZ”

Não houve nenhum consenso na eleição da presidência da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu. Que ninguém se deixe enganar pelos discursos e o fato de só ter havido uma só chapa disputando aquela eleição. A briga foi intensa nos bastidores durante as últimas semanas e deixou feridas que, esperamos, sejam cicatrizadas o quanto antes pelo bem de nossa cidade.

Tanto foi tumultuada a definição de quem preside agora a nossa Câmara e, consequentemente, interinamente chefia o Poder Executivo local, que a própria Inês Weizemann, presidente eleita do Legislativo de Foz, em seu discurso da vitória, destacou que o nome dela só foi decido como candidata na manhã do sábado.

REGISTRO

Aqui na coluna Nossa Voz, nossos Leitores acompanharam que a disputa estava sendo travada por Elizeu Liberato (PR),  Inês Weizemann (PSD), Márcio Rosa (PSD), Nanci Rafagnin Andreolla (PDT) e Rogério Quadros (PTB) e, na semana passada, apontamos Inês e Rogério como os favoritos da disputa. Não deu outra…

INÊS WEIZEMANN NO COMANDO INTERINO DA PREFEITURA DE FOZ. E AGORA?

Esperamos que a prefeita interina de Foz do Iguaçu Inês Weizemann, empossada assim desde a manhã desta segunda-feira (02), tenha a tranquilidade e o apoio necessários para desempenhar bem a árdua responsabilidade que tem à frente do comando do município. Inês, pelo que sabemos, é pessoa íntegra e com uma sensibilidade social muito grande, mas precisará muito mais que isso à frente de um município que atravessa a pior crise moral e financeira de sua história. O primeiro fundamental passo da nova prefeita será a montagem da equipe de seu governo, que terá que tomar medidas duras e impopulares medidas administrativas. Estamos na torcida por ela e por Foz do Iguaçu.

CONHEÇA UM POUCO MAIS SOBRE INÊS WEIZEMANN NA MATÉRIA DO VÍDEO ADIANTE

ROGÉRIO QUADROS PRESIDENTE INTERINO DO LEGISLATIVO IGUAÇUENSE. E AGORA?

rogerio

Sem dúvida, 2016 foi encerrado como o ano mais negro da política de Foz do Iguaçu e a Câmara Municipal, além da prefeitura, foi palco principal do maior escândalo de corrupção de Foz do Iguaçu. Assim, mais que nunca, era fundamental termos na presidência da Câmara Municipal, pessoas com conduta ilibada que pudessem resgatar a credibilidade perdida do nosso Legislativo.

Estamos certos que esse anseio geral por políticos honestos, será correspondido no novo presidente da Câmara, Rogério Quadros (PTB), policial civil dos melhores quadros de sua corporação e dirigente de associação de importante organização de membros da categoria. E esse resgate da honestidade na Câmara Municipal também o será quando da volta de Inês Weizemann as funções de presidente do Legislativo, após a posse de um prefeito definitivo de nosso município, pois Inês, tal qual Rogério, também faz parte da mesma boa geração de novos eleitos em nossa cidade.

CONHEÇA MAIS DE ROGÉRIO QUADROS NA MATÉRIA DO VÍDEO ADIANTE

ENTRE VAIAS, APLAUSOS E COBRANÇAS, IVONE BAROFALDI DISCURSOU NA ELEIÇÃO DA CÂMARA

ivone-barofaldi

A, agora, ex-prefeita interina de Foz do Iguaçu, Ivone Barofaldi (PSDB), aproveitou o uso da palavra na eleição do novo comando da Câmara Municipal para fazer a defesa dos pouco mais de 5 meses que esteve à frente da prefeitura de Foz. Manifestantes interromperam Barofaldi por, pelo menos, duas vezes e teve que pedir silêncio para poder continuar a discursar. Ivone foi vaiada e cobrada pelos manifestantes sobre o pagamento total não feito por ela aos servidores municipais. Ela também aproveitou o ensejo para fazer críticas ao ex-prefeito Reni Pereira (PSB).

BENI RODRIGUES RODA A BAIANA NA POSSE DE NOVO MANDATO DE VEREADOR

Vaiado quase todas as vezes em que teve seu nome citado, o vereador Beni Rodrigues (PSB), que esteve preso pela Operação Pecúlio, não se conteve com os apupos e xingamentos dos manifestantes que, dentre outras coisas, chamaram ele de corrupto, se exaltou chegando a pedir “questão de ordem”, pois queria ser respeitado.

Em Tempo: Deixaram o Beni Rodrigues como um dos 3 titulares da Comissão de Justiça e Redação, a mais importante Comissão Permanente da Câmara.

PUXARAM O TAPETE DA VEREADORA NANCI

vereadores

Até na foto oficial da Câmara no domingo puxaram o tapete da Nanci…

Como se não bastasse a vereadora Nanci (PDT) ter sido preterida pelo próprio cacique mor do partido, Paulo Mac Donald Ghisi, durante as articulações para a disputa pela presidência da Câmara Municipal (Nanci tentou viabilizar seu nome para a disputa, mas Mac Donald tinha outras preferências, que não conseguiu emplacar…, Nanci saiu da Sala das Comissões Permanentes da Câmara Municipal, definida como presidente da Comissão de Turismo, mas, já de volta ao Plenário, seu nome foi substituído, apesar do entendimento havido no recesso da Sessão para a definição dos integrantes da Comissão. Nanci foi substituída na presidência da Comissão por Jeferson Brayner, vereador eleito pelo PRB.

Detalhe: Nanci, vereadora mais votada de Foz, é reconhecidamente uma tradicional empresária de sucesso do setor do Turismo enquanto o agora presidente da Comissão de Turismo da Câmara, Jeferson Brayner (vereador menos votado nas eleições de outubro de 2016 e há pouco tempo residente na cidade…). Isso não nos parece correto e mostra um pouco do que são os bastidores da política local…. Oportunamente voltaremos ao assunto.

NANCI FOI PROVOCADA POR MANIFESTANTES E NÃO DEIXOU POR MENOS

Como de costume, a vereadora Nanci (de conhecido “estopim curto”), ao ser provocada por manifestantes quando ela presidia a eleição da Mesa Diretora na Câmara nesse domingo, não deixou por menos e respondeu as instigações dizendo que não tinha os votos do plenário, mas que teve os votos da população.

Esse nosso relato, foi apenas de um dos momentos de embate de Nanci e os manifestantes na Câmara. É bom que ela se prepare porque esse tipo de provocação, que há muito a acompanha, certamente se repetirá, até porque Nanci é virtual candidata a prefeita na eleição determinada pela Justiça Eleitoral.

NANCI CANDIDATA A PREFEITA DE FOZ?

nanci

Em que pese ter toda legitimidade e votos para a disputa na possível eleição que deverá ocorrer para prefeito de Foz do Iguaçu, conforme determinado pela Justiça Eleitoral, a vereadora Nanci Rafagnin Andreolla (PDT) terá muita dificuldade de conseguir que o próprio partido permita seu nome no futuro pleito.

Explicamos: se nem para a disputa pela presidência da Câmara Municipal, Paulo Mac Donald (que é quem manda no PDT local) quis apoiar Nanci, muito menos ele dever querer que ela dispute o Executivo. Nanci, caso pretenda viabilizar na futura disputa, a vereadora terá que contar com uma intervenção de instâncias superiores no comando de Mac Donald no partido.

Em Tempo: Em breve detalharemos o “por quê” do imbróglio de Paulo Mac Donald com Nanci.

RESULTADO DA ELEIÇÃO NA CÂMARA É A MAIS NOVA DERROTA POLÍTICA DE PAULO MAC DONALD

Não resta dúvida de que a vitória de Inês Weizemann para a presidência da Câmara Municipal de Foz, foi uma vitória política significativa do grupo político do deputado estadual Chico Brasileiro e, consequentemente, mais uma derrota do ex-prefeito Paulo Mac Donald. O ex-prefeito terminou 2016 com derrota (imposta a ele pela Justiça) e, pelo visto, começou 2017 do mesmo jeito: com derrota.

LEITOR COM A PALAVRA LIVRE

Recebemos o seguinte comentário de um de nossos Leitores: “Depois da vendedora de sapatos, temos agora a vendedora da Mery Key como prefeita. E agora José?”

Nossa Voz: Prezado Leitor, que tal darmos o devido tempo para que a prefeita interina possa trabalhar e mostrar o que de bom pode fazer? Desarme esse seu coraçãozinho…. Esperávamos uma pessoa honesta em nossa prefeitura e Inês Weizemann possui essa virtude necessária.

… E um Feliz 2017 para todos!!!

 

CONTATOS COM A COLUNA NOSSA VOZ

Para críticas e sugestão para este espaço de informação, nosso e-mail é: nossavoz.foz@gmail.com

___________________________________

PREFEITO INTERINO DE FOZ SERÁ DEFINIDO NA ELEIÇÃO NA CÂMARA MUNICIPAL NO DOMINGO

Acontece neste domingo, dia 1º de janeiro, a eleição do presidente do Legislativo de Foz do Iguaçu e dos demais membros da Mesa Diretora da Casa de Leis iguaçuense. O futuro presidente da Câmara, deverá assumir as funções de prefeito interino do município até que tenhamos nova eleição para prefeito, conforme determinado pela Justiça, novo pleito esse que deve ocorrer ainda dentro do primeiro semestre de 2017.

Detalhe: Com o futuro presidente do Legislativo assumindo interinamente a prefeitura, a Câmara será comandada pelo vice-presidente, que também será eleito neste próximo domingo.

CINCO VEREADORES NÃO DEVERÃO PARTICIPAR DA ELEIÇÃO DA CÂMARA DE FOZ

A disputa pelo comando da Câmara no domingo, não deverá ter a participação dos vereadores reeleitos e presos pela Operação Pecúlio (Anice – PTN, Edilio – PSC, Darci – PTN, Queiroga – DEM e Rudinei – PEN), haja vista as negativas que o Judiciário vem dando aos pedidos de liberdade para os citados encarcerados vereadores locais.

SUPLENTES NÃO DEVERÃO SER CHAMADOS PARA PARTICIPAR DA ELEIÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA DE FOZ NESTE DOMINGO

É dado como certo nos bastidores da política em Foz, que a eleição da Câmara Municipal ocorrerá somente com 10 vereadores. Não deverão ser chamados os 05 suplentes dos vereadores presos pela Operação Pecúlio, que ainda estão presos e não deverão ser soltos a tempo de participar do pleito. Os suplentes deverão ser convocados somente após a eleição da Mesa Diretora do Legislativo local, isso se a Justiça não soltar antes os cinco vereadores reeleitos que estão presos.

VEREADORES DA COLIGAÇÃO DE CHICO BRASILEIRO DEVERÃO TER VITÓRIA FÁCIL NA ELEIÇÃO DO LEGISLATIVO IGUAÇUENSE

Pode ser que nem haja mais que um nome na disputa pelo comando do Legislativo Municipal neste domingo. É praticamente certo que serão os vereadores eleitos pela coligação de Chico Brasileiro (PSD) que comandarão, ao que tudo indica, a Câmara local, ou seja, da forma como se encaminha a disputa nos bastidores até o momento, a eleição deverá se dar com uma só chapa para compor a Mesa Diretora da nossa “Casa de Leis”.

ELIZEU, INÊS, MÁRCIO ROSA, NANCI OU ROGÉRIO, QUEM PRESIDIRÁ A CÂMARA DE FOZ ?

A eleição da presidência e demais cargos da Mesa Diretora da Câmara está marcada para domingo, primeiro dia de 2017, mas o pleito já sendo disputado e, antes dos vereadores adentrarem ao Plenário do Legislativo, é quase certo que tudo já estará definido. São intensas as articulações nas últimas semanas e, pelo que esta coluna tem acompanhado, o quadro geral aponta para um favoritismo maior para os nomes de Inês Weizemann (PSD) e Rogério Quadros (PTB) para a presidência da Câmara.

INÊS WEIZEMANN ?

Aliada política de Chico Brasileiro (PSD) de longa data, de conduta ilibada (e isso é mister em nossa cidade) a vereadora Inês Weizemann (PSD), na condição de suplente, já exerceu a vereança algumas vezes com boa postura e atuação. Caso seja eleita, quebrará as “escritas” de décadas de comando de homens no Legislativo local e a de que os prefeitos, desde de Dobrandino (PMDB) na década de 90, não conseguem eleger o presidente da Câmara, “escrita” última essa, claro, se Chico Brasileiro vier a ser prefeito de Foz.

ROGÉRIO QUADROS ?

O vereador Rogério Quadros (PTB), traz consigo o desejável resgate da integridade para nossa política, tão carente dessa virtude. Policial civil e dirigente de representação da categoria, o vereador será, até por seu exemplar histórico como servidor público da área de segurança, um ponto de referência da honestidade que os iguaçuenses esperam de nossos políticos.

E O ELIZEU LIBERATO ?

elizeu

Incontestavelmente o mais bem qualificado tecnicamente dentre todos os vereadores eleitos de Foz do Iguaçu para comandar interinamente a nossa combalida e vilipendiada prefeitura, Elizeu Liberato (PR) tem tido muita dificuldade em encontrar apoio suficiente para ser o próximo presidente da Câmara Municipal e, consequentemente, prefeito interino do município.

Tido como o mais independente de grupos políticos entre todos os nomes na disputa pela chefia do Legislativo e também considerado nome que poderia ser o de consenso geral, esses fatores não parecem ser suficientes para superar os interesses “corporativistas/partidários” dos demais postulantes na disputa. Assim, será muito difícil termos como presidente da Câmara e prefeito interino o Elizeu Liberato, único edil eleito que tem experiência e currículo técnico (invejável, registramos) de gestor público, o que é muito necessário neste momento em nossa prefeitura.

E O MÁRCIO ROSA ?

marcio

Carismático e bom de voto, o dinâmico Márcio Rosa (PSD), até que começou muito bem nas articulações iniciais para viabilizar o nome dele como presidente da Câmara, mas esse bom momento inicial não se encorpando como devia e atribui-se isso não a ele, mas a alguns de seus apoiadores que, sem a participação e/ou autorização de Márcio Rosa, começaram a usar até as redes sociais para atacar outros membros do grupo político a que ele pertence (o de Chico Brasileiro) e isso criou “distensões” no grupo da coligação do PSD.

Essa “distensão” citada, acabou prejudicando as pretensões do jovem edil, que terá muita dificuldade de reverter esse quadro desfavorável até a eleição deste domingo.

E A NANCI ?

Segundo temos observado, Nanci Rafagnin Andreolla (PDT) encontrou o apoio necessário junto a Paulo Mac Donald, cacique político que comanda o PDT/Foz, o que pode ter sido fator decisivo para atrapalhar as pretensões da vereadora que mais fez votos nas eleições de outubro. Possuir experiência como legisladora municipal; a expressiva votação que fez e seu histórico de importante empresária, não foram suficientes para que Nanci recebesse o apoio de Mac Donald.

Com a significativa votação que fez, Nanci é nome que poderá estar na nova disputa pela prefeitura determinada pela Justiça e esse já deve ser o principal foco dela agora.

No mais, desejamos a todos um Ano Novo abençoado a todos!!!

CONTATOS COM A COLUNA NOSSA VOZ

Para críticas e sugestão para este espaço de informação, nosso e-mail é: nossavoz.foz@gmail.com

________________________________

ALERTA. JUDICIÁRIO NÃO IMPEDIRÁ QUE VEREADORES PRESOS EM FOZ, ASSUMAM MANDATO EM 2017

imagem_noticia_5__1_

Não deverá ser o Judiciário que impedirá que os 06 vereadores reeleitos da cidade e que foram presos pela Operação Pecúlio (Anice -PTN, Rudinei de Moura – PEN, Queiroga – DEM, Edilio – PSC, Beni Rodrigues – PSB,  Darci -PTN), tomem posse e/ou assumam novo mandato. Quem tem poder para tanto, inclusive em rito sumário, é o Poder Legislativo local e isso só será possível, apostamos, caso haja um forte posicionamento e cobrança por parte da população de Foz do Iguaçu. Adiante explicaremos aqui na coluna o porquê do que afirmamos nesta nota do Nossa Voz.

SENTENÇAS JUDICIAIS SERÃO LENTAS SOBRE VEREADORES REELEITOS E PRESOS PELA PECÚLIO

A legislação vigente no país é clara quanto a perda de mandato de políticos eleitos (diplomados e empossados): só perde mandato quem estiver com condenação em duas instâncias do Judiciário. Dos 6 vereadores reeleitos em Foz, somente os vereadores Beni Rodrigues (PSB) e Edílio Dall A’gnol possuem condenação judicial de primeira instância, condenações essas que não foram em relação a crimes apurados pela Operação Pecúlio.

Com a contumaz velocidade das decisões do Judiciário no país, é quase impossível que hajam duas condenações judiciais dos citados 6 edis reeleitos, durante os próximos 4 anos de seus respectivos novos mandatos, que iniciam em 2017.

MESA DIRETORA DA CÂMARA DE FOZ PODE IMPEDIR POSSE DE VEREADORES PRESOS NA PECÚLIO

Com base no Parágrafo 3 do Art. 10 da Lei Orgânica do Município e também pelo disposto no Parágrafo Único do Art. 5 do Regimento Interno da Câmara, a Mesa Diretora é quem define, a seu arbítrio, se é “motivo justificável” o fato da prisão dos vereadores presos pela Operação Pecúlio impedir que os mesmos venham a tomar posse no dia 1º de janeiro do ano que vem.

Caso a Mesa Diretora (a ser empossada em 2017) resolva que a prisão dos edis não justifica eles não tomarem posse no prazo legal de 15 dias, os respectivos suplentes podem ser convocados pela futura Mesa Diretora para assumir a vereança no lugar dos encarcerados, enquanto esses edis continuem enclausurados. Vejam nas imagens adiante o que diz a Lei Orgânica e o Regimento Interno do Legislativo sobre vereador que não for empossado:

Lei Orgânica do Municipal:

art-10-lom

Regimento Interno da Câmara:

art-5-ri-cmfiObservação: Em razão do vereador Beni Rodrigues (PSB) ter sido preso e depois solto, solto ele não se enquadra no que é exposto acima por nós. Somente os 05 vereadores reeleitos e que estão presos poderão não tomar posse por decisão da Mesa Diretora da Câmara.

MESA DIRETORA DO LEGISLATIVO IGUAÇUENSE PODE DECLARAR PERDA DE MANDATO DE VEREADORES PRESOS PELA PECÚLIO

Com fundamento no Art. 38, Inciso IX da Lei Orgânica do Município, a Mesa Diretora, “provocada” por qualquer vereador em plenário ou por pedido de Partido Político com representação na Câmara, é quem define sobre a perda de mandato de edil que não for empossado em até 15 dias (contados á partir de 1º de janeiro  de 2017).

Caso a Mesa Diretora (a ser empossada em 2017) resolva que o fato de vereadores estarem presos não justifica eles não tomarem posse num prazo de 15 dias, os vereadores que estiverem presos e não empossados, poderão perder o mandato por decisão da Mesa. Vejam adiante o que diz a Lei Orgânica sobre a respectiva perda de mandato de vereador que não for empossado e a competência da Mesa Diretora para isso:

Lei Orgânica Municipal – “Art. 38 Perderá o mandato o Vereador:

IX – que deixar de tomar posse, sem motivo justificado, dentro do prazo estabelecido nesta Lei Orgânica.

  • 3º Nos casos dos incisos III, IV, V VII, VIII e IX do “caput” deste artigo, a perda do mandato será declarada pela Mesa da Câmara, de ofício ou mediante provocação de qualquer Vereador ou de partido político representado na Câmara, assegurada ampla defesa, nos termos do Regimento Interno. (Redação dada pela Emenda à Lei Orgânica nº 21/2003).”

Observação: Em razão do vereador Beni Rodrigues (PSB) ter sido preso e depois solto, solto ele não se enquadra no que é exposto acima por nós. Somente os 05 vereadores reeleitos e que estão presos poderão ter o novo mandato cassado, por decisão da Mesa Diretora da Câmara, por não tomarem posse no respectivo prazo legal.

OS 06 VEREADORES REELEITOS E PRESOS PELA PECÚLIO, PODERÃO TER MANDATOS CASSADOS POR QUEBRA DE DECORO

Caso a Mesa Diretora que assumirá o comando da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, não atenda o clamor popular pela perda de mandato dos 06 vereadores reeleitos e presos pela Operação Pecúlio, por tudo o que apresentamos anteriormente nesta atualização da coluna Nossa Voz, restará a alternativa de se entrar no protocolo geral na “Casa de Leis” dos iguaçuenses com um pedido de instauração de Comissão Processante por “quebra de decoro” contra esses vereadores. Provas é o que não parece faltar nos relatórios da Pecúlio e nas respectivas decisões do Judiciário…

IGUAÇUENSES, NÓS TEMOS A FORÇA !!!

Como explicamos anteriormente hoje, não deverá ser o Judiciário que impedirá que os 06 vereadores presos pela Operação Pecúlio assumam seus novos mandatos, seja lá isso quando o for, haja vista que há a possibilidade que a nova Mesa Diretora da Câmara Municipal decida que os tais edis estarem presos “justifica” eles não tomarem posse no prazo legal em 2017 e, com isso, a Mesa Diretora não casse o mandato deles. E tem mais. Esses vereadores podem ser soltos pela Justiça dentro do prazo legal que possuem para tomar posse e eles venham a assumir o mandato para o qual foram reeleitos.

Assim, é necessário que os iguaçuenses que, na maioria (não tememos afirmar), não querem que os 06 vereadores reeleitos tomem posse e/ou assumam novo mandato, se organizem e se mobilizem, quer seja para pressionar para que a Mesa Diretora decida pela perda de mandato de tais edis não empossados, quer seja para cobrar a cassação de mandato deles numa Comissão Processante por “quebra de decoro”. Sem organização e pressão, é quase certo que os 06 vereadores exercerão seus novos mandatos, apesar de tudo o que pesa contra eles e do clamor popular que não os quer representando os iguaçuenses.

UMA BAGUNÇA CHAMADA CÂMARA MUNICIPAL DE FOZ DO IGUAÇU

Como se não bastasse a trapalhada, dias atrás, no caso da posse ilegal do suplente de vereador Dr. Celso Fagundes (que não tem domicílio eleitoral em Foz e, por isso renunciou…) como suplente exercendo a vereança no Legislativo local, vem a tona agora que foi ilegal a posse como vereadores em exercício de Foz, dos também suplentes, Admilson Galhardo (PR) e Adão “Adãozinho” Cruz da Silva (PTN),  ilegal segundo decisão do TER/PR emanada nessa terça-feira, 27.

A decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná quanto a ilegalidade das posses de Adãozinho e Galhardo, o foi a partir de ação movida pelo presidente do PSC/Foz, o advogado Sérgio Barros, que argumentou que os dois citados suplentes se desfiliaram do PSC e se filiaram aos atuais partidos deles (PTN e PR, respectivamente), fora do prazo legal para a disputa do pleito deste ano. Todos os atos de Galhardo e Adãozinho, inclusive os votos que deram  no exercício irregular na Câmara foram anulados pela Jusitça. Nenhum dos votos de Adãozinho e/ou Galhardo foram decisivos em votação e, portanto, nenhuma votação foi mudada ou anulada em razão dos votos deles.

O presidente local do PSC teve como objetivo da demanda movida por seu advogado, Dr. Célio Pires, junto ao TER/PR, devolver a coligação do PSC o direito das suplências parlamentares, dadas irregularmente pelo comando da Câmara Municipal a Adãozinho e Galhardo.

Em Tempo: É inadmissível que a Câmara tenha dado posse como vereador, a suplentes que não tinham esse direito. Faltou o devido zelo na hora de checar a devida documentação.

INVESTIGADO PELA OPERAÇÃO PECÚLIO DESFILA DE BMW X5 EM FOZ

“ÉPRÁCABÁ”. Esta coluna de informações, recebeu e-mail de uma leitora que pediu para não ser identificada e para que divulgássemos o seguinte: “… Encontrei circulando pelo centro da cidade o Rodrigo ‘Beker’, dirigindo uma reluzente BMW modelo X5. A máquina pode ser achada a venda na inernet pela bagatela de R$ 288 mil reais se for modelo 2012 e por módicos R$ 450 mil reais se for um veículo novo. Convenhamos, o carrão no qual ele estava não deve ser de conhecimento dos investigadores da pecúlio…”.

CONTATOS COM A COLUNA NOSSA VOZ

Para críticas e sugestão para este espaço de informação, nosso e-mail é: nossavoz.foz@gmail.com

________________________________

Exclusivo. GILMAR PIOLLA CONFIRMA: QUER SER PREFEITO DE FOZ DO IGUAÇU

gilmar-piolla

A coluna Nossa Voz teve um “bate-papo” informal com o superintendente de Comunicação da Itaipu, Gilmar Piolla (PV), que deixou claro que está com o nome ao dispor para a disputa pela chefia do Poder Executivo de Foz do Iguaçu. Confiram adiante o que reproduzimos de nossa conversa com Piollla:

“Muitos me perguntam se serei candidato a prefeito de Foz do Iguaçu na nova eleição, que será marcada pela Justiça Eleitoral. A essas pessoas e a quem possa interessar, respondo com franqueza:

Ser prefeito de Foz é um sonho que realizarei um dia. Não sei se agora. Sinto-me preparado. Tenho experiência como gestor público.

Conheço os problemas e as soluções. Conto com uma rede de relacionamentos no governo estadual e no governo federal para construir boas parcerias.

Tenho recebido muitas manifestações de apoio e o reconhecimento da comunidade, da maioria dos iguaçuenses, mas, nas atuais circunstâncias que o nosso município se encontra, só serei candidato com algumas condições, que listo:

Primeira – ter o apoio do deputado Chico Brasileiro, de Paulo Mac Donal Ghisi e desde que o Phelipe Mansur concorde em ser meu vice.

Foz precisa de união. A cidade não pode sucumbir aos interesses pessoais ou político-partidários de grupos, como está acontecendo atualmente.

Segunda – fazer um governo de ruptura total com os esquemas e práticas existentes. Sem clientelismo e sem fisiologismo.

Pretendemos implantar uma nova cultura de gestão na Prefeitura. Uma cultura baseada na racionalidade administrativa; na qualificação técnica da equipe; na eficiência; no planejamento estratégico e na defesa intransigente do interesse público.

Uma nova cultura de gestão para aplicar bem os recursos do Orçamento Municipal. Cuidar bem dos espaços e equipamentos públicos. Cuidar bem da educação, da mobilidade urbana, da saúde, do turismo e da segurança das pessoas.

Será um tempo de sacrifícios para os profissionais da política. Eles fracassaram. E, agora, devem pagar o preço. ‘Mensalinhos’ e acordos espúrios, inclusive com cargos comissionados, nunca mais!

Eliminaremos 80 por cento dos cargos comissionados. Todos os contratos serão revistos e renegociados e o Codefoz terá o protagonismo que merece.

Trabalharemos duro para resgatar a dignidade e o orgulho de ser iguaçuense!

Se for para fazer diferente, escrever uma nova história, contem comigo! Se for fazermos mais do mesmo, lamento, prefiro ficar onde estou.”,   finalizou, Piolla.

COLUNA NOSSA VOZ “A MEIO PAU” NESTE PERÍODO DE FESTAS

Ficaremos em plantão permanente durante esse período de festas de fim de ano, mas a periodicidade das atualizações da coluna “Nossa Voz” será de acordo com o que acontecer de relevante no meio político. Nada de muito importante deve acontecer por esses dias, haja vista os recessos iniciados nos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Mas que ninguém relaxe muito, afinal, tem muita coisa e gente na “mira” da Operação Pecúlio…

No mais, um bom natal e um próspero ano novo, é o que desejamos aos nossos leitores.

DA ORAÇÃO DE FIM DE ANO DA PREFEITA EM EXERCÍCIO DE FOZ

Por tudo o que ocorreu, ocorre e pelo que ainda será revelado pela Operação Pecúlio em Foz do Iguaçu, a carta da prefeita em exercício da cidade, Ivone Barofaldi (PSDB), só poder começar assim: “Pai, afasta de mim esse cálice…”.

CHARGE DE FIM DE FESTA

duke

NOSSA OPINIÃO: CONTRATO  DA COLETA DO LIXO DE FOZ PRECISA SER RESCINDIDO

Tornou-se público nos documentos divulgados da Operação Pecúlio, que haveria pagamento, pelo contrato da coleta do lixo da cidade, de vultuosa propina mensal da empresa Vital para políticos corruptos de Foz do Iguaçu. Sendo assim, uma Ação Civil Pública deverá ser apresentada no Judiciário pedindo o cancelamento do tal contrato, bem como para que os valores pagos de propina retornem aos cofres municipais em benefício da população, afinal, se houve propina, isso só foi possível a superfaturamento dos respectivos serviços.

NOSSA OPINIÃO 2: CONTRATO  DO TRANSPORTE COLETIVO DE FOZ PRECISA SER RESCINDIDO

Fundamento nas mesmas razões que nos levam a defender o fim do contrato da coleta do lixo na cidade e a devolução para o erário dos iguaçuenses do respectivo dinheiro usado na corrupção de políticos, também defendemos a rescisão judicial do contrato do transporte coletivo de Foz do Iguaçu, assinado pelo governo do ex-prefeito Paulo Mac Donald Ghisi e mantido desde então, contrato esse que, há muito (bem antes da Operação Pecúlio), já era alvo de denúncias. Com as recentes revelações da Pecúlio, é inadmissível a continuidade do famigerado contrato.

EDIS REELEITOS/PRESOS DE FOZ PODERÃO PERDER MANDATO 2017

prisao-preventiva-1024x410

Vereadores Rudinei de Moura (PEN), Luiz Queiroga (DEM), Edílio Dall A’gnol (PSC), Darci do DRM (PTN) e Anice (PTN), poderão ter reeleição cassada por quebra de decoro

E não será somente o encarceramento, por acusação de corrupção, que os 06 vereadores reeleitos em Foz do Iguaçu (Rudinei de Moura, Luiz Queiroga, Edílio Dall A’gnol, Darci do DRM e Anice) neste ano terão que enfrentar a partir do começo de 2017. Explicamos. Foram muito bem fundamentadas as denúncias que Ministério Público Federal apresentou no Judiciário contra esses edis, dos quais, até agora, o único que está solto é Beni Rodrigues.

Tão robustas foram os argumentos apresentados pelo MPF, que a Justiça Federal determinou a prisão dos mesmos e, assim, sob o olhar atento e pressão da sociedade civil local, deverá ser instaurado  procedimento no Conselho de Ética da Câmara local (Comissão Processante) por quebra de decorro contra os mesmos, o que, tudo indica, poderá resultar na cassação do novo mandato dos mesmos.

RÁDIO PEÃO TAMBÉM DIZ QUE 6 VEREADORES REELEITOS/PRESOS PELA PECÚLIO EM FOZ PODERÃO PERDER NOVO MANDATO SE NÃO FOREM EMPOSSADOS LOGO

Na noite desta quarta-feira (21-12), está coluna foi contatada por alguns suplentes de vereador da atual e da futura Legislatura da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, quando nos foi questionado, dentre outras coisas, se procede a informação de que haveria um prazo legal para a posse dos vereadores, prazo esse que seria de 15 dias (a contar do dia primeiro de janeiro de 2017).

Como não soubemos responder o que nos foi perguntado, mas também ficamos intrigados com o tal questionamento, hoje levaremos a dúvida para alguns especialistas em direito eleitoral, em que pese, a princípio, não crermos em tal possibilidade.

NINGUÉM VIU – ORÇAMENTO 2017 DE FOZ APROVADO PELA CÂMARA, NÃO ATENDERÁ A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL

Confessamos que somente ontem tivemos tempo de dar uma olhada em parte do teor do Orçamento Municipal de Foz do Iguaçu para 2017, o qual foi aprovado pelos edis suplentes dos vereadores presos pela Operação Pecúlio. No pouco que vimos, percebemos que o Orçamento da Câmara Municipal para o ano que vem não atende ao disposto na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Segundo apuramos na peça orçamentária 2017, o gasto projetado de pessoal do Legislativo local, supera, salvo melhor juízo, em cerca de R$ 3 Milhões, o teto de comprometimento de 70% do orçamento total, limite máximo esse imposto pela LRF.

Em suma, deverá haver corte dos valores previstos com salários de cargos comissionados, ou seja, tudo indica que serão reduzido o número de pessoas contratadas sem concurso (os CC’s) no Legislativo local. Pelo visto, o certo foi escrito por linhas tortas…

“ÉPRÁCABÁ” – ORÇAMENTO DE FOZ FOI APROVADO COM ERRO NO ORÇAMENTO DA CÂMARA MUNICIPAL

Que os suplentes dos vereadores presos de Foz não tenham visto o “furo” no orçamento da Câmara Municipal, tudo bem, afinal, além de “marinheiros de primeira viagem”, eles tiveram menos de 24 horas para examinar a complexa peça orçamentária do município, mas não dá para passar batido a falha dos vereadores “macacos velhos”, em especial os que estão soltos, Nilton Bobato (PCdoB), Gessani da Silva (PP) e Dilto Vitorassi (PV), que não viram e, assim, não corrigiram, em tempo hábil, o erro na elaboração do Orçamento 2017 do Legislativo local.

Destacamos que o prazo legal esse que citamos, o foi quando não havia ainda nenhum vereador preso pela Operação Pecúlio. Portanto, tomara que incompetência dos vereadores iguaçuenses tenha sido somente em relação ao Orçamento do Legislativo…

PARANÁ – GOVERNADOR BETO RICHA ENTRE AS CRUZES E AS ESPADAS

Muita habilidade política deve ser o que o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), mais deseja para ele em 2017, afinal, não haverá outra forma de “administrar” fortes aliados políticos seus que estão de olho na sucessão dele na chefia do Executivo paranaense.

Ratinho Júnior (PSD), Cida Borghetti (PP) e, mais recentemente, Osmar Dias (ainda no PDT, mas, tudo indica, de malas prontas para migrar para o PSB), são nomes de peso na disputa para governador e todos eles, claro, querem o apoio de Richa. Como Richa deve estar querendo ter uma sabedoria de Salomão…

BRASIL – ERA SÓ O QUE FALTAVA. GILMAR MENDES DIZ QUE CAIXA 2 NÃO É SEMPRE ATO DE CORRUPÇÃO

Jeitinho Brasileiro no Judiciário. Saiu no Estadão que, depois de a delação da Odebrecht apontar que a campanha de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) recebeu dinheiro de caixa 2, que o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes (também ministro do STF), disse ontem que a prática não significa corrupção ou propina a priori. Para o ministro, é preciso saber a origem do dinheiro do caixa 2 no âmbito do processo do TSE, que apura se houve abuso de poder econômico e político praticado pela chapa Dilma-Temer.

CONTATOS COM A COLUNA NOSSA VOZ

Para críticas e sugestão para este espaço de informação, nosso e-mail é: nossavoz.foz@gmail.com

_______________________________

Extra, Extra, Extra: JUSTIÇA ACOLHE NOVO RECURSO E VEREADORA  ANICE CUMPRIRÁ PRISÃO EM INSTALAÇÃO ESPECIAL

145_1

Acabamos de ser informados que a vereadora Anice (PTN), teve novo recurso provido pela Justiça nesta quarta-feira (21-12) e passará a cumprir prisão numa instalação especial, provavelmente na Polícia Militar ou Corpo de Bombeiros. Segundo nossa fonte, um notório criminalista iguaçuense, Anice deverá utilizar uma tornozeleira eletrônica e não deverá reassumir o atual mandato, pelo menos enquanto durar sua prisão temporária.

Também disse nossa fonte, que a determinação do Juiz que ordenou a remoção de Anice da cadeia, foi para que, caso não se consiga ambiente para que ela fique presa no quartel da PM ou no Corpo de Bombeiros, é que ela cumpra prisão domiciliar.

A vereadora iguaçuense estava encarcerada no cadeião local desde a semana passada, quando foi presa na Operação Pecúlio, em razão de acusações de envolvimento em atos de corrupção.

JUSTIÇA NEGA PRISÃO DOMICILIAR PARA VEREADORA DE FOZ, PRESA NA OPERAÇÃO PECÚLIO

Não foi aceito o pedido de prisão domiciliar feito pela vereadora Anice (PTN) a Justiça. Cumprindo prisão preventiva desde a semana passada por envolvimento em atos de corrupção, segundo o pedido de prisão feito (e aceito…) do Ministério Público Federal ao Judiciário, a vereadora deverá continuar encarcerada no cadeião de Foz do Iguaçu.

“ÉPRÁCABÁ” – DO CADEIÃO DIRETO PARA A PRESIDÊNCIA DO LEGISLATIVO DE FOZ

Vergonhoso. Não vamos entrar no mérito sobre ser culpado ou não do que a ele é imputado pelo Ministério Público Federal, o carismático vereador Beni Rodrigues (PSB), mas convenhamos, é vergonhoso para nossa cidade que o citado edil tenha saído da prisão (estava preso acusado de corrupção), onde estava preso desde a semana passada, e assumido a presidência da Câmara Municipal. Cremos que Beni Rodrigues deveria se licenciar do cargo e ir tratar da defesa dele.

Em Tempo: Aliás, todos os vereadores eleitos e/ou reeleitos de Foz, que são acusados de corrupção pelo Ministério Público Federal, deveriam ter a grandeza de se licenciar e ir tratar de provar as eventuais respectivas inocências.

SUPLENTE ASSUME ILEGALMENTE LUGAR DE VEREADOR PRESO EM FOZ

fagundes

Tudo Errado. Quando pensamos que já vimos de tudo na política de Foz do Iguaçu, principalmente no que diz respeito ao que não é certo, eis que mais uma situação vergonhosa para a história política de nosso município: o médico Celso Fagundes (PSD), teria sido empossado indevidamente como vereador da cidade no lugar de Rudinei de Moura (PEN), edil que se encontra preso com o desdobramento da “Operação Pedágio”. Vejam só na imagem adiante, o que diz a certidão de filiação de Celso Fagundes:

celso-fagunde

Pois bem, Celso Fagundes está com domicílio eleitoral, conforme certidão do Tribunal Superior Eleitoral acima, em Santa Rosa – RS (onde teria sido candidato a vereador em 2016) e, por isso, não poderia ter assumido como vereador de Foz e nem ter participado, como edil empossado, da sessão ocorrida ontem na Casa de Leis dos iguaçuenses.

Em Tempo: Fomos informados que, em razão do explicado nesta nota sobre a respectiva ilegalidade, o médico Celso Fagundes acaba de renunciar ao cargo de vereador que assumiu no lugar de Rudinei de Moura.

ASSISTA O VÍDEO COM A RENÚNCIA DO SUPLENTE CELSO FAGUNDES, NA CÂMARA DE FOZ

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

Alguém prevaricou na Câmara Municipal de Foz do Iguaçu por não ter verificado a documentação do suplente Celso Fagundes, domiciliado eleitoralmente no Rio Grande do Sul, antes de empossá-lo?

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR 2

Celso Fagundes, sabia que, por ter domicilio eleitoral no RS, que não poderia assumir como vereador em Foz do Iguaçu?

IVONE BAROFALDI, PREFEITA EM EXERCÍCIO, ASSUME COMO SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE FOZ

Com cerca de 30 dias no cargo de secretário de Saúde do governo de Ivone Barofaldi (PSDB), André Buriasco renunciou ao cargo sob alegação de problemas de Saúde. Barofaldi anunciou que vai assumir o lugar do enfermo exonerado.

PRIMEIROS NOMES PARA PREFEITO DE FOZ COMEÇAM A CIRCULAR

Na “Terra das Cataratas”, alguns possíveis pré-candidatos não negam que querem disputar a nova eleição para prefeito da cidade, determinada pelo TSE. São eles: Nanci Rafagnin (PDT), Nilton Bobato (PCdoB), Ivone Barofaldi / Cássio Lobato (PSDB). Eles poderão se somar aos dois nomes que realmente não deverão ficar fora da disputa: Chico Brasileiro (PSD) e Philipe Mansur (Rede).

O “CANTO DO CISNE” DE PAULO MAC DONALD GHISI

Mais certo do que os nomes de Mansur e Chico na disputa pela prefeitura de Foz do Iguaçu, só mesmo o fato que não participará do pleito, o ex-prefeito Paulo “Ficha Suja” Mac Donald (PDT), que ainda não se deu por contente e continua em aventura jurídica tentando ser prefeito no “tapetão” em Brasília, o que poderá, como já informamos, atrasar em até 2 anos as eleições para prefeito de Foz e a cidade que se exploda…

E O GILMAR PIOLLA?

gilmar-piola

O superintendente de comunicação de Itaipu, Gilmar Piolla, que recentemente teria se filiado ao PV, vem sendo lembrado (há muito), como nome para a disputa pela prefeito de Foz do Iguaçu, mas isso não deve acontecer na eleição próxima determinada pelo TSE.

Acontece que, quando do citado pleito eleitoral for realizado, a princípio, Piolla não deverá ter ainda o prazo mínimo necessário exigido pela legislação para que ele participar de uma eleição pelo novo partido que ele, segundo consta, estaria filiado, o PV do senador Álvaro Dias. Mas que ninguém se espante se o PV acabar lançando para prefeito o vereador do partido em Foz, Dilto Vitorassi, claro, dependendo também dos desdobramentos da Operação Pecúlio…

E O PMDB “VELHO DE GUERRA” EM FOZ?

Também não é de duvidar que o PMDB de Foz do Iguaçu acabe se animando e lançando algum candidato a prefeito pelo partido, ao invés de renovação do apoio a Philipe Mansur (Rede), de que quem o partido chegou a ter o vice na chapa, nas eleições deste ano.

Caso Mansur, não mantenha o PMDB como vice nas próximas eleições para prefeito, é dado como certo que o tradicional partido, que tem como expressão máxima local o cacique político Dobrandino Gustavo da Silva, não deverá estar ao lado do jovem empresário da Rede.

JUSTIÇA MANDA SOLTAR EX-SECRETÁRIA DE SAÚDE DE FOZ, PRESA PELA PECÚLIO

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região, mandou soltar a ex-secretária de Saúde de Foz, Patrícia Foster. A ex-secretária de Saúde havia sido presa na Operação Pecúlio.

EMPREENDEDORISMO – MULHER ABANDONA FILMES ERÓTICOS E FATURA US$ 5 MILHÕES COM CANAL INFANTIL

“Poizé”. Daiane de Jesus testa brinquedos da Disney no Youtube; antes, ela era Sandy Summers e atuava no mercado erótico. Como costuma-se contar em histórias sobre empreendedores, Daiane deu uma “guinada da carreira”.

PARANÁ – GAECO FAZ OPERAÇÃO E PRENDE PREFEITO DE ARAUCÁRIA, NA GRANDE CURITIBA

Uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) prendeu o atual prefeito de Araucária, Rui Alves de Souza (PTC), ex-PT, na manhã dessa terça-feira (20). As informações são de que a operação mira cobrança indevida de valores para pagamentos de fornecedores da prefeitura local, bem como para pagamento de servidores exonerados daquela municipalidade.

BRASIL – RENAN CALHEIROS VAI À FESTA DOS CANALHAS EM MACEIÓ

Apropriado. Réu por peculato no Supremo Tribunal Federal (STF), o ainda presidente do Senado (só exerce a função até sexta-feira), Renan Calheiros (PMDB-AL), era uma das mais proeminentes figuras na “Festa dos Canalhas” realizada no último sábado (17), em Maceió (AL). O festejo é promovido pelo tesoureiro do PMDB em Alagoas, alvo da Lava Jato que sofreu busca e apreensão em sua casa em 2015. Renan Calheiros deve ter se sentido muito à vontade em tal ambiente…

– CONTATOS COM A COLUNA NOSSA VOZ: Para críticas e sugestão para este espaço de informação, nosso e-mail é: nossavoz.foz@gmail.com

_______________________________

VEREADORES BENI E EDILIO FORAM SOLTOS HOJE. NÃO HOUVE PEDIDO DE RENOVAÇÃO DA PRISÃO DELES

Segundo consta, não teria havido a renovação do pedido de prisão dos Vereadores Beni Rodrigues (PSC) e Edilio Dall A’gnol (PSC). Assim, ambos retomaram normalmente suas atividades como vereadores na Câmara Municipal e, salvo alguma novidade no Judiciário, também deverão assumir, na condição vereadores reeleitos, novo mandato no próximo dia 01 de janeiro. Outras 4 pessoas presas pela Operação Lava Jato também não tiveram seus pedidos de prisão renovadas.

PAULO MAC DONALD E CHICO BRASILEIRO, POR MOTIVOS DIFERENTES, RECORREM A JUSTIÇA SOBRE NOVAS ELEIÇÕES EM FOZ

montagem

Poderíamos aqui fazer uma dissertação sobre os motivos que devem ter levado, por motivos diferentes, a Paulo Mac Donald (PDT) e Chico Brasileiro (PSD) a recorrer sobre a nova eleição para prefeito de Foz do Iguaçu, conforme sentenciado pelo TSE, mas vamos sintetizar nossas considerações sobre os resultados possíveis desses recursos para nossa cidade:

Dos Motivos de Mac Donald: O ex-prefeito, condenado mais de uma vez em mais de uma instância do Judiciário, com essa nova aventura jurídica em Brasília para reverter o sepultamento político dele decretado pelo Tribunal Superior Eleitoral, poderá deixar nosso município sem as eleições, já determinadas pelo TSE, por até 02 anos.

Dos motivos de Chico Brasileiro: O segundo candidato mais votado nas eleições deste ano para prefeito de Foz, conforme já havia anunciado antes, quer que se defina para o quanto antes a data e as regras da nova eleição local para prefeito, o que não foi feito pelo TSE quando sentenciado o novo pleito que teremos. Em caso de demora da nova disputa,  Brasileiro brigaria para ser empossado de imediato.

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

Foz do Iguaçu, que passa por sua maior crise econômica/social e moral de sua história, pode ficar sem prefeito eleito e sendo comandada, por até 02 anos, pelo futuro chefe do Poder Legislativo?

SAMEK DESCARTA DE VEZ DISPUTAR PREFEITURA DE FOZ

jorge_samek_2

‘Chance zero’, diz Samek sobre disputa em Foz Iguaçu. O presidente da Itaipu Binacional, Jorge Samek (PT), disse nessa segunda-feira, 19, em Curitiba, que é “chance zero” de participar da eleição para prefeito de Foz do Iguaçu. Samek disse que largou da atividade política para se dedicar exclusivamente à binacional. “Mudei o foco completamente. Quero ajudar no que for melhor para Foz do Iguaçu mas não comandando pleito. Eu definitivamente não disputo mais nenhum cargo eletivo na minha vida”, anunciou depois que recebeu a comenda da Ordem do Pinheiro, distinção de mais alto grau do Estado.

DOS NOMES DO PSDB PARA DISPUTAR A PREFEITURA DE FOZ

Não faltam bons nomes para disputar a prefeitura de Foz do Iguaçu. Camilo Rorato, Cássio Lobato, Fernando Salinet (o filho), Paulo Pulcinelli e há até quem defenda o nome de Ivone Barofaldi, atual prefeita municipal em exercício. Realmente nomes para a disputa das novas eleições determinadas pelo TSE, não é problema para o PSDB.

A questão é que o PSDB de Foz, diferentemente do PSDB no âmbito estadual e nacional, não possui estrutura e organização condizente com a representatividade (não elege um vereador sequer há 8 anos…) que os Tucanos têm no Paraná e por todo o país e, assim, será algo excepcional se conseguir entrar com candidatura própria para prefeito na eleição mais próxima.

BOA NOTÍCIA PARA FOZ. MARCO DAS TRÊS FRONTEIRAS REABRE VISITAÇÃO TURÍSTICA NESTE DIA 21

Marco das Três Fronteiras, onde dois rios e três países se unem, os visitantes ganharão a partir desta quarta-feira, 21 dezembro, às 16 horas, um marco revitalizado, além de novas e envolventes atrações turísticas. Algumas surpresas estão guardadas para este grande dia. O Marco das Três Fronteiras será um espaço com mais infraestrutura para celebrar a união do Brasil, da Argentina e do Paraguai, resgatando a história da região, fortemente relacionada às Missões Jesuíticas.

BETO RICHA E OSMAR DIAS SE APROXIMAM PARA 2018      

O governador Beto Richa (PSDB) condecorou nessa segunda-feira (19-12), seu antigo adversário político, Osmar Dias (PDT), e mais 36 personalidades com a Ordem Estadual do Pinheiro, a mais alta honraria do Governo do Paraná. O ex-senador Osmar Dias, ainda no PDT (muitos dão como certa a mudança dele de partido…) é pré-candidato ao governo para 2018, Osmar Dias (PDT). Adversários na eleição de 2010, Richa e Osmar estão numa espécie de “namoro político” e poderão caminhar juntos na disputa daqui a dois anos, quando Osmar Dias deverá brigar pelo governo do Paraná e Richa, uma das duas vagas ao senado.

ODEBEBRECHT COMPLICA DE VEZ CHAPA DILMA/TEMER EM 2014

Como se não bastasse a ação contra as contas de campanha da Chapa Dilma/Temer 2014, movida no TSE pelo PSDB, outro duro (e, aparentemente, definitivo…) golpe deverá sepultar o futuro político do atual presidente da república e de sua antecessora. Em delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato, foi declarado que houve o repasse de cerca de R$ 30 Milhões da empresa para o “caixa 2” de campanha de Temer e Dilma.

________________________________

BECKER, DELATOR CHAVE DA PECÚLIO, REASSUME FUNÇÕES REMUNERADAS NA SANEPAR – Chegou ao nosso conhecimento que Rodrigo Becker, um dos dois principais delatores (e peça central) da Operação Pecúlio, reassumiu suas funções na Sanepar. Becker, ainda segundo nossas fontes, estaria lotado em sala ao lado do diretor de operações da empresa em Curitiba, pelo que receberia não só o salário de concursado, algo em torno de R$ 3.500,00, mas sim uma remuneração que seria de mais de R$ 15 mil.

Em Tempo: Recebemos as informações sobre Rodrigo Becker juntamente a uma série de denúncias contra a Sanepar em Foz do Iguaçu, as quais estamos apurando (uma a uma) para trazermos aos nossos leitores em nas próximas edições da coluna.

PAULO MAC DONALD NA ALÇA DE MIRA DA OPERAÇÃO PECÚLIO

paulo-mac-donald

Estivemos analisando o despacho do Tribunal Regional Federal da 4ª Região que indeferiu na semana passada o pedido de revogação de prisão preventiva de Tulio Bandeira e lá é apontado que a origem do que levou a prisão de vereadores de Foz do Iguaçu na Operação Pecúlio (nomeação de cargos na prefeitura de Foz como barganha de apoio político), teria tido início no governo do ex-prefeito Paulo “Ficha Suja” Mac Donald. Confiram adiante a transcrição do despacho do TRF:

“…III A gênese das ações ilícitas investigadas:

Analisando os elementos colecionados aos autos, observo a existência de indícios de que no curso da administração de PAULO MAC DONALDS, exprefeito de Foz do Iguaçu/PR, já estava estabelecido o esquema de indicação de pessoas para ocupar vagas de empregos em empresas contratadas pela Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu/PR, bem como de uma provável intenção dele em montar uma sociedade com empresa contratada pela municipalidade, como condição para manutenção da avença.”

Resumo da Ópera: Paulo Mac Donald, pelo sim, pelo não, deveria começar a dormir preparado para, eventualmente, ser despertado pela PF.

IVONE BAROFALDI TAMBÉM NA ALÇA DE MIRA DA OPERAÇÃO PECÚLIO

Ainda na análise eu fizemos do despacho do Tribunal Regional Federal da 4ª Região que indeferiu na semana passada o pedido de revogação de prisão preventiva de Tulio Bandeira, vejam só o que encontramos em relação a prefeita em exercício de Foz do Iguaçu, Ivone Barofaldi, e transcrevemos adiante:

“…III A gênese das ações ilícitas investigadas:

RODRIGO BECKER, por sua vez, afirmou ‘que dias antes da eleição, a IVONE BAROFALDI procurou o colaborador dizendo que o RENATO pediu R$ 40.000,00 para ela e devolveria depois da campanha; que ela queria que o colaborador avalizasse o empréstimo, porém o mesmo não aceitou; que acredita que ela recebeu esse valor de maneira irregular de fornecedores da prefeitura, pois até meados de 2016 estava dando problema com esses 40 mil, que inclusive RENATO ligou para o colaborador pedindo a intervenção de RENI para solução desse problema, mas isso não ocorreu’ (6269 da ação penal nº 500532503.2016.4.04.7002).

Por sua vez, CARLOS JULIANO BUDEL informou que ‘que logo no começo de 2013, em março, em razão de dificuldades políticas de articulação com a Câmara dos Vereadores, houve uma reunião no gabinete entre o colaborador, o RENI e a IVONE, sendo que foi convidado para assumir a secretaria de governo, com o objetivo de assumir a articulação política, considerando o bom relacionamento que o colaborador tinha com a Câmara dos Vereadores, aliada à boa experiência por ter sido vereador e presidente da casa em três mandatos; que nesse primeiro momento, o objetivo era sintonizar o executivo com o legislativo com o fim de aprovar projetos, não tendo nesse primeiro momento participado de nenhum acordo financeiro; que nessa linha, os acordos foram no sentido de conceder cargos comissionados CC’s e cargos terceirizados a vereadores, tais como auxiliar de serviços gerais, merendeira, recepcionista de posto de saúde; que ressalta que todos os vereadores da presente legislatura…

Ao que parece, IVONE BAROFALDI estava presente na oportunidade em que CARLOS JULIANO BUDEL passou a ser responsável pela articulação política do governo RENI CLÓVIS DE SOUZA PEREIRA, cujo instrumento adotado para captura do apoio dos membros do Poder Executivo Municipal foi a possibilidade de eles indicarem pessoas para ocuparem cargos na Administração Pública e em empresas contratadas pela Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu/PR, esquema que foi percussor do cognominado ‘mensalinho’…

Em Tempo: Os tais R$ 40 mil citados do “empréstimo” feito por Ivone Barofaldi, teriam sido feitos a ela por quem e a título de quê? Dona Ivone, denunciou o acordo entre Reni Pereira e Budel, o qual, segundo teor nesta nota, teria presenciado? Dona Ivone, ao assumir interinamente, exonerou os cargos nomeados por indicação de vereadores no âmbito do que foi convencionado entre Reni Pereira e Budel na presença, segundo documento do TRF, dela, Ivone Barofaldi?

CRISE NAS FINANÇAS DO MUNICÍPIO EM FOZ, MENOS PARA ALGUNS… – Há meses vem sendo divulgado (e sentido, principalmente, pela população mais carente…) que a prefeitura de Foz do Iguaçu para por uma profunda crise financeira e disso não resta dúvida. Acontece que, em meio a crise, alguns atos da administração da prefeita em exercício, Ivone Barofaldi (PSDB), são totalmente incoerentes com a realidade dos mais que combalidos cofres municipais. Vejam só:

ivone-1

Recebemos, por meio de nosso e-mail (nossavoz.foz@gmail.com), denúncia de um leitor desta coluna, na qual nos é relatado que foram liberados R$ 59.005,00, para um procurador do município entrasse em licença especial. Até pode ser que o procurador (não recebemos o nome dele, apenas os dados da imagem desta nota) tenha o direito de tal benefício, mas não cremos que tal despesa devesse ser feita num momento em que até medicamentos e insumos vitais na Saúde faltam para a população.

Em Tempo: Por se falar em procuradoria do município, são fortes as críticas que nos chegam sobre uma possível submissão que estaria havendo por parte da prefeita de Foz em exercício para com a Procuradoria Geral do Município. Mas, sobre isso, escreveremos em nossa próxima atualização.

RENI PERDERÁ FÓRUM PRIVILEGIADO A PARTIR DE 1º DE JANEIRO – Um detalhe está passando meio que desapercebido: o prefeito afastado de Foz do Iguaçu, Reni Pereira (PSB), perderá o fórum privilegiado a partir de 1º de janeiro de 2017 e isso, segundo nos disse um dos advogados que atuam na Operação Pecúlio, seria o que é esperado pelo Ministério Público Federal para uma nova e forte ação para encarcerar Reni Pereira em presídio.

BRASIL – Sem Temer, eleição será indireta pelo congresso

O editorial da Folha de S. Paulo desse domingo, 18, atenta que a Constituição determina que sejam realizadas novas eleições presidenciais se os postos de presidente e vice ficarem vagos de forma definitiva. Nos dois primeiros anos de mandato, a escolha ocorre por sufrágio popular; nos dois últimos, só os membros do Congresso têm direito a voto.

Existe uma robusta ação movida pelo PSDB no Tribunal Superior Eleitoral que indica ter havido crimes eleitorais na campanha de Dilma/Temer. Leia o editorial e as considerações da Folha de São Paulo a respeito, neste link:

http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2016/12/1842449-pec-da-eleicao-direta.shtml

JUSTIÇA ELEITORAL – Situação de prefeitos eleitos é incerta em 87 cidades

O prazo final para a diplomação dos eleitos é nesta segunda-feira, mas, em 87 municípios, a situação está indefinida porque a Justiça Eleitoral não julgou a tempo os recursos dos candidatos indeferidos que venceram a disputa por essas prefeituras.

Para assumir o executivo municipal, os postulantes têm que conseguir a liberação no tribunal. O vice-presidente do TSE, Luiz Fux, que também é ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), prevê que serão necessários mais dois meses para que todas as situações sejam julgadas na Justiça Eleitoral.

Em 17 das 87 cidades nessa situação, o juiz eleitoral não declarou nenhum eleito e não diplomará ninguém, seguindo uma alteração feita na lei no ano passado. De acordo com o novo dispositivo, o indeferimento do candidato mais votado obriga nova eleição, independentemente do número de votos que ele tenha obtido.

Como a mudança na regra é recente, muitos juízes eleitorais declararam o segundo colocado como vencedor da disputa pelas prefeituras (Assim o é com o TRE/PR em relação a Chico Brasileiro – PSD –  em Foz do Iguaçu, onde brasileiro foi o segundo mais votado e apontado pelo TER/PR como vencedor das eleições, em razão da impugnação da candidatura de Paulo Mac Donald Ghisi – PDT -, o mais votado) enquanto o registro do mais votado não é julgado em definitivo. Essa era a norma que costumava ser seguida até o pleito passado.

Segundo o TSE, é preciso aguardar o pronunciamento dos ministros sobre esses casos de candidatos com maior votação que não forem apreciados até esta segunda-feira (19-12), última sessão do tribunal este ano.

_______________________________

PF REALIZOU 6ª FASE DA OPERAÇÃO PECÚLIO EM FOZ DO IGUAÇU, NA SEXTA (16-12)

A Polícia Federal, em ação conjunta com o Ministério Público Federal, deflagrou nesta manhã, 16/12, a 6ª fase da “Operação Pecúlio”, dando continuidade à execução de medidas judiciais expedidas pela 3ª Vara da Justiça Federal de Foz do Iguaçu, com o objetivo de desarticular grupo de pessoas voltadas para a prática de irregularidades perante a Administração Pública do Município de Foz do Iguaçu e na Câmara Municipal da cidade, mediante desvio de recursos públicos, com a finalidade de obtenção de vantagens indevidas.

Cerca de 120 Policiais Federais estão cumprindo 31 mandados de condução coercitiva e 36 mandados de busca e apreensão em residências e locais de trabalho dos investigados na cidade.

JUSTIÇA FALHOU EM DETERMINAR PRISÃO DE VEREADORES DE FOZ AGORA?

Não dá para deixar de fazermos uma crítica a Justiça pela prisão dos vereadores iguaçuenses nessa quinta-feira (15-12). Em que pese ter sido acertada a decisão de mandar prender os vereadores e demais envolvidos nas investigações da Operação Pecúlio e do “Mensalinho” na Câmara Municipal (e não vamos entrar nesta nota no mérito de cada uma das prisões feitas…), o eleitor iguaçuense tinha direito de que essas prisões tivessem sido feitas antes das eleições de outubro passado e não somente agora. A Justiça tardou, porém, antes tarde do que nunca…

MAIS DE UM ERRO DA JUSTIÇA, NA PRISÃO DOS VEREADORES IGUAÇUENSES

E se a Justiça errou em não ter determinado as prisões antes das eleições de outubro deste ano, errou de novo em não efetuar a prisão dos 06 vereadores reeleitos antes que os mesmos fossem diplomados na quarta-feira (14-12, véspera das prisões), porque, diplomados, na hora em que forem soltos (seja lá quando for e ainda que eventualmente condenados em primeira instância), os 06 respectivos vereadores assumirão o cargo de vereador para o qual foram reeleitos.

MAIS DE 15 MIL VOTOS DOS IGUAÇUENSES PARA VEREADOR JOGADOS FORA?

Pois bem, 15.563 eleitores, na grande maioria incautos por não terem tido, por parte da Justiça, o direito de previamente saber a que ponto era o envolvimento dos vereadores em quem votaram (ver adiante nomes e respectivas votações recebidas) na Operação Pecúlio e no “Mensalinho” da Câmara.

Anice Gazzaoui (PTN) – 4.937 votos;

Rudinei de Moura (PEN) – 2.410 votos;

Edílio Dall’Agnol (PSC) – 2.254 votos;

Beni Rodrigues (PSB) – 2.231;

Luiz Queiroga (DEM) – 2.219 votos

Darci DRM (PTN) – 1.512 votos.

Certamente esses eleitores tinham o direito de saber mais sobre quem iriam votar (claro que uma parte do eleitorado, não incauta, sabia ou desconfiava do envolvimento de seus escolhidos pelo voto nas investigações da corrupção em nossa cidade, vide, como exemplo, o caso do edil Zé Carlos, o qual, mesmo condenado e preso durante todos os últimos dias do período eleitoral, ainda assim recebeu 800 votos (cada povo tem mesmo o governo que merece…). A Justiça errou, de novo, ao tardar na determinação das prisões dos vereadores. Essa é a nossa opinião!

ASSISTA VÍDEO COM A TRANSFERÊNCIA DE VEREADORES PRESOS EM FOZ PARA O CADEIÃO DA CIDADE

CONFIRA A RELAÇÃO DE PRESOS PELA OPERAÇÃO  DA POLÍCIA FEDERAL DE FOZ DO IGUAÇU

VEREADORES PRESOS:

  • Beni Rodrigues (PSB) – prisão temporária
  • Zé Carlos (PMN) – prisão temporária
  • Anice Gazzaoui (PTN) – prisão preventiva
  • Darci “DRM” (PTN) – prisão preventiva
  • Edílio Dall’Agnol (PSC) – prisão preventiva
  • Fernando Duso (PT) – prisão preventiva
  • Hermógenes de Oliveira (PSC) – prisão preventiva
  • Luiz Queiroga (DEM) – prisão preventiva
  • Marino Garcia (PEN) – prisão preventiva
  • Coquinho (SD) – prisão preventiva
  • Paulo Rocha (PMDB) – prisão preventiva
  • Rudinei Moura (PEN) – prisão preventiva

DEMAIS PRESOS PELA PF:

  • Patrícia Foster – ex-presidente da Fundação de Saúde
  • Gilber da Trindade Ribeiro – ex-secretário de Saúde
  • Luiz Carlos Alves – servidor público
  • Mohamoud Jomaa – Dentista
  • Ademilton Telles – escrivão da Polícia Civil
  • Luiz Pereira – Servidor da Receita Federal e presidente do PTN
  • Juarez da Silva Santos – empresário
  • Ricardo de Andrade – servidor da Câmara de Vereadores
  • Diego Souza – assessor parlamentar da Assembleia Legislativa
  • João Matkievicz – ex-secretário do Meio Ambiente
  • Chico Noroeste ex-deputado estadual
  • Paulo Gorski, empresário de Cascavel
  • Paulo Gustavo Gorski Júnior – empresário de Cascavel.

Em Tempo: Haveria ainda um mandado não cumprido de prisão de político figurão de Foz do Iguaçu.

“ÉPRÁCABÁ”

2016-12-15-photo-00001060

DAS ATUAÇÕES DO MINISTÉRIO PÚBLICO E DA POLÍCIA FEDERAL EM FOZ

Dignas de elogios são, as prontas atuações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal, a partir do momento que a Justiça determinou as prisões, no âmbito da Operação Pecúlio, nessa quinta-feira (15). Parabéns ao MPF e a PF pela eficiência e eficácia.

A HIPOCRISIA DE PAULO MAC DONALD SOBRE A PRISÃO DOS VEREADORES DE FOZ DO IGUAÇU

Nessa quinta-feira (15-12), o ex-prefeito Paulo “Ficha Suja” Mac Donald, fez seu contumaz uso dos microfones da Rádio Cultura, durante o prestigiado e muito bem conduzido programa “Contra-Ponto”. Mac Donald, se mostrou indignado com as nomeações indicadas pelos vereadores na prefeitura de Foz em troca de apoio político ao prefeito afastado Reni Pereira.

O ex-prefeito “Ficha Suja” só não disse qual é a diferença entre as tais nomeações de cargos comissionados por indicação de edis na atual gestão e as que fez ele próprio, Mac Donald, durante o governo dele, quando numa só canetada, no famoso “Acordo Caracu”, nomeou 40 cargos comissionados indicados por Carlos Budel (que presidia o Legislativo na época) e sua trupe de edis, conforme revelou na mídia na época o líder de Mac Donald no Legislativo, o ex-vereador Djalma Pastorello.

A diferença entre as nomeações daquela época e as de agora, distinção a qual o “Ficha Suja” Mac Donald e nem a competente equipe de jornalistas da Rádio Cultura explicaram, caros leitores, em nossa opinião, é que a Justiça não meteu Mac Donald e aqueles vereadores na cadeia como fez agora, simples assim!

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR: EXISTE UM PESO E DUAS MEDIDAS DA JUSTIÇA, NAS PRISÕES E NÃO PRISÃO DE POLÍTICOS EM FOZ DO IGUAÇU?

É justo que estejam presos, ao que tudo indica merecidamente (pelo menos, na maioria dos casos…), vereadores de Foz do Iguaçu que nem condenados em primeira instância foram ainda, enquanto está solto o ex-prefeito da cidade, Paulo “Ficha Suja” Mac Donald, condenado mais de uma vez, inclusive em 2ª instância?

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR 2

E a prefeita em exercício, Ivone Barofaldi, até para que eventualmente não responda por prevaricação no futuro, já exonerou todos os cargos indicados por vereadores na prefeitura, há meses sob o comando dela?

E A CANDIDATURA A PREFEITO DE FOZ PELO PSDB?

Muito se tem falado de uma possível candidatura do PSDB a prefeito da Terra das Cataratas em 2017, mas a questão é saber de que forma o partido, que, apesar de ser dos maiores do país e de ter o peso político que tem no Paraná (governador, deputados federais e estaduais e etc.), não conseguiu eleger um só vereador nas duas últimas eleições em Foz (oito anos…), conseguirá, num prazo de poucos meses, viabilizar uma candidatura vencedora para comandar nosso Executivo local em sucessão a atual administração, a qual, diga-se de passagem, é comandada pelos próprios Tucanos? Voltaremos ao assunto.

E A ELEIÇÃO DA CÂMARA DE FOZ, COMO FICA AGORA?

Pretendíamos fazer algumas considerações de outros nomes, ainda na comentados por essa coluna, na disputa pelo comando do Legislativo iguaçuense, mas, após os últimos acontecimentos negativos que mancharam, como nunca antes, a história da política local, nesta atualização da coluna, preferimos apenas esclarecer que a eleição da nova mesa diretora da Câmara Municipal ocorrerá normalmente, conforme o calendário já estabelecido, haja vista a acerta decisão da Justiça Eleitoral, que diplomou os suplentes dos vereadores reeleitos e presos no Cadeião de Foz.

Assim, esses suplentes estão aptos a assumir respectivos mandatos dos vereadores presos (enquanto esses estiverem encarcerados) e, por tanto, em condições de dar continuidade ao funcionamento do nosso Legislativo no ano que vem, inclusive participando da escolha da nova Mesa Diretora da Câmara.

MAIS UM ESCLARECIMENTO SOBRE O FUNCIONAMENTO DO LEGISLATIVO DE FOZ

Para a continuidade dos trabalhos no Poder Legislativo neste ano, diferentemente da viabilidade da legislatura que iniciará em 2017, faz-se necessário que a Justiça Eleitoral diplome alguns suplentes dos atuais vereadores que foram presos, pois, sem a citada diplomação, os suplentes não diplomados ainda, não estão em condições de assumir o exercício de mandato na Câmara Municipal.

E A VOTAÇÃO DO ORÇAMENTO PÚBLICO DE FOZ PARA 2017?

A votação do Orçamento Municipal 2017, que boa parte da mídia vem divulgando que “precisa” ser neste ano (2016), poderá ser no ano que vem. Explicamos: o Orçamento pode ser votado no ano que vem e o próximo governo municipal fará uma gestão com recursos mensais equivalentes a 1/12 avos do orçamento deste ano (2016).

Tanto é possível votar um orçamento público no ano seguinte que não o anterior ao de seu efetivo exercício, que o Orçamento da União, há muitos anos, só é aprovado no ano de seu exercício fiscal. E se pode no âmbito do Governo Federal, que ninguém venha com argumentos contrários com base disposições criadas pelos nossos “nobres” edis no Regimento Interno da nossa Câmara ou na L.O.M.

E QUEM SÃO OS SUPLENTES QUE DEVEM ASSUMIR EM 2017 AS VAGAS DOS VEREADORES REELEITOS E PRESOS EM FOZ?

Tudo indica que os 06 vereadores presos em Foz do Iguaçu poderão ficar encarcerados até depois da posse da Legislatura de 2017. Assim, quem deverá assumir o mandato deles, ainda que provisoriamente, são, respectivamente, os seguintes suplentes já diplomados pela Justiça Eleitoral:

  • – Dr. Brito (PEN), que obteve 2348 votos, poderá substituir Rudinei de Moura (PEN);
  • – Loli (PSB), que obteve 1477 votos, poderá substituir Beni Rodrigues (PSB);
  • – Rosane Bonho (PP), que obteve 1153 votos, poderá substituir Luiz Queiroga (DEM);
  • – Anderson Andrade (PSC), que obteve 1688 votos, poderá substituir Edílio (PSC);
  • – Marcos Jahnke, que obteve 953 votos, poderá substituir Darci DRM (PTN);
  • – Kako (PTN), que obteve 1318 votos, poderá substituir Anice (PTN).

CONTATOS COM A COLUNA NOSSA VOZ

Para críticas e sugestão para este espaço de informação, nosso e-mail é: nossavoz.foz@gmail.com

_______________________________

FOI QUENTE DIPLOMAÇÃO DOS VEREADORES DE FOZ

Nessa quarta-feira, 14 de dezembro, a Justiça Eleitoral diplomou os 15 vereadores eleitos neste ano em Foz do Iguaçu. O clima esteve muito quente por lá e esse foi o principal destaque do evento realizado no fórum local. O tempo “esquentou”, não por outra coisa que não o calor insuportável das instalações escolhidas, haja vista o mais que ineficiente sistema de ar condicionado do nosso fórum de Justiça comum.

PELO SIM, PELO NÃO, DIPLOMARAM OS SUPLENTES DE VEREADOR DE FOZ, AINDA BEM…

Por outro lado, uma sábia decisão da Justiça Eleitoral em Foz do Iguaçu, foi a diplomação de 3 suplentes para cada vereador eleito, afinal, em tempos de Operação Pecúlio e as investigações do GAECO quanto a “mensalinho” que receberiam os atuais vereadores da cidade (e temos 6 deles reeleitos, lembramos…), pode ser que, em caso de eventual prisão de algum (ou todos???) vereador reeleito, se faça necessário empossar o(s) respectivo(s…) suplente(s…)…

EM TEMPO: A coluna Nossa Voz foi atualizada, pelo visto “profeticamente”, as 4h da madrugada desta quinta-feira 15-12, antes dos 12 dos atuais vereadores de Foz, inclusive todos os reeleitos, serem presos. Até agora, continuam soltos somente os edis, Vitorassi (PV), Bobato (PCdoB) e Gessani (PP).

ELEIÇÃO NA CÂMARA MUNICIPAL, ANICE (PRESA PELA PF), FORA DO PÁREO

Sem dúvidas, a, agora, experiente vereadora e advogada Anice (PTN), atualmente presa pela Polícia Federal no âmbito da “Operação Pecúlio”, ainda possui a legitimidade de uma votação expressiva que a torna um dos 03 nomes, junto com Nanci Rafagnin Anreolla (PDT) e Elizeu Liberato (PR), mais prováveis para presidir o Legislativo de Foz do Iguaçu.

A edil reeleita também conta com o importante compromisso (total) do presidente do PTN/Foz, o Luiz “Luizinho da Receita” Pereira, com sua pessoa e quem conhece o Luizinho, sabe o “poder de negociação” que ele possui, atributo que é fundamental nos planos de Anice, se for solta até a eleição do Legislativo nativo, que também deve estar de olho no Paço Municipal (e por que não???).

ELIZEU LIBERATO PODE EMPLACAR COMO PRESIDENTE DO LEGISLATIVO DE FOZ?

Experiente e probo gestor público, Elizeu Liberato (PR), servidor público municipal com quase 30 anos serviços prestados ao município, já ocupou as funções de secretário municipal de Administração, atributos que, somados ao perfil calmo e ponderado, podem fazer dele um nome de consenso para presidir a Câmara local.

Apesar de ter sido eleito com apenas outros 4 vereadores na coligação do ex-prefeito Paulo Mac Donald (PST), Elizeu conta com muito bom trânsito entre os vereadores eleitos nas coligações dos ex-candidatos a prefeito, Sérgio Barros e Chico Brasileiro e isso poderá ajudá-lo significamente. Liberato, conforme aqui já destacado, também possui currículo que o habilita a exercer o cargo de prefeito da Terra das Cataratas.

E A NANCI RAFAGNIN ANDREOLLA ?

Empresária de sucesso e vereadora eleita, Nanci (PDT) já exerceu mandato anteriormente na Casa de Leis dos iguaçuenses, quando também foi a mais votada para o cargo (nas eleições de 2004) e, agora, retorna com a representatividade de mais de 5 mil votos nas eleições deste ano e é hoje o nome mais forte na citada disputa.

Nanci vem fortemente não só para presidir o Legislativo de Foz. Ela também tenta viabilizar seu nome para a disputa de prefeito do município, nova disputa essa que foi determinado pelo TSE nesta semana. Para tanto, a vereadora já esteve reunida com o governador Beto Richa (PSDB) na semana passada e tenta conquistar o apoio do próprio partido, o PDT do ex-prefeito Paulo Mac Donald, missão última essa mais difícil…

E OS VEREADORES EDÍLIO (ATUALMENTE PRESO), O MÁRCIO ROSA (PROBO) E QUEIROGA (TAMBÉM PRESO)???

Outros nomes que também postulam, veementemente, a presidência da Câmara Municipal de Foz, são os vereadores Edílio (PSC), Márcio Rosa (PSD) e Queiroga (DEM), mas, sobre eles, iremos fazer nossas considerações na próxima atualização da coluna.

DONA IVONE ESTÁ PERDENDO O BONDE DA HISTÓRIA

Não é só pela honestidade que um gestor público deve entrar para a história e a prefeita em exercício de Foz do Iguaçu, Ivone Barofaldi (PSDB), de quem a citada virtude (honestidade) é característica, poderia deixar uma marca de seu período de governo, que não a de simplesmente ter cumprido (bem ou mal, cada um que opine como quiser) tabela.

Dona Ivone poderia, pro exemplo, determinar a proibição de circulação dos caminhões de exportação pela área urbana do município, o que há muito vem causando estrago na nossa malha asfáltica e grande transtorno ao nosso trânsito. Um pouquinho de coragem para fazer o que expomos faria bem a nossa vice-prefeita, que, assim, daria mostras de que reúne condições e pulso para se habilitar para disputar a próxima/vindoura eleição para prefeito…

MANSUR, “O NOVO”, MAS COM VELHAS TÁTICAS E RAPOSAS POLÍTICAS?

Quem esteve participando da reunião de Paulo Mac Donald com os 5 vereadores eleitos na coligação daquele ex-prefeito nessa quarta-feira (14-12), foi Phelipe Mansur (Rede), que volta a procurar o apoio de Mac Donald para viabilizar sua candidatura a prefeito de Foz.

O jovem e dinâmico Mansur, que teve como pilar de campanha a “renovação”, não parece ser coerente com tal slogan, afinal, se aliou com o tradicional PMDB “velho de guerra” e agora busca apoio do “Ficha Suja” Mac Donald, quem, em recente entrevista à Rádio Cultura, disse que Mansur era inexperiente e que Foz precisa é de um gestor…

ESTRAGOU A MILIONÁRIA “VIAGEM NA MAIONESE MAC DONALD’S” A BRASÍLIA…

Uma fonte muito bem informada revelou a esta coluna, que a “Aventura MacDonaesca” a Justiça na Capital Federal teria sido financiada, em parte, por R$ 3 Milhões pegos emprestados, inclusive de um empresário sócio/amigo, a quem foi dada a garantia de que a tal “aventura legal” em Brasília seria exitosa, só que não… Até um apartamento teria ido pro prego com a aventura… Agora, com o “mico preto” na mão, resta ao empresário orar (muito) para ter o dinheiro de volta…

E TEM MAIS…

Embalado com o “canto de sereia”, meios de comunicação foram adquiridos pelo amigo/sócio (gente da melhor espécie, mas…) recentemente numa certa tríplice fronteira, para fins de controle da mídia em torno de político que acabou tendo as “asas cortadas”, opção de investimento que resultou pouco, por não haver nenhum caminhão para toda a areia que há, pelo menos por enquanto…

O INFERNO ASTRAL DA FAMÍLIA MAC DONALD SE ESTENDE A CURITIBA

A vice-prefeita da capital paranaense, Mirian Gonçalves protocolizou, na quarta-feira (14), representação no Ministério Público do Paraná, contra Ricardo Mac Donald Ghisi (irmão de Paulo “Ficha Suja” Mac Donald), secretário de Governo de Gustavo Fruet, prefeito de Curitiba, em razão da não publicação em Diário Oficial de três decretos assinados pela vice-prefeita enquanto Prefeita em exercício (entre o período de 29-11 a 04-11 deste ano).

PESSUTI PEDE INTERVENÇÃO NO PMDB DO PARANÁ

O blogueiro mais acessado do Paraná, Fábio Campana, divulgou que o ex-governador Orlando Pessuti se encontra às 15h desta quarta-feira (14) em Brasília com o presidente Michel Temer. Da capital federal, Pessuti volta com a intervenção do PMDB do Paraná, hoje controlado pelo senador Roberto Requião que tem votado contra o governo Temer no Congresso Nacional.

MARCELO ODEBRECHT CONFIRMA À LAVA JATO VERSÃO DE DELATOR SOBRE PROPINA PARA TEMER

Ex-presidente e herdeiro do grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht confirmou à Lava Jato a versão do ex-executivo da empreiteira Cláudio Melo Filho sobre pagamento de R$ 10 milhões ao PMDB feito a pedido do presidente Michel Temer.

Marcelo respaldou o episódio do jantar no Palácio do Jaburu, em maio de 2014, com a presença de Temer, então vice-presidente, e do hoje ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, no qual, segundo os delatores, foi acertado o pagamento de R$ 10 milhões para a campanha peemedebista.

CONTATOS COM A COLUNA NOSSA VOZ

Para críticas e sugestão para este espaço de informação, nosso e-mail é: nossavoz.foz@gmail.com

________________________________

FIM DE EXPEDIENTE NO GOVERNO MUNICIPAL

E no dia 22 deste mês de dezembro se encerra o “expediente político” da atual administração de Foz do Iguaçu. Somente os serviços essências deverão funcionar. Pensando bem, pela lamentável situação pela qual passa nossa cidade, há muito já deveriam ter cessado tudo o que não fosse essencial na prefeitura de Foz, haja vista o que lá aconteceu, mas isso é assunto para nossa próxima atualização desta coluna, afinal, o assunto hoje é a decisão “sepulcral” do TSE que impôs mais uma derrota ao ex-prefeito Paulo Mac Donald.

MUDANÇA NO COMANDO DE ITAIPU, SURGE NOVO NOME

Começou a circular, desde essa terça-feira (13), o nome de Luiz Fernando Vianna, atual dirigente da COPEL, para substituir no comando de Jorge Samek na Itaipu. Vianna seria indicação do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB). Bom lembrar e o colunista do jornal O Globo que noticiou o fato, é Ilimar Franco, o mesmo que já havia escalado para o lugar de Samek, os nomes do ex-ministro Paulo Bernardo (PT) e também Rocha Loures (PMDB) e Abelardo Lupion (DEM). Portanto, cautela não e pedir muito em se tratando de Ilimar Franco…

PAULO MAC DONALD “JÁELVIS”

Acabou a incerteza. O TSE manteve nessa terça-feira (13-12), as decisões anteriores da Justiça Eleitoral em Foz do Iguaçu e em Curitiba sentenças as quais, com base na Lei da Ficha Limpa, não reconheceram o registro da candidatura de Paulo Mac Donald Ghisi a prefeito no pleito de outubro deste ano. Os votos de Mac Donald (menos de 40% do total de  votos do eleitorado iguaçuense, registramos…), foram considerados nulos pelo TSE. No mesmo julgamento citado, a maioria dos ministros daquele máximo tribunal eleitoral, definiram que deverá haver nova eleição para prefeito em Foz.

A CHARGE DO ANO

mec

DA NOVA ELEIÇÃO EM FOZ

Bom lembrar que o TSE não definiu data para a nova eleição de prefeito de Foz do Iguaçu, mas uma coisa é certa: o ex-prefeito Paulo Mac Donald não será candidato na nova eleição definida pelo TSE e nem deverá concorrer nos próximos pleitos eleitorais, em razão da inegibilidade dele, conforme ficou configurado ontem pela instância final da Justiça Eleitoral.

O novo pleito, a princípio, deverá ocorrer, salvo alguma outra tentativa de Mac Donald no Judiciário, até abril de 2017.

PRECISA FICAR CLARO

Diferentemente do que tentou fazer crer Paulo Mac Donald Ghisi, o problema legal dele não era com adversários políticos e sim com o Judiciário, onde dezenas (quase centena) de outras ações movidas contra ele pelo Ministério Público tramitam, as quais, tudo indica, poderão render outras novas condenações, inclusive criminal, as que ele já possui.

QUEM ASSUMIRÁ A PREFEITURA DE FOZ ATÉ A NOVA ELEIÇÃO

O próximo presidente do Legislativo iguaçuense, será o prefeito de Foz do Iguaçu, até que aconteça a posse do novo prefeito a ser eleito no pleito já determinado pelo TSE. Detalhe: o presidente da Câmara de Vereadores não pode ocupar a Chefia do Executivo, até melhor juízo, por período superior a 02 anos.

ELEIÇÕES NA CÂMARA

Alguns nomes surgem fortes para a disputa pela presidência o Legislativo iguaçuense e, consequentemente, para ser a nova chefia do Poder Executivo local até a eleição para prefeito determinada pelo TSE. Os vereadores mais contados para presidir a Casa de Leis de Foz, em ordem alfabética, são: Anice (PTN); Elizeu Liberato (PR) e Nanci Rafagnin Andreolla. Também precisam se consideradas as possibilidades dos vereadores Queiroga (DEM) e Edílio do (PSC). Enquanto isso, Márcio Rosa (PSD) corre por fora…

ELEIÇÕES NA CÂMARA II

Na próxima atualização desta coluna iremos analisar as chances de cada um dos nomes na disputa pela presidência do Poder Legislativo de Foz do Iguaçu.

ÁLVARO DIAS PRESIDENTE…

Começa a circular fortemente nos bastidores da política em Brasília, que o senador Álvaro Dias, hoje no PV, poerá sair candidato a presidente pelo PSD de Gilberto Kassab. É uma boa opção de nome.

REQUIÃO FORA DO PMDB

Também se comenta nos bastidores da política na Capital Federal, que já não haveria mais espaço para no PMDB, em tempos de Michel Temer, para o Senador Roberto Requião e seu discurso de “Puebla”. O PMDB do Paraná em ainda é bem visto em Brasília por meio nas figuras dos deputados federais Osmar Serraglio e João Arruda, além de Rodrigo Rocha Loures, do seleto grupo de Temer no Palácio do Planalto. O destino mais provável de Requião seria o Rede de Marina Silva e Phelipe Mansur de Foz do Iguaçu.

GOVERNO DO PARANÁ FAZENDO O DEVER DE CASA

Enquanto governos estaduais por todo o país estão em estado de calamidade em suas finanças, o governo do Paraná é o único estado a diminuir a pobreza em 2016, a dar reajuste ao funcionalismo público e a ter equilíbrio fiscal nas contas.

BRASIL, A HORA E A VEZ DOS CARRASCOS DE DILMA E DO PT

“Poizé”, aquele monte de políticos que defenestraram do poder Dilma Rousseff e o PT, agora, com as mais recentes delações estarrecedoras dirigentes da Odebrecht, estão a mostra como realmente são: nada melhor do que os petistas que eles execraram do comando do país. Resta saber se a Justiça, a opinião pública e a mídia em geral, irá dar a Temer, Aécio Neves e Cia. Ltda., o mesmo “tratamento” dispensado aos “Petralhas”…

A bem da verdade, precisamos lembrar que esses políticos que aí estão, são os mesmos desde o governo Sarney e, apesar do discurso da necessidade “renovação”, continuam sendo votados. Realmente, cada povo tem o governo que merece…

CONTATOS COM A COLUNA NOSSA VOZ

Para críticas e sugestão para este espaço de informação, nosso e-mail é: nossavoz.foz@gmail.com

 

Banner globo

 

Seja o Primeiro a comentar on "APÓS SER PRESA NA PECÚLIO E AFASTADA PELA JUSTIÇA, VEREADORA ANICE DEPÕE NO CONSELHO DE ÉTICA DA CÂMARA HOJE"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*