BPFron, ICMBio e Polícia Federal deflagram a ‘Operação Biguá’

A Polícia Federal de Foz do Iguaçu/PR, o Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), realizaram entre os dias 23 e 25 de agosto a ‘Operação Biguá’ nos Rios Iguaçu e Santo Antônio que ficam na fronteira com a Argentina na região Sudoeste do Paraná.

A operação tinha por objetivo inibir a ocorrência de contrabando, crimes ambientais e outros ilícitos ao longo do curso dos rios que fazem a divisa entre o Brasil e a Argentina.

Durante a operação, foram localizadas no Rio Iguaçu – interior do Parque Nacional do Iguaçu – seis embarcações clandestinas utilizadas para a prática de caça e pesca ilegal.

Já no Rio Santo Antônio, foram localizados três pontos de passagens de contrabando feita por cabos aéreos (espias), que são utilizadas para o transporte de carga entre as margens brasileira e argentina do rio e aproximadamente 450 metros de cabos de aço, além de outros dispositivos.

Nos três dias de operação, a força tarefa navegou 67 km ao longo do curso dos rios e destruiu nove embarcações clandestinas, além de três pontos de passagem de contrabando.

 

Com Fronteira Urgente

Seja o Primeiro a comentar on "BPFron, ICMBio e Polícia Federal deflagram a ‘Operação Biguá’"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*