COMISSÃO DE ÉTICA PODE ARQUIVAR PROCESSO DE CASSAÇÃO DE VEREADORES PRESOS PELA OPERAÇÃO PECÚLIO NESTE SÁBADO

 Sessão que acontece amanhã, sábado (03/06) e será aberta ao público

Vereadores Anice Gazzaoui (PTN), Darci Siqueira (PTN), Edilío Dall A’gnol (PSC), Luiz Queiroga (DEM) e Rudinei de Moura (PEN), presos sob acusação de corrupção pela Operação Pecúlio, poderão ter processo arquivado neste sábado (03) na Câmara Municipal

Muita expectativa em torno dos rumos finais da Comissão de Ética da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, que em pleno sábado (03-06) decidirá se aprova ou não o Relatório da representação para a Cassação dos mandatos dos vereadores Anice Gazzaoui (PTN), Darci Siqueira (PTN), Edilío Dall A’gnol (PSC), Luiz Queiroga (DEM) e Rudinei de Moura (PEN), presos sob acusação de corrupção pela Operação Pecúlio.

O pedido de cassação dos mandatos dos vereadores da Pecúlio, também é uma das bandeiras defendidas pelo movimento “Basta de Vergonha”, de iniciativa da OAB, ACIFI e Observatório Social. O Movimento Laico da Igreja Católica também se está mobilizado pela cassação desses vereadores. A sessão de leitura e apreciação do parecer do relator do Conselho de ética, vereador Celino Fertrin (PDT), seguirá rito acontece sábado, 03/06, às 9h e será aberta ao público.

Rito dos Trabalhos – Segundo o Conselho de ética e Decoro parlamentar, a sessão acontecerá da seguinte maneira, ressaltando que não serão permitidas interrupções ou apartes durante as falas dos membros do Conselho de ética, dos defensores ou dos Vereadores representados.

– Às 09h00min: início previsto para a sessão de leitura e apreciação do parecer do relator Vereador Celino Fertrin. Será dada a palavra ao relator para que ele leia, na Tribuna, a primeira parte do relatório, já divulgada aos defensores dos vereadores representados e à imprensa.

– A seguir, será concedido o prazo de vinte minutos, prorrogáveis por mais dez minutos, aos advogados dos vereadores representados ou aos próprios vereadores representados, por ordem alfabética, iniciando pelos advogados da vereadora Anice Gazzaoui e finalizando pelo advogado do vereador Rudinei de Moura, para que defendam, na Tribuna, seus clientes.

– Depois da manifestação de todas as defesas, o relator voltará à Tribuna para realizar a leitura de seu voto, pelo tempo necessário.

– Terminada a leitura do voto do relator, inicia-se a discussão do parecer. Cada membro do Conselho poderá fazer uso da palavra durante dez minutos.

– O relator poderá se manifestar em réplica, pelo prazo de dez minutos e cada defensor terá outros dez minutos para a tréplica. – Depois, o Conselho votará o relatório. A votação será nominal e aberta.

Confiança na Absolvição – “Estamos confiantes na absolvição de nossos clientes. Não existem provas concretas contra eles. Cremos que esse processo na Comissão de Ética está sob suspeição. Estamos convictos da inocência de nossos representados e confiantes na absolvição deles. Não se pode condenar ninguém apenas por ‘achismos’. ”, disse ao O IGUASSU um dos advogados de defesa dos vereadores da Pecúlio, que pediu para não ser identificado.

Pedido de Cassação Negado – A Comissão de Ética é presidida pela vereadora Nanci Rafagnn Andreolla (PDT), contra quem foi apresentada uma representação por quebra de decoro na Sessão da Câmara nessa quarta-feira (01-06), que pedia a cassação de mandato da parlamentar. O pedido de cassação da presidente do Conselho de Ética foi negado na mesma Sessão, pelos 15 vereadores que compõem o Legislativo iguaçuense.

Vereador Beni Rodrigues (PSB), já declarou ser contra cassação dos vereadores presos pela Pecúlio

Vereador Declara Voto Contra Cassar Edis da Pecúlio – Pelo menos um vereador, Beni Rodrigues (PSB), vem manifestando abertamente seu voto contrário a cassação dos mandatos dos vereadores presos pela Pecúlio. São necessários, pelo menos, 10 dos 14 votos possíveis para a cassação dos mandatos dos 05 vereadores representados. O presidente da Câmara, Rogério Quadros, está impedido de votar.

(Da Redação com COMFI)

 

Seja o Primeiro a comentar on "COMISSÃO DE ÉTICA PODE ARQUIVAR PROCESSO DE CASSAÇÃO DE VEREADORES PRESOS PELA OPERAÇÃO PECÚLIO NESTE SÁBADO"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*