ESQUERDA VENCE ELEIÇÃO NA FINLÂNDIA

Líder social-democrata da oposição comemora vitória apertada sobre nacionalistas. Premiê conservador admite derrota de seu partido. Resultado deve dificultar formação de coalizão de governo

O presidente do oposicionista Partido Social-Democrata, Antti Rinne, declarou vitória neste domingo (14/04) na eleição parlamentar na Finlândia. “Pela primeira vez desde 1999, somos o maior partido na Finlândia”, afirmou o ex-líder sindical, de 56 anos.

A liderança obtida é apertada. Após contagem de mais de 98% dos votos, os social-democratas deixam de ser a quarta maior bancada parlamentar para se tornar a primeira força política do país, ganhando seis novos lugares. Eles obtiveram 40 dos 200 assentos no Parlamento, apenas um lugar a mais que os nacionalistas do Partido dos Finlandeses, que conseguiram eleger 39 deputados.

Já o liberal Partido de Centro, do primeiro-ministro Juha Sipilä, perdeu 18 assentos, obtendo 31. “O Partido de Centro é o grande perdedor dessas eleições”, reconheceu Sipilä. “Esse resultado é altamente desapontador para nós.”

O resultado e a fragmentação de forças no Parlamento devem dificultar as negociações para formar a coalizão de governo.

Esta eleição foi marcada pela insatisfação de muitos cidadãos com as políticas de austeridade do atual governo de centro-direita, que havia prometido antes da eleição de 2015 levar a economia do país a crescer novamente, através de profundos cortes de gastos.

No entanto, os cortes no altamente respeitado sistema educacional da Finlândia assim como a criação de regras mais rígidas para a obtenção de auxílio para desempregados provocaram ampla rejeição entre os eleitores.

(Com DW)

Seja o Primeiro a comentar on "ESQUERDA VENCE ELEIÇÃO NA FINLÂNDIA"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*