MORTES POR FEBRE AMARELA CAUSAM CORRIDA POR VACINAÇÃO EM SÃO PAULO

Estado confirmou 21 óbitos causados pela doença desde janeiro do ano passado.
Espera nos postos de saúde chegava a 5 horas nesta sexta na capital, que não teve casos.

O aumento do número de casos de febre amarela no Estado de São Paulo levou a uma corrida aos postos de saúde da capital, com filas de até cinco horas para a vacinação. Segundo a Secretaria da Saúde paulista, 21 pessoas morreram por causa da febre amarela desde o início do ano passado, de um total confirmado de 40 casos autóctones (quando a doença é contraída dentro do próprio Estado). Em todo 2016 foram confirmados dois casos da doença, ambos fatais.

Segundo a secretaria, 11 destes óbitos foram de casos confirmados neste ano (mas que podem ter ocorridos no ano passado). Um boletim epidemiológico do final do ano passado afirmava que entre janeiro e a primeira quinzena de dezembro do ano passado haviam sido registrados 10 óbitos. A maior parte dos óbitos aconteceu em Mairiporã (5) e Atibaia (4). A capital paulista não registrou, até o momento, nenhum caso humano da doença, mas foram encontrados macacos mortos em parques da zona norte e da zona leste e os exames deram positivo para febre amarela, levando ao fechamento temporário das unidades, já reabertas.

“Cheguei aqui às 7h”, contava a garçonete Valneide Porto, 34 anos, ao deixar por volta de meio dia um ambulatório público em Pinheiros, na zona oeste da capital, com suas duas filhas, de 10 e seis anos —as três com as marcas da vacina no braço. Moradora do bairro, Valneide faltou ao trabalho para enfrentar a fila nesta sexta-feira. “A gente vê na televisão sobre a doença e fica assustada. Queria vir logo”, contava ela. Já no final da fila, ainda bastante longa na hora do almoço, a faxineira Quitéria Pereira, 51, e seu colega José Ari Agostinho, 57, assistente financeiro, avaliavam se esperariam, desanimados com a quantidade de pessoas. “Passei no posto de saúde perto de casa de manhã e estava assim ou pior. O pessoal está com medo”, dizia ele.

(Com EL PAÍS)

Seja o Primeiro a comentar on "MORTES POR FEBRE AMARELA CAUSAM CORRIDA POR VACINAÇÃO EM SÃO PAULO"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*