CUT/Vox Populi: Sentença de Moro impulsiona Lula candidato

A condenação no caso do tríplex do Guarujánão afetou a confiança dos eleitores em Lula. Ao contrário. A mais recente pesquisa CUT/Vox Populi aponta uma variação positiva, dentro da margem de erro, das intenções de voto no ex-presidente. O petista lidera em todos os cenários de primeiro turno, bateria qualquer adversário no segundo e tem um volume de citações espontâneas largamente superior aos concorrentes testados.

O levantamento ouviu 1999 eleitores em todos os estados e no Distrito Federal entre 29 e 31 de julho, depois, portanto, de o juiz Sergio Moro determinar a pena de nove anos e meio de prisão para Lula. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Um dado em particular chama a atenção: continua a melhorar entre os eleitores a percepção de que o ex-presidente é honesto. Seis meses atrás, 30% lhe atribuíam essa característica. Na última pesquisa, o índice chegou a 35%. O petista também foi mais bem avaliado em outros quesitos, como competência e credibilidade.

Em certa medida, ela reflete a visão majoritária de que não ficou provado que o apartamento no Guarujá pertencia ao ex-presidente (42% a 32%) e de que Moro trata com mais rigor Lula e o PT (44% a 42%).

“Para acabar com a imagem de Lula e prejudicá-lo efetivamente na disputa eleitoral, a coalizão antipetista vai precisar dispor de alguém mais forte do que Moro’, avalia o cientista político Marcos Coimbra, diretor do Vox Populi, em artigo publicado na edição de CartaCapital que chega às bancas em São Paulo nesta sexta-feira 4 e no restante do País no sábado 5.

Confira as principais análises da pesquisa:

Melhora a avaliação pessoal

De fevereiro de 2016 para cá, o ex-presidente avançou em quase todos os quesitos pesquisados. No último levantamento, 60% o consideraram capaz de enfrentar uma crise e 58% o classificaram como competente e bom administrador.

O mais lembrado

Nas menções espontâneas, o petista supera de longe todos os demais presidenciáveis testados. Quando perguntados em quem votariam para presidente, 42% citaram Lula. O segundo colocado, Jair Bolsonaro, foi mencionado por 8%.

Primeiro turno

O Vox Populi testou dois cenários. Em um, o governador paulista Geraldo Alckmin figura como o candidato do PSDB. Em outro, o prefeito de São Paulo, João Doria, o substitui no posto. Os resultados não se alteram muito. Ao longo do tempo, a pesquisa constata uma perda de espaço dos tucanos, substituídos por Bolsonaro no imaginário antipetista.

Segundo turno

Nos cenários testados, o adversário que mais “ameaça” Lula é Bolsonaro, embora o índice obtido pelo deputado não se descole muito daqueles dos demais.

 

Com Carta Capital

Seja o Primeiro a comentar on "CUT/Vox Populi: Sentença de Moro impulsiona Lula candidato"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*