GOVERNO ANUNCIA TARIFA DE R$ 3,90 PARA ÔNIBUS DA REGIÃO DE CURITIBA

Em ação inédita no sistema de transporte, a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) anunciou nesta quarta-feira (04) um projeto-piloto para a aplicação de tarifa diferenciada do transporte coletivo metropolitano em horários de menor movimento

A nova tarifa, de R$ 3,90, é 60 centavos mais baixa que a convencional e será praticada na linha C03 – Pinhais/Guadalupe a partir da próxima segunda-feira (09). O novo valor valerá para os períodos compreendidos entre 9h e 11h; 14h e 16h e das 20 horas até meia-noite.

O presidente da Comec, Gilson Santos, afirmou que a ação busca resgatar o protagonismo do transporte coletivo, que tem sido substituído pelo transporte individual e pelos aplicativos. “É uma ação inédita, que servirá como um piloto para todo o sistema, com o objetivo de atrair novos usuários. Se a experiência se mostrar viável, causará uma grande mudança social, algo que não vemos em Curitiba há muitos anos”, explicou. “A iniciativa atende a determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior de melhorar cada vez mais os transportes na Grande Curitiba”, afirmou Santos.

Linha

A linha foi escolhida por contar com veículos articulados, que podem comportar um número maior de passageiros com o possível aumento da demanda nos horários de menor movimento. Atualmente, cerca de 9 mil usuário utilizam essa linha, que sai do Terminal de Pinhais e segue até o Terminal do Guadalupe, no Centro de Curitiba.

Os testes seguirão até o dia 29 de novembro. Caso a experiência seja positiva, a Comec poderá ampliar a redução da tarifa para outras linhas. “Faremos um trabalho de forma muito responsável, já que se trata de um sistema que transporta 460 mil passageiros, são 195 linhas. Então é preciso responsabilidade com relação ao impacto financeiro”, disse Santos. “Mas estamos muito otimistas que esta experiência dê certo e, a partir dela, possamos ampliar para novas regiões e novas linhas de transporte metropolitano”, afirmou.

Otimização da frota

A ação busca combater dois grandes problemas enfrentados pelo transporte coletivo: a lotação dos veículos em horários de pico e a subutilização no contra pico. Nesses horários, quase metade da frota volta para as garagens devido à baixa demanda, o que também acaba ampliando os custos da operação. “É uma ação de inteligência que além de trazer economia para a população, otimizará a nossa frota”, destacou Santos.

Cartão transporte

O desconto será aplicado para o pagamento com o Cartão Transporte e durante o trajeto dos ônibus. Os embarques no terminal de Pinhais estarão sujeito aos pagamento convencional da tarifa, já que ele é feito na entrada do terminal ou nas linhas integradas, e não no veículo. Já no Terminal do Guadalupe, como o pagamento é realizado diretamente no veículo, a cobrança será a da tarifa diferenciada.

O usuário que ainda não tem o cartão deve se dirigir a um local de cadastramento com RG e CPF originais e comprovante de endereço. A emissão do cartão é gratuita, mas é necessária uma carga mínima no valor de uma passagem. O cadastramento pode ser feito na Central Metrocard (Rua Tibagi, 366, no Centro de Curitiba) e nos terminais de Araucária, Campo Largo, São José dos Pinhais, Fazenda Rio Grande, Guaraituba e Pinhais.

Transporte Coletivo

A redução de tarifa faz parte de uma série de ações de melhorias do sistema de transporte metropolitano que a Comec está adotando. Entre elas está a entrega de 65 novos ônibus neste ano para o transporte coletivo da Grande Curitiba; e a criação de duas novas linhas: Tupy/Juliana, unindo Araucária ao terminal do Pinheirinho, em Curitiba; a Pinhais/Centenário, que permite a integração entre os terminais de Pinhais e o Centenário, na Capital.

Também foi feita a extensão da linha O31 – Quatro Barras/Santa Cândida para atender o Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul. Desta forma, usuários de toda a rede que desejam ir até o hospital pagam apenas uma tarifa, partindo do Terminal do Santa Cândida, em Curitiba, passando pelo Terminal de Quatro Barras e na sequência chegando até o hospital.

Houve, ainda, a ampliação da S14-Ana Rosa, ligação entre o bairro e o Terminal Roça Grande. Em abril, entrou em operação a linha Tubo Ferrari/Hospital do Rocio, que permite a ligação ao hospital, em Campo Largo, saindo da Estação Tubo Ferrari. Antes, para ir até o hospital, utilizando a Rede Integrada de Transporte, era necessário descer na Estação Tubo Ferrari e seguir a pé, percorrendo uma distância de aproximadamente 2,1 quilômetros.

(Com AEN)

Seja o Primeiro a comentar on "GOVERNO ANUNCIA TARIFA DE R$ 3,90 PARA ÔNIBUS DA REGIÃO DE CURITIBA"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*