MINISTÉRIO DETECTA 630 TRABALHADORES SEM REGISTRO E MULTA RIO-2016 POR R$ 315 MIL

Em mais um capítulo da série vila olímpica e seus problemas, o Ministério do Trabalho encontrou 630 trabalhadores sem registro em carteira em uma blitz feita na tarde de quarta-feira (27) na Vila Olímpica do Rio de Janeiro.

Todos os funcionários estavam trabalhando em obras emergenciais, que começaram no último sábado (23), depois da abertura oficial do condomínio de alto padrão onde estão sendo abrigadas todas as delegações olímpicas que chegam ao Rio de Janeiro para os jogos.

Em mais um capítulo da série vila olímpica e seus problemas, o Ministério do Trabalho encontrou 630 trabalhadores sem registro em carteira em uma blitz feita na tarde de quarta-feira (27) na Vila Olímpica do Rio de Janeiro.

Todos os funcionários estavam trabalhando em obras emergenciais, que começaram no último sábado (23), depois da abertura oficial do condomínio de alto padrão onde estão sendo abrigadas todas as delegações olímpicas que chegam ao Rio de Janeiro para os jogos.

HISTÓRICO

A abertura da Vila Olímpica aos competidores da Olimpíada do Rio de Janeiro no último domingo (24) causou reclamações por parte das delegações em relação à limpeza e falta de acabamento em alguns apartamentos do local.

Países como a Austrália e Argentina, por exemplo, se recusaram a entrar no espaço e bancaram por conta própria funcionários para arrumar problemas de encanamento, limpeza e furtos.

Atletas da Belarus, bem como do Japão e também do Quênia demonstraram insatisfação com a maneira com que receberam a Vila Olímpica.

Com isso, o Comitê Rio-2016 contratou mais de 500 trabalhadores para o serviço, iniciado no mesmo dia da inauguração do local.

Na segunda-feira (25), o Comitê da Rio-2016 admitiu que metade dos prédios complexo de residência das equipes não estava pronta. Na terça-feira (26), a organização dos Jogos afirmou que teria 25 do total de 30 prédios Vila prontos. A previsão é que tudo esteja finalizado até esta quinta-feira (28).

Com Folha

Seja o Primeiro a comentar on "MINISTÉRIO DETECTA 630 TRABALHADORES SEM REGISTRO E MULTA RIO-2016 POR R$ 315 MIL"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*