CIDA ENALTECE O PASSADO E RATINHO PROMETE O FUTURO EM DEBATE NA GAZETA

Governadora do PP e deputado estadual do PSD foram os primeiros candidatos ao governo do Paraná a ficarem frente a frente, ontem, segunda-feira (20)

Foram quase duas horas de debate na Gazeta do Povo entre os dois candidatos ao governo do Paraná líderes nas pesquisas. Em tom cordial, sem nenhum ataque direto entre eles, Cida Borghetti (PP) e Ratinho Junior (PSD) gastaram os 45 minutos a que cada um tinha direito praticamente como se o adversário não existisse. A governadora ressaltou as próprias realizações durante os quase cinco meses em que está à frente do cargo. Já o deputado estadual fez inúmeras promessas e nomeou uma série de programas que criará caso seja eleito.

Por um lado, já era esperado que Cida e Ratinho mantivessem um tom amistoso. Primeiramente, porque nenhum dos dois tem o perfil de ir para o confronto. E também pelo fato de ambos serem governistas, “herdeiros” do ex-governador Beto Richa (PSDB) nesta eleição. A governadora, porém, precisa remar contra a maré. Segundo levantamento do IRG Pesquisas, divulgado na semana passada, a intenção de voto está em 45% contra 20,2% a favor do parlamentar do PSD. Em tese, portanto, se esperaria uma postura mais enérgica da parte dela.

Mas, vacilante no discurso e ainda aparentando nervosismo nos debates, Cida pouco – ou quase nada – propôs, e destilou medidas que tomou desde que assumiu o governo em 6 de abril. Citou a criação da Divisão de Combate à Corrupção; os bons índices financeiros do Paraná, que, segundo levantamento da Folha de S. Paulo, colocam o estado com o terceiro mais eficiente do país; o incentivo tributário para energias renováveis; a comunicação às concessionárias de que não pretende renovar os atuais contratos do pedágio, que vencem só em 2021; a nomeação da primeira mulher no comando da PM; entre outros.

“Minha preocupação é trabalhar pela população do Paraná com firmeza e, ao mesmo tempo, com um olhar carinhoso, com experiência administrativa. Eu gosto de cuidar das pessoas. Quero ser a primeira mulher eleita governadora do Paraná e poder avançar nas políticas públicas que já criamos”, finalizou a governadora.

Já Ratinho, certamente orientado por sua equipe de marqueteiros, elencou uma lista de programas que implantará no estado se for eleito. E todos eles já sairão de fábrica com um nome. O Doutor Consulta, credenciando clínicas e hospitais particulares para suprir a demanda do setor pública; a Cidade da Polícia, que pretende reunir forças de segurança dos três poderes; o Projeto Muralha, para monitorar os veículos que circulam pela fronteira; o Colégio Agrícola 4.0, que vai funcionar em Pinhais; o Ganhando o Mundo, promovendo intercâmbio de alunos e professores fora do país.

Ratinho ainda prometeu reduzir pela metade o número de secretarias, leiloar imóveis que são subutilizados pelo governo e acabar com os lixões a céu aberto. “Eu entrei na vida pública porque o Paraná deu a minha família a oportunidade de ter qualidade de vida. O mínimo que eu posso fazer pelo estado é retribuir trabalhando. Faço política por missão e gratidão. Me preparei para isso, para tornar o Paraná o estado mais moderno do Brasil.”

Metodologia: O IRG Pesquisas ouviu 1.250 eleitores, em 75 cidades paranaenses, entre os dias 9 e 14 de agosto. O grau de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número PR-09806/2018. A margem de erro é de 2,8% para mais ou para menos.

(Com Gazeta do Povo)

Seja o Primeiro a comentar on "CIDA ENALTECE O PASSADO E RATINHO PROMETE O FUTURO EM DEBATE NA GAZETA"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*