Iguaçuense conquista medalha inédita no Mundial de Canoagem

Pela primeira vez, o Brasil subiu ao pódio do Mundial de Canoagem Slalom. O feito é da atleta Ana Sátila, que treina no Canal Itaipu, em Foz do Iguaçu. A vitória brasileira nesta sexta-feira (29) foi na modalidade C1 (canoa individual). As disputas internacionais prosseguem no fim de semana, na cidade de Pau, na França. A canoísta continua no páreo da competição: neste sábado (30), ela disputa a semifinal do K1 (caiaque individual) e, se avançar, vai para a decisão da prova no mesmo dia. A descida do K1 será às 5h49 (horário de Brasília).

Atleta do Instituto Meninos do Lago, que conta com o apoio da Itaipu, Ana Sátila ficou atrás da britânica Mallory Franklin (ouro) e da tcheca Tereza Fiserova (prata). “Ainda estou um pouco anestesiada com toda essa emoção. Eu tenho certeza que é um feito muito grande, inédito para o País e estou muito feliz. É uma conquista não só para mim, mas para toda a equipe brasileira, que luta para conquistar seus sonhos”, disse a atleta ao Globo Esporte, após a prova.

Principal atleta da delegação brasileira no Mundial, Ana é considerada um fenômeno. Com apenas 21 anos, ela chegou a Pau embalada por bons resultados ao longo da temporada. “É um resultado de um trabalho muito grande, não tenho palavras para explicar o quanto é importante na minha vida como atleta e pra toda a equipe. Foi um feito inédito e eu to muito feliz e não tenho palavras ainda”, agradeceu, ao fim da entrevista ao Globo Esporte.

Prata da casa

O canoísta iguaçuense Felipe Borges, que iniciou sua carreira no projeto social Meninos do Lago, promovido com patrocínio de Itaipu, está na semifinal do Mundial, neste sábado (30). A conquista também é inédita: nunca antes uma canoa brasileira (C1) havia chegado a esta fase do Mundial. Ele conquistou a vaga na quinta-feira (28). Nesta fase, serão 30 atletas. Destes, apenas dez vão para a final. A descida de Felipe está programada para as 6h40 (horário de Brasília).

Com DW

Seja o Primeiro a comentar on "Iguaçuense conquista medalha inédita no Mundial de Canoagem"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*