FOZ RECEBERÁ NOVOS INVESTIMENTOS PARA O SETOR HABITACIONAL

Detalhes sobre novos empreendimentos e projetos de regularização fundiária foram discutidos em reunião do presidente da Cohapar, em Curitiba

O presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, e o diretor-superintendente do Fozhabita, Eduardo Teixeira, estiveram reunidos na terça-feira (10) em Curitiba para tratar de novos projetos habitacionais para Foz do Iguaçu. O encontro aconteceu por orientação do líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná, deputado estadual Pedro Lupion, e visa ampliar a construção de moradias e regularização fundiária na cidade. 
 
Entre as ações planejadas pelos órgãos, estão à construção de 340 casas populares para famílias que ganham até R$ 1.800 por mês por meio de subsídios do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), em projeto a ser apresentado ao Ministério das Cidades. Famílias com maior renda também poderão participar dos projetos, pois outros 224 apartamentos financiados pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) também estão nos planos. 
 
De acordo com o diretor da Fozhabita, o órgão, que coordena as políticas habitacionais da Prefeitura de Foz do Iguaçu, também está trabalhando no desenvolvimento de um projeto amplo de habitação popular sustentável. “A intenção é fazer um piloto com 21 imóveis, em parceria com a Cohapar, a Itaipu Binacional e a Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social”, comenta Teixeira. “Trata-se de uma iniciativa moderna que poderá ser replicado no restante do Paraná e no Brasil”, finaliza. 
 
Processo – Os cidadãos interessados em participar de qualquer um dos projetos devem procurar a Fozhabita para receber mais orientações sobre como participar do processo. O atendimento é prestado de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, na Rua Quintino Bocaiúva, número 595, no centro de Foz do Iguaçu.
 
Graças a uma negociação dos órgãos, em breve os moradores do município também poderão se inscrever diretamente no Cadastro Online da Cohapar. O convênio de cooperação técnica entre os órgãos permitirá que os cidadãos se inscrevam a qualquer hora e de qualquer lugar em programas da companhia. 
 
Regularização Fundiária – “Além de beneficiar famílias que pagam aluguel ou vivem em condições precárias, o Governo do Estado está atento às necessidades daquelas pessoas que precisam regularizar seus imóveis”, argumenta Lupion. Por isso, a Cohapar colocou sua equipe técnica à disposição da administração municipal e do Fozhabita para implantar o programa Morar Legal Paraná na cidade. 
 
A iniciativa consiste na oferta de serviços de empresas especializadas em titulação de imóveis contratadas pela Cohapar via licitação. O modelo permite a redução dos custos da legalização imobiliária, que chega a ser até 75% menor do que o praticado pelo mercado. 
Segundo Texeira, o objetivo inicial é contemplar cerca de sete mil famílias. “Com isso, vamos dar mais segurança e tranquilidade aos moradores, que terão o seu direito de propriedade reconhecido legalmente”, afirma. 
 
Novos investimentos – O presidente da Cohapar deixou claro que os projetos poderão ser ampliados caso a prefeitura, por meio do Fozhabita, constate a necessidade de mais investimentos do Governo do Paraná. “A habitação popular foi uma prioridade constante na gestão do governador Beto Richa e continuará a ser tratada com atenção pela governadora Cida Borghetti”, garante Lupion. Participaram da reunião os diretores da companhia Nelson Cordeiro Justus, Paulo Tadeu Dziedricki e Orlando Agulham Junior, e o superintendente de Relações Institucionais, João Naime Neto.
(Com AMN)

Seja o Primeiro a comentar on "FOZ RECEBERÁ NOVOS INVESTIMENTOS PARA O SETOR HABITACIONAL"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*