Justiça define audiências de 50 corréus na Operação Pecúlio

A pedido da defesa de Reni Pereira, 50 corréus serão ouvidos na Operação Pecúlio. O juiz federal Pedro Aguirre montou uma escala de audiências, sempre a partir das 13h, que começam no dia 11 e vai até o dia 29 de setembro. Os corréus serão ouvidos na condição de informantes, conforme determinação do Tribunal Regional Federal. Entre as testemunhas estão ex-secretários municipais, ex-diretores e ex-vereadores.

No despacho, o juiz definiu que “os corréus deverão ser notificados de que serão oitivados, nestes autos, na qualidade de informantes, porquanto figuram como denunciados nos processos das Operações Pecúlio/Nipoti, sendo que, na oportunidade, não lhes será deferido o compromisso do artigo 203 do Código de Processo Penal, bem como cientificados de que têm o direito de permanecerem calados por legitimação do princípio constitucional que protege qualquer pessoa contra a autoincriminação”.

Com Portal da Cidade

Seja o Primeiro a comentar on "Justiça define audiências de 50 corréus na Operação Pecúlio"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*