Atletas do triatlo têm dia de superação no Challenge Sunset

O sol já tinha se posto no horizonte quando o curitibano Felipe Marmo Gomes cruzou a linha de chegada, após 4h01min27seg. Ele foi o campeão da principal categoria, a Half Distance, do Itaipu Challenge Sunset, que reuniu mais de 500 triatletas neste sábado (9), na usina hidrelétrica de Itaipu. No feminino, a triatleta olímpica Pamella Oliveira levou o ouro, com o tempo de 4h35min29seg. Além da inusitada prova de triatlo noturna, o evento foi marcado pela participação das famílias que apoiaram os atletas em vários momentos da competição.

“Para mim, a família é fundamental. Eu tenho que estudar e trabalhar e não conseguiria treinar se não fosse o apoio deles”, agradeceu Felipe Gomes, emocionado, após cruzar a linha de chegada. Em dezembro ele se casa com Carolina Marques, após nove anos juntos. “Eu não conseguiria seguir a vida de atleta se não tivesse o incentivo da família”.

Prova integrante do circuito Challenge Family, franquia alemã responsável por 54 campeonatos em 26 países, o Itaipu Challenge Sunset reúne cinco modalidades de competições para que todos os integrantes da família possam participar. No sábado aconteceram as duas categorias de triatlo e, no domingo (10), será a vez das corridas.

“O primeiro dia de competição atingiu todos os objetivos da organização. Teve uma adesão muito grande nas várias modalidades e vimos muitas crianças acompanhando a prova dos pais”, considera o coordenador do Challenge Family, Fernando Menezes. “Queremos trazer a prova para Itaipu novamente em 2019”.

Para o diretor administrativo de Itaipu, Marcos Baumgärtner, que participou da premiação dos atletas, o evento foi a oportunidade de trazer os familiares para a usina hidrelétrica, marca já consagrada da empresa em outras competições esportivas. Ele completou: “a Itaipu está muito feliz em receber o Challenge. Foi interessante este formato noturno e esperamos repetir o evento no próximo ano”.

No domingo (10), será a vez da Costanera de Hernandárias, no Paraguai, receber as três provas de corrida: Challenge Junior, para crianças de 7 a 15 anos; Challenge Women, apenas para mulheres e percurso de 5 quilômetros de caminhada ou corrida; e Challenge For All, com percurso de 10 quilômetros, somente de corrida.

Prova de superação

Além do fato de a prova acontecer a noite, o que modifica a rotina de treino dos atletas, as condições de terreno e, principalmente, de tempo foram desafios extras para os competidores que participaram do Itaipu Challenge Sunset. Na categoria Half Distance, os atletas tiveram que vencer 1,9 quilômetro de natação, em um circuito em um braço no Lago Itaipu. Em seguida, foram 90 quilômetros de ciclismo e 21,1 quilômetros de corrida, pelas vias internas da hidrelétrica nos lados paraguaio e brasileiro.

“Parecia que a gente estava no mar, de tão agitado que estava o lago”, conta Felipe Gomes, que foi um dos últimos a sair da água e fez uma prova de superação. A lição do dia? “Não desista nunca, mesmo nos piores momentos, faça o seu melhor”. Para ele, correr na Itaipu foi uma experiência única: “Dá a certeza de que somos minúsculos diante desta grandiosidade”.

Na opinião de Pamella, única mulher triatleta do Time Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres e do Rio de Janeiro, o Challenge foi uma prova muito dura. “Na natação, a gente rema contra a correnteza, o ‘mar’ está bem mexido e a gente pensa ‘não é possível que isso não seja onda’”, ilustra. “No ciclismo, a sensação é de estarmos dentro de uma ventoinha, com vento vindo de tudo que é lado. Mas é surreal, uma prova bem diferente das que estamos acostumados a fazer nas cidades. Aqui estamos no paraíso, com a natureza e o fim de tarde maravilhoso”.

A outra categoria de triatlo, para atletas de entrada, foi o Sprint Distance, com percurso menor que a competição principal – 750 metros de natação, 20 quilômetros de bicicleta e 5 quilômetros de corrida. O primeiro colocado no masculino foi o iguaçuense Gabriel Giovaney Carvalho, com o tempo de 1h11min44seg. Lauara Ribeiro foi a campeã no feminino, com 1h21min32seg.

“Correr na Itaipu é maravilhoso”, disse Gabriel, que é preparador físico para triatlo na assessoria Oxy Run. “É uma corrida muito especial. Esta é uma prova que precisa permanecer na cidade”, completou.

 

Com Portal da Cidade

Seja o Primeiro a comentar on "Atletas do triatlo têm dia de superação no Challenge Sunset"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*