DIREITA VENCE ELEIÇÃO PRESIDENCIAL NO PARAGUAI, COM MARITO

Marito, como é mais conhecido o presidente eleito, Mario Abdo Bentiez, do Partido Colorado, conquistou 46,47% dos votos para presidente, enquanto o liberal Efraín Alegre ficou com 42,7%.

O conservador Partido Colorado, que domina a política do Paraguai há 70 anos, sofreu mais do que esperava neste domingo de eleições presidenciais. Seu candidato, Mario Abdo Benítez, esperou durante horas o final da contagem dos votos, vendo como o seu adversário, o liberal Efraín Alefre, se aproximava e ficava a apenas quatro pontos percentuais de distância. Marito venceu as eleições paraguaias com 46,47% dos votos, enquanto seu adversário conseguiu 42,72%. A diferença foi de 94.000 votos foi o resultado mais apertado desde 1993.

Pouco após o fechamento das seções eleitorais, às 16h (17h no horário de Brasília) centenas de pessoas vestidas de vermelho se concentraram na rua onde fica a sede do Partido Colorado, em Assunção, onde foi montando um palanque e se ouve música.

O presidente eleito, ex-senador e empresário, tem 46 anos e pertence ao mesmo partido que o atual presidente, Horacio Cartes. O Paraguai é o país mais conservador da região e Marito representa a ala mais conservadora de seu partido. Ele é contra a legalização do aborto e do casamento entre pessoas do mesmo sexo, além de ter proposto serviço militar obrigatório para filhos de mães solteiras, com o objetivo de diminuir os índices de violência e o consumo de drogas. Também promete reformas radicais da Justiça para reduzir a corrupção, mal endêmico do país. 

Graduado em marketing nos Estados Unidos e filho de um dos homens fortes do governo de Alfredo Stroessner (1954-1989), Marito – como é conhecido para ser diferenciado do pai, Mario Abdo Benítez, morto em 2013 – herdará um país em pleno crescimento econômico, mas com desafios nas áreas sociais e políticas.

A Justiça eleitoral avaliou a participação de eleitores em 65% de um total de 4.241.000 habilitados a votar. A população total do país é de sete milhões de habitantes.

Marito sucederá em agosto o presidente Horacio Cartes que, nestas eleições, candidatou-se ao Senado. Cartes pertence ao Patido Colorado, mesmo de Marito, mas nunca apontou o candidato como favorito para sucedê-lo.

 

 (Com Agências).

 

 

 

Seja o Primeiro a comentar on "DIREITA VENCE ELEIÇÃO PRESIDENCIAL NO PARAGUAI, COM MARITO"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*