Foz do Iguaçu: PROFESSORA É PRESA ACUSADA DE FACILITAR ESTUPRO DE EX-ENTEADA EM TROCA DE CRACK

Caso foi registrado em Foz, no fiim de semana; prefeitura informou que servidora estava afastada desde fevereiro por ‘indícios de desvio de conduta mora e ética’.

Uma professora, de 49 anos, cuja as inciais do nome seriam A.M.L., foi presa suspeita de facilitar o estupro da ex-enteada, de 13 anos, em troca de crack. O suspeito de ter abusado da adolescente também foi preso. O caso, que está sendo investigado pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria), foi registrado na madrugada de sábado (21), em Foz do Iguaçu.

De acordo com a polícia, na sexta-feira (20) à noite, a professora convidou a menina para fazer um lanche e, depois de maquiá-la, a levou até uma casa, na região do Conjunto Buba, onde a apresentou para alguns homens.

“Segundo o relato da adolescente, a mulher ofereceu a virgindade dela em troca de duas pedras de crack”, comentou o delegado Carlos Eduardo Pezzette Loro. O delegado disse ainda que um dos homens, de 21 anos, levou a menina para um dos quartos e a estuprou.

Ao chegar em casa, a adolescente contou o que houve para o pai, que denunciou o caso à polícia.

Durante a madrugada, policiais foram até o local indicado e detiveram cinco pessoas. Dois menores de idade e um homem foram ouvidos e liberados.

A professora foi presa e indiciada por corrupção de menor. Já o suposto abusador deve responder por estupro de vulnerável. Ele negou o envolvimento no caso.

A adolescente foi encaminhada ao hospital para a realização dos exames que podem comprovar se houve conjunção carnal. O inquérito deve ser concluído em até dez dias.

Afastamento

Em nota, a Prefeitura de Foz do Iguaçu informou que a professora, que também era diretora de um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI), está afastada desde fevereiro por “indícios de desvios de conduta moral, ética e de caráter administrativo”.

Ainda conforme a prefeitura, o CMEI passou por uma intervenção administrativa para “apurar a conduta administrativa e criminal da servidora” e, no dia 1º de março, uma nova diretora tomou posse.

(Com G1)

 

Seja o Primeiro a comentar on "Foz do Iguaçu: PROFESSORA É PRESA ACUSADA DE FACILITAR ESTUPRO DE EX-ENTEADA EM TROCA DE CRACK"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*