AO MENOS 19 MORTOS EM UMA CLÍNICA PARA DEFICIENTES NO JAPÃO

Ao menos 19 pessoas morreram nesta segunda-feira em um ataque com arma branca em uma clínica para deficientes na cidade de Sagamihara, ao oeste de Tóquio, a capital do Japão, informou nesta segunda-feira a polícia japonesa. Um homem foi detido, informa o Japan Times. Ao menos 45 pessoas feridas.

Um homem de 26 anos identificado como Satoshi Uematsu se entregou à polícia às três da madrugada hora local (às 17h de Brasília) e disse que era o responsável pelo ataque, informou um porta-voz da polícia de Kanagawa, região à qual pertence a cidade de Sagamihara. O homem disse que é um antigo trabalhador do centro, segundo o Japan Times. Embora sejam desconhecidos os motivos do ataque, o jornal Asahi Shimbun informa de que o suspeito disse à polícia: “Seria melhor se as pessoas deficientes desaparecessem”.

O incidente de hoje pode ser um dos piores ataques em massa perpetrados por uma só pessoa após a Segunda Guerra Mundial, informa o Japan Times. O número de vítimas mortais pode crescer. A agência Kyodo informou, citando bombeiros locais, que ao menos 19 pessoas poderiam ter perdido a vida.

Com El Pais

Seja o Primeiro a comentar on "AO MENOS 19 MORTOS EM UMA CLÍNICA PARA DEFICIENTES NO JAPÃO"

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.


*