COI DIZ QUE ESPERA ‘NUNCA MAIS’ PASSAR PELO ‘TESTE DE ESTRESSE’ DO RIO

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, declarou que espera que “nunca mais” o movimento olímpico passe por um “teste de estresse como ocorreu no Rio de Janeiro“. A declaração foi feita ao final do Congresso do COI, que por três dias tratou da situação do Rio e do movimento olímpico.

Questionado pelo Estado durante a coletiva de imprensa, Bach defendeu o modelo financeiro do COI que, apesar da recessão no Brasil, apresentou uma renda recorde entre 2013 e 2016.

Se esse modelo passou por esse teste de estresse aqui, isso significa que ele é mais que robusto. A crise no Brasil é talvez a pior da história. É uma crise de estado, social, econômica. Existem desafios na saúde, no meio ambiente. Em todos os lugares que você olha, existe uma crise profunda“, insistiu.

Apesar disso tudo, esse comitê e a cidade transformaram a cidade e vão realizar os Jogos. O COI sempre se mostrou solidário. Nem sempre foi fácil e não está sendo fácil agora que falamos“, admitiu Bach.

“Podemos dizer que o modelo financeiro dos Jogos sobreviveu a esse teste de estresse e espero que jamais tenhamos de enfrentar isso de novo no futuro”, declarou, garantindo que iria continuar a mostrar solidariedade.

Com Estadão

Seja o Primeiro a comentar on "COI DIZ QUE ESPERA ‘NUNCA MAIS’ PASSAR PELO ‘TESTE DE ESTRESSE’ DO RIO"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*