EM 6ª FASE DA OPERAÇÃO ACRÔNIMO, PF MIRA GOVERNADOR DE MG

A polícia federal deflagrou nesta terça (16) a sexta fase da Operação Acrônimo, que tem entre os investigados o governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT).

Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão e condução coercitiva em Minas e São Paulo.

Os mandados foram autorizados pelo STJ e o processo se encontra sob segredo de justiça.

A Operação Acrônimo foi deflagrada em 2015 e apura irregularidades no financiamento e na prestação de contas da campanha de Fernando Pimentel, que foi indiciado pela PF, ao governo de Minas Gerais sob suspeita de corrupção passiva, tráfico de influência, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Em outras frentes, investiga suspeitas de favorecimento a empresas com empréstimos do BNDES, subordinado ao Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, pasta que foi comandada pelo governador.

 Com Folha

Seja o Primeiro a comentar on "EM 6ª FASE DA OPERAÇÃO ACRÔNIMO, PF MIRA GOVERNADOR DE MG"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*