Foz do Iguaçu: ACUSADO DE MATAR E ESQUARTEJAR JOVEM POR CIÚME É ABSOLVIDO

Crime foi cometido em dezembro de 2006; vítima foi morta a tiros e facadas e teve o corpo esquartejado. Acusado não compareceu ao julgamento

O tribunal do júri absolveu Marcos Alves dos Santos, um dos acusados de matar o jovem Valdecir Vasconcelos em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, em dezembro de 2006.

O réu já havia sido absolvido por falta de provas em um julgamento em fevereiro de 2017. O Ministério Público (MP-PR) recorreu e solicitou um novo julgamento, realizado nesta terça-feira (10).

Marcos, que está em liberdade desde que foi absolvido pela primeira vez, não compareceu à sessão do júri. O julgamento começou por volta das 12h30 e terminou pouco depois das 16h.

Ele respondia pelos crimes de homicídio qualificado – por motivo torpe – e corrupção de menor.

O crime

Segundo a promotoria, o crime foi motivado por ciúmes e teve a ajuda de um adolescente. Na época, a polícia detalhou que Valdecir foi morto a tiros e com 27 facadas nas costas.

Ele ainda teve o corpo esquartejado e um bilhete deixado na boca com a frase “ladrão que passa a mão na mulher de ladrão fica sem a mão”.

O crime foi cometido às margens do Rio Boicy, no Portal da Foz. E, ainda de acordo com a promotoria, o jovem foi assassinado por ter acariciado de forma desrespeitosa a mulher de Marcos.

Os advogados de defesa reforçaram que Marcos não cometeu o crime e que na época ele estava solteiro.

(Com G1)

Seja o Primeiro a comentar on "Foz do Iguaçu: ACUSADO DE MATAR E ESQUARTEJAR JOVEM POR CIÚME É ABSOLVIDO"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*